Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

Autista no Além

Publicado dia 9/13/2002 3:10:55 PM em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

O autista é um ser que, por razões internas ou externas não "entrou" no mundo físico.

- Razões internas: são as da essência ou do Espírito: antes de entrar ou conectar-se com o corpo, decide desistir, tem medo, sente-se incompetente para a experiência.

- Razões externas: são as dificuldades no parto, por parte da mãe ou em face de situações pós-parto, como excesso de luminosidade, fórceps, demora ou pelo ambiente inadequado. Enfim há vários fatores que podem levar o nascituro à "recolher-se".

Hellen Wambach, autora do livro Vida Além da Vida, realizou várias experiências com adultos, regredindo-os à vida intra-uterina e constam nos relatórios dos pacientes, a percepção e sensações conseqüentes de que a essência espiritual, antes do nascimento, permanece agregada ou próxima do corpo em gestação, observando e sentindo os efeitos físicos e emocionais tanto da mãe como das pessoas que ali se encontram.

Estas impressões são marcantes e podem ficar em nossa memória por toda a existência, podendo também ser a causa de processos de autismo.

Vejamos as experiências da Dra. Hellen. Nessas, pelo que se vê, o ser/essência nada sofreu, encarando com naturalidade e compreendendo todos processos, mesmo os mais dolorosos.

1º caso - Minha mãe não me desejava. Certa vez tentou abortar e fiquei irado por ocasião do parto, porque ela pretendia divorciar-se do meu pai. Estou agora conscientizado de que parte do meu carma consiste em aprender a amar minha mãe, de qualquer maneira.

2º caso - Ao me ligar ao feto, dava-me conta de que minha mãe estava assustada, de início, posteriormente aceitou o processo com naturalidade.

3º caso - Foi uma experiência forte, não desagradável mas surpreendente, o meu nascimento. Enviei mensagens à minha mãe para que ela encarasse tudo como sensação e não como dor. Percebia, de forma clara, as atitudes das outras pessoas. Eu estava muito feliz por assumir esta vida.

A partir da leitura desse livro e de algumas experiências realizadas em grupos holísticos e espíritas eu introduzi em algumas vivências o exercício de retorno ao útero. Muitas marcas em nosso corpo e alma tem origem no momento da concepção. Este período, o da gravidez e do parto são fundamentais para a saúde física e mental da criança.

Pesquisadores realizaram o protótipo de um laboratório que simbolizava um útero e colocaram autistas, neste ambiente. Ali, eles tinham contato com sons e sensações semelhantes àquelas transmitidas pela mãe para o bebê quando este se encontra dentro do útero, mergulhado no líquido amniótico. A experiência foi de completo êxito, pois as crianças autistas apresentaram reações, tornando-se um pouco mais receptivas.

Realizei experiências semelhantes com um grupo de pessoas sensitivas e outras habilitadas criando através de uma ação mental um útero materno. A resposta da criança autista foi positiva. Envolvido nesse processo, Nick um garotinho autista de 7 anos conseguiu um nível de comunicação satisfatório com o grupo e com o seu avô, que participava da experiência.

De tudo que já li até hoje, o livro Autismo, do prof. Hermínio Miranda é o mais completo. Foi, aliás, a partir da leitura dessa obra que eu fiquei ainda mais interessando no assunto.

Ano passado, pesquisando assuntos para o Curso de Interpretação e Aplicação de Espiritismo que organizei, li o livro Autistas do Além, psicografado por Nelson Moraes, autoria espiritual de Eduardo, narrando o caso de Raul. É interessante e passo para vocês um resumo.

Raul deixara o corpo e aprisionara-se num processo obsessivo com a própria mãe. Espíritos Superiores convocados para cuidar do caso elaboraram um relatório onde informavam que a mãe, Elizete, zelara com excesso pelo filho e este vivera em seu tempo terreno num regime de dependência que lhe enfraquecera o caráter. A tibiez e a falta de vontade predominavam no temperamento do moço.

Em razão disso, na outra dimensão registrava com freqüência e nitidez o desespero da mãe aqui na Terra.

Um dia, vigilantes espirituais não puderam mais conte-lo e ele se evadiu de onde estava para se projetar no mundo físico, agarrando-se, como um menino medroso, à mãe.

Assemelhava-se a uma sombra irradiando ondas mentais e emocionais densas sobre o córtex cerebral da mulher, estabelecendo verdadeira e estranha simbiose.

Naquela situação a intervenção para separar um do outro era perigosa. Afinal, ambos se davam às mãos, espiritualmente, num consórcio energético intenso e dramático.

Espíritos coordenadores vão ao encontro de Elza, sua namorada, quando ainda habitava o mundo físico. Ela se comprometera, durante o sono físico, a ajudar o ex-namorado.

Assessorada, vai ao encontro dele e com o coração nas palavras fala com Raul. Ele estremece, parece ouvi-la, os laços afrouxam. O moço estava prestes a se desligar da mãe. No entanto, esta pressente a situação e com medo de perder o filho querido, agita-se e acorda.

Acordada, Elizete ainda sente o perigo e sabe que pode perdê-lo. Uma onda de pensamentos doentios a invade. É melhor morrer a perder o filho. A iminência de um suicídio põe em sobressalto toda equipe socorrista.

Alteram a estratégia e recorrem a Julia, empregada doméstica de Elizete e que era médium, atuando em um Centro Espírita próximo. Convocada, a mulher aceita o serviço de apoio. Sintonizada vai até a patroa convidando-a a fazer uma oração e a ir ao Centro Espírita. Nada consegue. A mulher não recebe com interesse o apelo da serviçal.

Arquitetam outro plano, novo e audacioso. Adoecer Elisa, a filhinha de Elisete, irmã de Raul. Com a filhinha doente ela se sente culpada por abandonar a menina. Inconscientemente, abre mão do apego ao filho desencarnado e esquece a idéia de suicídio.

Florinda, médium experiente do Centro Espírita, convidada pela empregada vai visitar Elizete e nesse encontro a Equipe Espiritual consegue realizar o desligamento de Raul livrando-o da mãe.

Desligado e sem uma condição satisfatória Raul entra num processo de Autismo, ausentando-se de tudo e de todos. Neste estado é levado a sessão mediúnica para receber auxilio. O universo de energias de amor que ele encontra no momento mediúnico acalenta-o. Sente-se reconfortado, revigorado.

Sintonizado com a médium, Raul vê a ex-namorada oferecendo um universo de carinho e compreensão que restaura suas forças e faz com que ele "volte" à vida.

Com o sucesso do empreendimento os Espíritos Coordenadores encaminham Raul para uma estância localizada na dimensão extrafísica, acompanhado de Elza, a ex-namorada e abnegada servidora.

O que posso dizer, disso tudo, é que a principal causa do autismo seja ele aqui na Terra ou na dimensão espiritual pode ser o desarranjo no sentir, no querer e no doar-se.

Na verdade, o amor é uma força que todos possuímos. Apenas não temos aprendido a aplicá-la. Encontramo-la desequilibrada nas paixões, perturbada no ciúme, transfigurada no ódio, controvertida no egoísmo e sublimada nos anjos.

Como exercício, ofereço para vocês este, que significa um verdadeiro recomeço para que o estágio terreno seja um tempo de paz e alegria em seu coração.ÚTERO MATERNO - O recomeço

Respire e Inspire. Sinta-se envolvido por uma luz branca, fresquinha que te envolve e conforta. Inspire mais uma vez, iluminando-se internamente.

Visualize sua mãe. Olhe-a com ternura e gratidão. Pense na beleza da vida. Está aí na sua frente a criatura que você escolheu para lhe dar a vida.

Tenha coragem e inteligência para perdoar mágoas e amar intensamente esta criatura divina. Sinta esta energia que te envolve. Deus está presente.

Agora, sinta-se diminuir. Você é um ponto de luz. Sinta-se abraçado, envolvido no corpo de sua mãe.

Mergulhe no útero de sua mãe. É o seu renascimento.

Você está envolvido por uma água aquecida. Há sons em torno de você.

Ouça o bater do coração, o sangue circulando ao seu lado. Você está nascendo. Sinta-se crescer. Os braços, as pernas, a cabeça.

Surge um canal à sua frente. Uma força. Um sopro movimenta seu corpo e você vai para este canal.

Atravessando o canal, surge um campo de flores. Sinta o perfume das flores, o cantar dos pássaros.

Abra os olhos. Você renasceu. Diga: Obrigado, Senhor. Pela vida e pelo corpo. Obrigado, mãe.


por Wilson Francisco


Obrigado por votar

O artigo recebeu 3 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Consulte grátis

Mapa Astral   Tarot   Numerologia  


Sobre o autor
Wilson Francisco é Terapeuta Holístico, escritor e médium espírita. Desenvolve o Projeto Mutação, um processo em que faz a leitura da alma da criatura e investigação do seu Universo, para facilitar projetos, sonhos e decisões, descobrindo bloqueios, deformidades e medos que são reprogramados energeticamente. Participe do Projeto Mutação confira seus artigos anteriores
Email: wilson153@itelefonica.com.br
Visite o Site do Autor

Veja também
Vencendo os problemas
Quando vai haver algo de realmente novo em você?



Continue lendo
Energias negativas não entram nas pessoas por acaso
Ano novo, vida nova?
Destruindo a felicidade!
Amor narcísico

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa