Home > Corpo e Mente
Seu crânio respira, sabia?

Seu crânio respira, sabia?

por Violaine Fourcroy

Estamos acostumados a pensar no crânio como um bloco compacto e continuo, uma embalagem estanque para o nosso cérebro, mas a realidade é bem diferente. Entenda como a Osteopatia interpreta e harmoniza os seus movimentos sincronizados e descubra em quais situações esta pouco conhecida arte de cura pode resolver com acerto um largo espectro de problemas de saúde.

É um tratamento feito com as mãos, uma verdadeira medicina manual sem remédios, que considera o Homem na sua globalidade, física, emocional e espiritual e que busca e trata a causa primaria dos sintomas.
O osteopata vai liberar uma articulação, aliviar uma tensão, facilitar a circulação sangüínea e linfática, e com isso acelerar os processos de eliminação, de limpeza do corpo. Partindo da estrutura até a função, o osteopata trabalha para deixar os caminhos livres de qualquer distúrbio mecânico como tensão e compressão e confia que o corpo do paciente efetuará uma auto-cura. O osteopata não tem a pretensão de curar o paciente; é o paciente que vai retomar os meios de se auto curar, usando as informações percebidas no seu corpo através das mãos do terapeuta.

Quais são os instrumentos do osteopata?
O osteopata tem como único instrumento "suas mãos", cuja sensibilidade é desenvolvida por um trabalho constante. Ele é capaz de apalpar, de sentir os micro movimentos no nível do crânio da ordem de 12 a 25 microns, o que foi confirmado por medições eletrônicas. Com experiência, ele pode sentir com suas mãos onde fica a dor, onde a energia é concentrada. Muitas vezes, os pacientes ficam surpresos quando o osteopata é capaz de tocar exatamente o ponto dolorido. As mãos tem o poder de concentrar e de dispersar a energia.
Toda a arte do osteopata reside em suas mãos que "pensam, vêem, sentem e conhecem", então ele pode "buscar a origem" do problema, seja ele físico, emocional ou espiritual.

"Durante o tempo em que fiquei contemplando, pensando, inspirada pela filosofia do precursor Dr. Still, minha atenção foi chamada pelos encaixes das superfícies articulares do osso esfenoide. Subitamente, eu tive essa intuição, como um pensamento guia: os ossos se sobrepõem encaixando-se e movimentando-se como as guelras de um peixe, indicando uma mobilidade como a de um mecanismo respiratório primário".

A flexibilidade dos ossos do crânio:
"Mesmo o tronco mais forte de um carvalho conserva sempre um grau de flexibilidade até o momento em que ele se tornará lenha sem seiva, sem vida. E a mesma coisa para os ossos do crânio. A seiva está para o carvalho como o movimento está para o crânio. Nosso habito de ver e estudar os crânios secos nos faz esquecer que o osso vivente tem algum grau de flexibilidade".

O "mecanismo respiratório primário" :
Sutherland, o herdeiro natural do precursor Still, concebeu o conjunto do "movimento respiratório primário" como uma unidade rítmica, harmoniosa, dos ossos do crânio, da membrana de tensão reciproca, do liquido cefalo-raquidiano e do sacro. Todo isso tem seu movimento graças à faisca de vida inicial.
O mecanismo respiratório primário é provavelmente a mais poderosa manifestação da própria vida. Ele continua quando a respiração pulmonar para. Segue por mais ou menos 15 minutos após o desaparecimento de todo sinal de vida. Esse movimento é perceptível durante esse tempo. A freqüência para um ser humano sadio é de 8 a 12 ciclos por minuto.

Quem a osteopatia pode curar?

- Os bebês:
• Nascimento difícil com ou sem deformação do crânio
• Nascimento por cesariana
• Bebês que choram muito, que não dormem
• Problemas de digestão e vomito
• Problemas no pescoço, de torcicolo
• Problemas nos pês
• Uma grande ajuda para bebês e crianças "excepcionais"

O ponto alto na osteopatia reside na precocidade da intervenção. O quanto antes o tratamento é iniciado mais rápidos serão os resultados

- As crianças:

Problemas de resfriados contínuos, sinusites, otites, eczema, asma, estrabismo, quedas, escolioses, problemas escolares e de agitação, choques afetivos e muitas outras coisas. Tudo isso, só com as técnicas cranianas e de faixas.
Os aparelhos dentários: 3 conselhos:
• Deixe as crianças crescer
• Tire o aparelho 2 a 3 horas por dia para deixar respirar o crânio
• Reequilibre o crânio antes de pôr o aparelho

- Os adultos:
• As mulheres na gravidez: A melhor prevenção para os bebês;
• Ciática, lumbago, dor na coluna, hérnia de disco, entorses;
• Dor dos ombros, dor no pescoço, torcicolo;
• Problemas da articulação temporo-mandibular;
• Perturbações funcionais: enxaquecas, dor de cabeça, problemas digestivos, insônias, depressão;
• Problemas ginecológicos: cólicas, cistos nos ovários, problemas de fertilidade, infeções urinarias;
• Problemas de circulação, pressão alta;
• "Whiplash" ("Golpe de chicote" nas vértebras cervicais depois de um acidente de carro);
• É muito eficaz também para os idosos;
• E muito mais!

As contra-indicações:
A osteopatia não pode curar um ferimento, uma ulcera, uma lesão sobre um órgão, um câncer. Mas pode ajudar o paciente a se recuperar mais rápido, a estimular as defesas do corpo. Algumas técnicas, como as manipulações são contra-indicadas no caso de uma osteoporose, e são proibidas para as crianças.
Os osteopatas não são médicos e não o querem ser. Eles são Doutores em Osteopatia, conscientes de suas competências e de suas limitações

Qual é a situação hoje?
Regulamentada há mais de 50 anos nos Estados Unidos; reconhecida oficialmente como profissão na Inglaterra desde 1993; em via de reconhecimento oficial na Bélgica, França, Suíça, Áustria; em pleno desenvolvimento na Itália, Alemanha, Holanda, Suécia, Dinamarca, Finlândia e Noruega; dando os primeiros passos na Espanha e Portugal e praticamente desconhecida no Brasil, a osteopatia responde à uma demanda da população, seduzida por sua simplicidade e eficácia.
A osteopatia, que só precisa das mãos para curar, poderia trazer uma ajuda considerável a uma população carente em matéria de saúde.

Conclusão
Hoje, nós devemos curar com os elementos que temos a nossa disposição, sem negar o progresso técnico, usando as técnicas modernas à serviço do Homem em sua totalidade e não "em partes"! Nós precisamos perseverar e continuar na busca sempre. O osteopata se serve de suas mãos "que sentem, vêem, pensam e conhecem", de sua cabeça para raciocinar, e de seu coração para desenvolver sua intuição. É o caminho do coração, o caminho que cada um de nós deveria desenvolver. Desta forma, o Homem conseguirá seguir seu caminho na direção de uma vida com mais Amor e mais Luz.


Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   Numerologia  
 
Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp


Obrigado por votar
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   
Avaliação: 5 | Votos: 1
Atualizado em 19/10/2000 19:18:05

Violaine Fourcroy é osteopata e atende em seu Consultório. Tel: (11) 9442-7908
Email: violaine.osteo@caramel.com
Visite o Site do Autor

Veja também
4 segredos sobre uma DR de sucesso!
Permita-se ficar vulnerável
CRISPR: Evolução artificial
Não conheço o horário de meu nascimento...
Umbanda - A alegria dos filhos de fé
Adeus aos preconceitos!


Deixe sua opinião sobre este artigo


© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo do Site.


Energias para Hoje
domingo, 17 de novembro de 2019

energia
I-Ching: 18 – KU – A REAÇÃO
Agora é o momento certo para deixar de hesitar e agir. Energia e boa vontade são indispensáveis.


energia
Runas: Raidho
Analise novas oportunidades, mudanças para melhor.


17
Numerologia: Finanças
Dia de disciplinar, organizar, estabelecer planos, ser prudente e enxergar longe. Procure progresso e o atrairá, esteja alerta para possibilidades de ganhos, pois as oportunidades surgirão.




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes





 
© Copyright 2000 - 2019 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa