Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 

A orquídea branca... e o medo de ter medo...

A orquídea branca... e o medo de ter medo...
Publicado dia 27/02/2004 11:52:08 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp   chat aura

Esta história da orquídea - narrada na semana passada - aconteceu bem pertinho de mim... eu podia ver todos os dias a flor protegida pelo plástico sempre que olhava pela minha janela... e isso mexeu fundo comigo... De alguma forma... lá dentro de mim... existia uma parte orquídea branca que eu também estava protegendo da vida...

Lá dentro eu tinha a orquídea... e a mulher que, protegendo a orquídea... a impedia de viver...

Como o Universo é mesmo mágico, essa orquídea apareceu justo no momento em que eu estava pronta para reconhecer e liberar essas partes...
Estou passando por um renascimento... muito profundo... depois de muitas pequenas mortes... E isso externamente veio em forma de um novo trabalho... mais uma parte do meu Dom descoberta... e uma arrumação completa nos meus armários... internos e externos...

Fui nos cantinhos mais profundos das cavernas do coração e mexi em coisas que estavam há muito guardadas e esquecidas... e o aparecimento da orquídea veio no ponto da mudança onde os efeitos já podiam ser vistos no meu mundo... e me inspirou aquela história e uma busca interna mais atenta pelo que ainda era a orquídea protegida em mim...

Aproveitei o espelho que o Universo colocou bem diante da minha janela em forma de flor... e fui buscar dentro, bem lá no fundo...

Sempre que estamos prontos para dar um novo passo e investimos trabalho e energia nessa busca por mais consciência... o Universo nos proporciona tudo que precisamos para alcançar este novo estágio....

E foi assim que descobri de forma clara, uma parte minha que estava superprotegendo e não me permitindo viver... descobri... porque já era o tempo de tirar essa proteção... Entrei em contato com essa parte tão guardada.... sem medo e sem fugir das lágrimas que ainda precisavam ser choradas...

Contei com toda a ajuda do Universo que de forma encantada me trazia os sinais que confirmavam as minhas descobertas com tanta clareza que eu não tive nenhuma dúvida.

Hoje... passando perto do jardim... onde a orquídea branca ainda estava com a proteção... senti uma profunda compaixão pela flor...

Então, resolvi mostrar para a mulher - dona da orquídea - a história que escrevi por inspiração daquela flor. Ela se sentiu muito tocada pela história porque também entendeu muitas coisas.... e, como por magia e encantamento do Universo... me pediu para tirar o plástico que protegia a orquídea...

Isso me deu tanta alegria e profunda gratidão que nem conseguia acreditar que estava tendo aquela oportunidade de estar permitindo à linda flor viver ainda a chuva... o sol... o vento... a lua...

O ato de tirar cada prendedor que segurava o plástico me dava a sensação de que eu estava liberando um tênue fio que ainda me prendia a um passado... e uma sensação muito boa de liberdade e de mais inteireza foi chegando suavemente...

Parece que eu estava recuperando um território perdido e esquecido de mim...

Muitas vezes... a gente encontra mil formas de evitar viver coisas que nos fariam mais inteiros... usando a superproteção como uma forma de esconder o nosso medo da vida...

Existe um medo que é saudável porque nos alerta para os perigos que são reais... mas muitos dos nossos medos são só lembranças de medos antigos criados a partir de experiências que nos fizeram sofrer um dia... nessa ou em outras vidas... e que nos afastam da possibilidade de sequer tentar viver de novo aquelas experiências...

Esses medos tentam nos impedir de entrar em contato com a mesma dor que um dia o originou... e nos protegemos tanto que acabamos nos protegendo da vida... e de nós mesmos...

Eu percebi... pela minha experiência... que a causa do medo não existia mais... nem eu existia mais, naquela forma quando um dia... aconteceu a origem daquele medo...
Olhando tudo percebi que aquilo não dava mais nenhum medo a quem sou eu agora... Vi que o que restava era só medo de ter medo... e era disso que eu me protegia me impedindo de viver em algumas coisas... pela menor possibilidade de entrar em contato com esse medo de ter medo...

Assim... foi um presente para mim... hoje... poder tirar a proteção daquela linda orquídea branca que... agora... enfeita o jardim e vive... A chuva... O sol... A lua...
A Vida...
Feliz...

por Rubia A. Dantés

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo


Obrigado por votar
starstarstarstarstar
O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp   chat aura

Sobre o autor
Rubia A. Dantés é Designer, cria mandalas e ilustrações em conexão...
Trabalhos individuais e em grupo, com o Sagrado Feminino, o Dom e o Perdão...
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor





horoscopo


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa