Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Abraços

por Wagner Borges
Abraços
Publicado dia 20/02/2004 15:31:30 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Foi constatado pelo meu coração que as pessoas deveriam se abraçar muito mais. Um abraço vale mais do que mil palavras! Vale mais do que um beijo.
O abraço é capaz de unir coração com coração, peito com peito, pranto com pranto. São braços que se entrelaçam, são corpos inteiros que se imantam, são mãos que se cruzam e que acariciam você por detrás do coração.
Existem abraços de todos os tipos: os duros, dados por aqueles que temem; os macios e acolchoados, ofertados pelos que se entregam; os distantes, daqueles que abraçam você com meio corpo e os vazios, por aqueles que não completam você. Mas, verdade seja dita, o abraço é a maior expressão física do amor. Você até pode beijar as pessoas com os mais variados motivos: o carinhoso, o sensual, o trivial, o traidor... Entretanto, não se consegue abraçar fortemente uma pessoa que não se sente.
O abraço é o elo mais profundo. É o que faz você chorar de vez em quando. É a explosão da alegria de um gol. É o gesto inicial do encontro e a palavra final da despedida. É o momento natural quando somos capazes de nos entregar de peito aberto. O abraço é mediúnico, quando incorporamos, em nós, um ser humano.
Quando você me abraça, o mundo se enche de graça!
Quando você me acarinha, meu peito se aninha ao seu!
Quando sinto o seu abraço, um forte laço se faz entre nós!

Abraços.

- Maurício Santini - 2004
Nota de Wagner Borges: Mauricio Santini é jornalista, escritor, poeta e espiritualista. É meu amigo há muitos anos, e sempre me emociono com os seus textos brilhantes e cheios de daquele algo a mais que só os grandes escritores e poetas possuem. Para ver outros textos dele, basta entrar em sua coluna na revista on-line do site link



YEMANJÁ - NAS ONDAS DA LUZ E DA CURA ESPIRITUAL

Meus irmãos de estudo espiritual, cachoeiras de luz jorram do Eterno Amor em todos nós. Quanta nobreza revestida de pureza ingressa em nossos corações, de forma sutil, além do sentir normal.
Bem ali, nas esferas sutis do céu do coração, poderosos jorros de ananda* operam a limpeza de antigas mágoas e inspiram às renovações necessárias.
Hoje é um dia auspicioso!
A Mãe Divina está comandando as águas da sabedoria e lavando as velhas feridas das almas. Ela flutua sobre as águas e movimenta as mãos em passes transcendentais.
No mundo ninguém vê, mas ela está aqui, e felizes são aqueles que são abraçados por Ela.
No movimento de suas ondas, a luz do amparo, o amor incondicional, e a paz silenciosa jorrando nos corações.
Que dia auspicioso!
Yemanjá está aqui! E as águas dançam sob o seu comando.
Felizes daqueles que perdoam e se despojam das mazelas da vingança. Sim, são felizes todos aqueles que nadam nas águas do perdão e da luz. São seres ditosos, pois não carregam a maldade em seus corações.
E a Mãe sabe o que se passa no íntimo de cada um. Sabe quem são os iniciados e acompanha os seus rumos no mundo das provas.
A Mãe levanta o véu do desespero e da dúvida, e revela poderosos jorros de energia operando a favor dos portadores de passos justos e das atitudes generosas no seio do mundo.
Que dia auspicioso!
Onde a Mãe visita os filhos da espiritualidade, parte as correntes e liberta as almas cativas de antigas dores.
Que banho luminoso secreto Ela dá!
Que ondas de amor no ar!
Que caminhos Ela abre!
Que almas Ela liberta! Que homens Ela inspira!
Nas águas secretas, poderosos jorros de luz e cura sob o comando de Yemanjá, a Senhora das Águas, a Mãe do amor em todos nós.
Que dia auspicioso!
Que as ondas sutis nos levem ao sorriso, ao perdão, à consciência, e a coragem de enfrentarmos as provas do caminho.
Yemanjá, Mãe da águas, Mãe de todos nós, que dia maravilhoso!
Nesta cidade de Salvador, onde a Mãe das águas dança, cura e diz:
Sejam felizes, meus filhos!"

Paz e Luz.
- Os Iniciados -
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges - Salvador - 2004.)
* Ananda (do sânscrito): Bem-Aventurança, Êxtase espiritual.OBS.: Não sou umbandista nem sigo nenhuma doutrina espiritual criada pelos homens da Terra. De forma universalista tento passar um pouco das vivências espirituais que ocorrem comigo desde a adolescência, seja no âmbito das experiências fora do corpo ou da mediunidade, ou mesmo por intermédio de poesias, contos, canções, e artigos técnicos sobre vários temas também.
Não me move nenhum tipo de ego ao passar essas vivências. Repassando-as e compartilhando um pouco da espiritualidade nisso, na verdade cumpro um trabalho acertado com os amparadores que guiam os meus caminhos na vida. Só eles e eu mesmo é que sabemos a quantas anda esse serviço (programação existencial), ninguém mais.
A orientação deles é a de sempre veicular a espiritualidade de forma universalista e com linguagem simples e acessível a todas às pessoas. Na medida do possível, venho tentando fazer isso de forma digna e honesta. É um trabalho ao qual me sinto feliz de realizar, sempre com a nítida noção de que compartilhar experiências espirituais ajuda a outros mais a compreenderem os seus próprios processos de desenvolvimento espiritual.
Também tenho noção de que o maior beneficiado nisso tudo sou eu mesmo, pois tentando passar algo bom, vou eu mesmo melhorando um pouquinho e esgotando velhas deficiências que carrego.
Não sou mestre espiritual, guru ou conselheiro de ninguém, sou só um cara (com defeitos e qualidades, igual a todos os seres humanos que reencarnam na Terra) que o pessoal extrafísico escalou para um serviço de esclarecimento espiritual, e que na medida do possível vem tentando ser fiel ao seu compromisso consciencial.
As trancos e barrancos, vamos indo, de forma universalista e aberta (coisa que incomoda a muitas pessoas bitoladas em alguma área espiritual e que acham que só os seus parâmetros doutrinários é que são bons), sempre tendo em mente de que só O Grande Arquiteto Do Universo é que poderá avaliar o que se passa no coração e na mente de cada um. Só Ele é que poderá dizer o que é bom mesmo, além da falácia dos sentidos transitórios e dos julgamentos dos homens da Terra, tão preocupados em apontar o dedo para os outros, mas sempre esquecendo de olhar para suas próprias mazelas conscienciais.
Finalizando esses escritos, deixo uma pequena orientação que recebi de Ramatís, e que procuro cumprir fielmente (ainda que de forma imperfeita, mas esforçada e sem medo de tentar, e não como um enviado celeste ou escolhido espiritual, mas apenas como um ser humano consciente e responsável do quanto precisa melhorar e crescer) no trabalho espiritual do qual fui incumbido:
"Pouco importa o lugar onde você estiver. O importante é fazer um trabalho espiritualista sadio e honesto, visando o esclarecimento espiritual da humanidade. Seu trabalho é difundir os conhecimentos espirituais pelo orbe terráqueo. Por isso, não seja somente um técnico em Projeciologia, que é a área que você mais aprecia. Estude de tudo e mantenha sempre a consciência aberta para todas as filosofias espiritualistas. Entre nas universidades, mas não se esqueça do terreiro de Umbanda, do Centro Espírita, do Templo Budista, da Loja Maçônica, da Loja Rosacruz, do Grupo Teosófico, da Academia de Ioga e dos Grupos Espiritualistas em geral.
Mantenha-se à margem de qualquer injunção sectarista em seu trabalho e procure adaptar seus conhecimentos de Projeciologia e Bioenergia ao conhecimento tradicional do Espiritualismo como um todo.
Exponha os conhecimentos de maneira simples, clara e objetiva, para que todos possam entender. Você será criticado por isso, mas não ligue. A cada crítica, dê como resposta TRABALHO, TRABALHO, TRABALHO..."

(Trecho extraído do livro "Viagem Espiritual" - Wagner Borges - Editora
Universalista - 1993.)


estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  



Sobre o autor
wb
Wagner Borges é pesquisador, conferencista e instrutor de cursos de Projeciologia e autor dos livros Viagem Espiritual 1, 2 e 3 entre outros.
Visite seu Site e confira a entrevista.
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Transcomunicação Instrumental
artigo A liberdade de ser
artigo Você sabe quais os benefícios de um atendimento de radiônica?
artigo Do Oran Mor aos corações apaixonados pela Luz





horoscopo


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa