auravide auravide

As melhores coisas da vida, não são coisas...


Já fazem muito anos que ouvi este ditado:
As melhores coisas da vida, não são coisas...
Não se toca, se sente...


Ouvi, gostei e, fiquei com ele na minha mente, sem saber exatamente, o que deveria interpretar. Naquela época eu não sabia o que fazia aqui no planeta terra.


Na sequência dos dias, meses e anos, levei para a esfera AMOROSA. Fiquei pensando nos detalhes de uma relação e, o quanto é importante que, no amor, não se tenha posse... A posse gera ciúme e, ele, nada mais é, do que nossa profunda insegurança sendo revelada. Fomos adestrados para não perder o que temos. Portanto, aqui já começa a interpretação adequada, de que as melhores coisas, não se toca, não é propriedade, mas sim, satisfação e compromisso ético junto a nossa parceira (o).

Mais tarde, entrei na esfera da AMIZADE, e também, fui muito longe interpretado o que são os "toques" da expressão: Não se toca, mas se sente... O que significa isso, numa relação amiga, no verdadeiro sentido da palavra tocar?... O que é ser um amigo verdadeiro?

Outro ditado diz: Quer saber se você tem amigos? Dê uma festa. Ajude aquele que precisa... Quer saber, na sequência, quais são os verdadeiros?
Fique doente...


Analisando novamente o ditado, não se toca, mas se sente, de forma ainda mais ampla levei ele para a esfera EMPRESARIAL... Comecei a analisar e intepretar as pessoas que trabalham numa empresa e, as que buscam apenas emprego e cumprir horários... As empresas do futuro não terão mais hierarquia e sim COMPROMETIMENTO... Logo, o verdadeiro colaborador é aquele que tem postura de dono da empresa. É preciso sentir a empresa, na verdadeira acepção da palavra. Jamais competir com um colega de trabalho. Jamais gerar despesas ou custos desnecessários. SENTIR e não tocar...

Finalmente levei o ditado para a esfera de FÈ e comecei a perceber a necessidade que temos de entendermos as nossas crenças com fé e verdadeiramente sentir que somos ENERGIA, em processo de evolução.

Olharmos para a imensidão do Universo e entendermos que somos parte dele. Portanto, o corpo está emprestado e somos, efetivamente, energia. Assim não é tocar e sim sentir...


Sabermos interpretar cada palavra falada e, darmos a ela, a verdadeira noção de seu sentido e significado. Entendermos de maneira segura o que falamos e, o quanto plantamos, em cada palavra colocada no Universo.

Fácil tudo isso? Óbvio que não, porque somos reféns de nossas educações e, eventuais adestramentos religiosos, que tivemos.


Olhar para nosso interior e analisarmos o que verdadeiramente somos, nos ajuda, em muito, saber avaliar, ao nosso favor, cada ditado ou frase que recebemos. Eles e elas, não chegam até nós, por obra do acaso...

Na realidade, quando entendermos e, exercitarmos, que a alegria do outro, seja a nossa alegria de essência, já podemos dizer, que sabemos sentir, sem precisar tocar.

Não resolve nada só saber, temos que aplicar e assim adquirirmos SABEDORIA.

Cuide-se. Sinta a sua energia.


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 442


saul
Saul Brandalise Jr. é colaborador do Site, autor do livro: O Despertar da Consciência da editora Theus, onde mostra através das narrativas de suas experiências como extrair lições de vida e entusiasmo de cada obstáculo que se encontra ao longo de uma vida.
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa