auravide auravide

As 70 palavras mágicas que começam com P - Parte 13


Hoje, para você, a palavra Pacífico.

Num primeiro momento esta palavra nos remonta a um gigantesco Oceano que banha o mundo do lado de lá do Atlântico. Numa outra reflexão, remonta àqueles olhares de certos mestres. Olhares penetrantes, bondosos, meigos, de um amor incondicional que só pode vir mesmo do alto do Universo. Um olhar do outro mundo.

Quando me deparo com um olhar destes sinto-me protegida frente à quantidade de amor e compaixão que eles transmitem e ao mesmo tempo tenho a certeza de que este olhar pacífico quer me dizer “Continue acreditando e praticando a impermanência, o desapego, a anulação do julgamento, a bondade, a generosidade e o amor incondicional” (Sem condições. Não pede nada em troca).
É um olhar que está sobre e além de tudo, como que apontando o caminho para a eterna paz e felicidade.
Nada prende este olhar pacífico. Bens materiais, sentimentos, desejos, apegos.
Eles não querem nada deste mundo e numa piscadela cúmplice estão nos dizendo que também não convém que a gente queira.

Não há nada fora de nós. Não há nada fora deste olhar. Está tudo dentro, no íntimo, no oceano das nossas almas eternas e infinitas. No oceano pacífico de cada um de nós.
Tenho visto este olhar em muitos mestres que vão passando pela minha vida. Um deles foi num encontro com um Venerável que a Bel César me possibilitou aproximar quando as relíquias dos budistas estiveram aqui no Brasil pela segunda vez. Olhei aquele olhar bem de pertinho e as lágrimas verteram dos meus olhos. Eu não queria chorar. Não sabia que ia chorar. O meu Espírito chorou de alegria no reencontro com o Espírito dele. Eu não conseguia parar de chorar. Não me sentia diminuída ou impotente. Nada disso. Me sentia profundamente feliz. Meus olhos e meu corpo queriam abraçar aquele ser que estava na nossa frente olhando a nossa alma através de todo aquele espaço.

Sim, somos todos seres de luz. Viemos todos da mesma fonte. Estamos aqui buscando esta religação que o mundo do ego nos roubou. Estamos aqui em busca daquele estado de não medo que tanto nos liberta.
Busco este olhar pacífico por todos os lugares que ando e o tenho visto cada vez mais. Com certeza, porque, sem pretensão, sinto que este olhar já começa a fazer parte de mim. Portanto, ao estar dentro de mim poderá se mostrar fora de mim.

Acreditem: não há porque ter pressa. Não há porque sair correndo. Não temos para onde ir. A paz infinita, o caminho e tudo que você sempre procurou está atrás do seu olhar. Na parte de dentro do Universo sem fronteiras que só pode ser visto com a consciência.



estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


izabel
Izabel Telles é terapeuta holística e sensitiva formada pelo American Institute for Mental Imagery de Nova Iorque. Tem três livros publicados: "O outro lado da alma", pela Axis Mundi, "Feche os olhos e veja" e "O livro das transformações" pela Editora Agora.
Visite meu blog.
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa