Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

As sombras do passado

As sombras do passado Publicado dia 10/13/2006 11:53:07 AM em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Quem já não teve uma sombra do passado que a cada instante ameaça surgir, tornando seus dias horripilantes... R. uma grande amiga e participante do Projeto Mutação, teve uma experiência desse tipo, recentemente. Um namorado novo foi dormir em seu apartamento e teve um sonho/pesadelo. Logo que deixou o corpo, entrando no mundo paralelo e realizando o que denominamos de sonho, teve um encontro não muito agradável. Viu-se frente a frente com o ex-marido dela que ameaçou agredi-lo se ele permanecesse ali. Acordou sobressaltado, contando em detalhes o que vira e sentira. Estava arrepiado.

Ele sabia que R. tivera um relacionamento de alguns anos e que o seu antigo companheiro era ciumento e violento. No sonho, o homem que o abordou era exatamente ele, pela descrição que tivera. Pior para a minha amiga, pois perdeu no ato o novo namorado. Falou-me a respeito e eu procurei investigar o caso. Descobri que ela mantinha muitos objetos, roupas de cama, móveis e tantas outras coisas ainda do tempo em que vivera junto com o tal homem. Expliquei a ela que era necessário e urgente, mesmo, que se desfizesse de tudo, inclusive do apartamento.

Há casos em que uma nova pintura, sal grosso e umas defumações podem desfazer a energia que impregna o ambiente. Num caso desses em que a presença da criatura está muito evidente, interferindo não só em sua vida, mas conseguindo entrar no Universo de uma pessoa estranha, o procedimento tem que ser diferente, mais profundo e radical mesmo. E é bom ela se desfazer de tudo isso, pois vai permitir que haja uma total transformação em seu Universo energético. Vai exigir esforço para adquirir uma nova casa, desprendimento para se desfazer de objetos e móveis que eram de seu agrado, mas tudo isso trará uma recompensa maravilhosa. Ela estará principalmente se desfazendo de uma sombra que no passado atormentou sua vida e que ainda insiste em sobrevoar o antigo ninho, qual um corvo maquiavélico em busca de alimento para sua insensatez.

Essa transformação vai, por assim dizer, “escondê-la” e transferi-la para outro raio vivencial, até porque atualmente ela pensa diferente e age com mais propriedade, atendendo mais ao seu coração na busca de suas metas, sonhos e decisões.
Quando você se desfaz de objetos e atitudes passadas, tira a referência, limpa seus rastros do caminho e tanto os processos de energia como as ações mentais daqueles que conviveram com você perdem o rumo - e você - de vista. E, mais importante, não conseguirão atingi-la porque estará vivendo em novo raio consciencial.

Explico melhor esta questão de raio existencial. Você pode, por esforço e decisão interna, mudar suas metas, suas atitudes e tomar decisões diferentes para sua vida. Feito isso, passa a viver com hábitos novos, descobrindo sua própria história e realizando um novo caminho. A partir dessa mudança você passa a ver, ouvir e sentir de maneira diferente as pessoas e o Universo. Passa a viver em “outro mundo” ou outro raio consciencial.
As criaturas que pertencem ao seu passado passarão a não entendê-la e a tendência é que se afastem, enquanto outras pessoas se aproximarão trazendo novas amizades e caminhos diferenciados.

A propósito, esta questão de se ter em casa algo que reacende uma chama quase apagada, tem a ver com o costume que algumas pessoas têm de guardar roupa dos mortos queridos; deixar na parede espelhos quebrados ou ainda manter no jardim plantas que um visitante “secou” com seu “olho gordo”.

Espelhos quebrados, relógios parados objetos que não tem mais utilidade devem ser jogados fora e a roupa de quem partiu para o outro lado, deixando o corpo (por morte) podem ser doadas para uma instituição ou para pessoas. Antes, lave e passe as roupas, realizando um processo de gratidão para aquelas roupas que vestiram a pessoa querida. Com isso, você está respeitando o dono daquela roupa e evitará a transferência da energia dela para outras criaturas. Muitas pessoas têm tanto apego por suas próprias roupas que podem afetar quem receber a doação.

Quanto às plantas, A. L. viveu também uma experiência interessante. Ela tem dificuldade com sua gerente. Indiquei para ela o seguinte processo: coloque um espelho em sua mesa, toda vez que a gerente olhar para sua mesa, remetendo energia de baixo teor, o espelho devolverá para ela a energia emitida e recomendei que pusesse na mesa uma planta, dessas que tem poder de assimilação bem grande. No entanto, a planta secou, com o olhar da gerente. Então, solicitei que ela realizasse o seguinte processo: pegue a planta seca, embrulhe-a com papel de presente e coloque-a em água corrente, oferecendo-a para a deusa das águas. Com isso, você estará tendo uma atitude de gratidão e homenagem pelo sacrifício a que a planta se sujeitou para protegê-la e ao mesmo tempo estará dando a oportunidade para que a essência daquela planta fosse recebida pelos seres que dominam as águas e ali mesmo se preparasse para “habitar” um novo corpo vegetal.

Atitudes e processos desse tipo resultam do que tenho aprendido com o Xamanismo. Todos os seres da natureza estão em missão na Terra e precisam ser respeitados e gratificados pelas tarefas que realizam. Observem o trabalho que desempenham, por exemplo, essas plantas “protetoras”, como espada de São Jorge, arruda, alecrim, pimenteira e tantas outras. Dedicam seu “corpo vegetal” e suas vidas em favor de todos nós, purificando ambientes e realizando verdadeiras trincheiras protetoras para impedir que uma criatura possa prejudicar a outra, com o olhar ou com o pensamento.
E muitas outras que são sacrificadas para se tornar medicamento. Além das nossas irmãs árvores que nos oferecem carinho a proteção com suas copas frondosas, com flores que perfumam nossos caminhos e ainda nos prodigalizam o prazer dos frutos.


por Wilson Francisco


Obrigado por votar

O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Consulte grátis

Mapa Astral   Tarot   Numerologia  


Sobre o autor
Wilson Francisco é Terapeuta Holístico, escritor e médium espírita. Desenvolve o Projeto Mutação, um processo em que faz a leitura da alma da criatura e investigação do seu Universo, para facilitar projetos, sonhos e decisões, descobrindo bloqueios, deformidades e medos que são reprogramados energeticamente. Participe do Projeto Mutação confira seus artigos anteriores
Email: wilson153@itelefonica.com.br
Visite o Site do Autor

Veja também
Vencendo os problemas
Quando vai haver algo de realmente novo em você?



Continue lendo
Quem leva quem?
O ópio do povo
Efeito luz, efeito sombra
Energias negativas não entram nas pessoas por acaso

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa