auravide auravide

Algumas palavras na luz

por Wagner Borges
Publicado dia 15/08/2008 12:08:55 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

(Postado na Lista do Grupo de Estudos do IPPB na Internet)

Pessoal, passei a limpo um texto antigo. É um dos escritos mais importantes que já fiz (e que ser humano da Terra, plano das emoções manifestadas na carne, pode se considerar fora do conteúdo dos toques conscienciais aqui inseridos?).

Às vezes, lendo um texto desses, de que eu nem me lembrava, entre tantos outros escritos, fico agradecido a um Poder Maior que me permite estar aqui para escrever coisas assim.
E, pergunto novamente:
Quem é humilde - e forte, por isso mesmo -, o suficiente, para reconhecer os véus escuros que prendem o seu divino potencial e mudar algo, dentro do coração, para fazer os olhos brilharem muito, mesmo em tempos fortes de Maya?
Quem é capaz de perdoar realmente e fazer uma nova canção de vida?
Quem consegue reconhecer a Luz e fazer jus a Ela?
Quem consegue ser gente, mesmo sendo espírito?
E quem reconhece ser um espírito, aqui e agora, mesmo no meio de tanta gente?
Quem é capaz de carregar um grande amor num pequeno coração humano?
Quem chama a Luz, a não ser a própria luz, por semelhança?
Então, como dizem os sábios espirituais, "quem quer mais Luz, que seja Luz!"
E, quem compreenderá isso, a não ser alguém que também busca essa Luz?
O que, no mundo, ninguém vê, o Céu lê nas entrelinhas do coração, e compreende...
Que, pela Luz que cada um irradia em torno de si mesmo, aparece a verdade de cada um.
Que os grandes ladrões da Luz do coração são os pensamentos negativos e o orgulho.
Que não adianta andar no mundo com pose de campeão, se, por dentro, a Luz é pequena.
Que grandes vôos exigem asas fortes e disciplina, e não ter medo de altura.
Que só ganha altura quem larga o peso. E só encontra a Luz, quem quer a Luz, realmente.
E, quem compreende isso, a não ser alguém da Luz? Talvez, Alguém Maior, que tudo sabe.
Alguém que compreende as canções e as entrelinhas do coração... O Amor Que Ama Sem Nome, O Profundo, O Supremo, O Todo que está em tudo!
Que, às vezes, fala aos homens por meio de outros homens, na mesma Luz.
Outras vezes, Ele fala direto ao coração ou no cerne da canção.
Mas, nesse mundo de (Maya – do sânscrito - ilusão; tudo aquilo que é mutável, que está sujeito à transformação por diferenciação.) Maya(*), quem escuta? Quem compreende?
E quem é forte para carregar a Luz das estrelas num pequeno coração?
Quem é capaz de mudar a canção do egocentrismo pela canção da consciência cósmica?
E de carregar o sol na cara, mesmo em meio à escuridão e o materialismo exacerbado?
E, ao mesmo tempo, ser professor e médico da própria alma?
A Luz chama a Luz. Quem quer mais Luz, que seja Luz!
Quem compreende isso, em seu coração, realmente compreende...

Clique aqui e leia o texto atualizado e com as notas de rodapé adicionadas.

Um abraço a todos.
Wagner Borges - seu colega de evolução.
São Paulo, 31 de julho de 2008.


estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  



Sobre o autor
wb
Wagner Borges é pesquisador, conferencista e instrutor de cursos de Projeciologia e autor dos livros Viagem Espiritual 1, 2 e 3 entre outros.
Visite seu Site e confira a entrevista.
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Não se trata do que eu devo nem do que eu quero...
artigo Infeliz
artigo O sagrado
artigo Tenha uma vida afetiva abundante


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa