auravide auravide

Caminhando com o invisível

por Wagner Borges
Publicado dia 05/11/2020 17:03:27 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

O que é certo e o que é errado?
Quem sabe os mistérios que rondam os corações?
O invisível não se revela aos fracos de espírito e nem aos fortes de mente e de ego. Ele gosta de revelar-se apenas ao coração livre de ódio.
O buscador sincero não tem o que temer.
Na trilha espiritual, ele encontrará muitos questionamentos, responsabilidades e muito serviço, pois não há facilidades na caminhada iniciática e nem o jogo hipnótico das luzes ilusórias do mundo toldando o seu discernimento.
No entanto, há presentes de luz em meio ao trajeto. Eles são depositados pelos Devas* em pontos estratégicos da jornada da alma.
A cada etapa iniciática superada, surgirão novas responsabilidades, novas tarefas e mais serviços prestados pelo bem de todos...
Na senda da luz, não há julgamentos, só há escolhas e repercussões.
Há aqueles que caminham e aqueles que estacionam nas frivolidades de seus egos.
Há os que se esforçam e suam sangue pelos objetivos vislumbrados, mesmo em meio a todo tipo de adversidade.
Outros espetam os companheiros de jornada, semeiam discórdias e estacionam em meio aos sorrisos irônicos e atitudes tacanhas.
Enquanto isso, os Devas registradores do caminho anotam os procedimentos mentais, emocionais e carnais de cada um.
Ao longo do caminho, eles continuarão deixando presentes de luz, mas também deixarão pacotes contendo diversos pedregulhos cármicos**.
Eles sabem bastante sobre sintonia espiritual: cada um encontrará o pacote cheio com o conteúdo relativo ao que estiver em seu próprio coração.
O que é certo e o que é errado?
Os Devas sabem a resposta, mas não dizem...
Em seu silêncio, eles seguem deixando os pacotes nos pontos estratégicos do caminho espiritual, pois sabem que, quem os abrir, receberá o presente adequado e compatível com o tipo de atitude que manifestar na trilha.
O invisível está repleto de Devas e eles falam somente ao coração que trabalha e respira a atmosfera dos propósitos justos.
Como ensinavam os antigos hierofantes** do Egito e da Grécia, “O Inefável é invisível aos olhos da carne, mas é visível à inteligência e ao coração.”

Paz e Luz!
Wagner Borges – mestre de nada e discípulo de coisa alguma.

- Notas:
* Hierofante - dentro do contexto das iniciações esotéricas da antiguidade, era o mestre que testava os neófitos (calouros) nas provas iniciáticas.
** Cármicos – do sânscrito Karma; ação, causa - toda ação gera uma reação correspondente; toda causa gera o seu efeito correspondente. A esse mecanismo universal os hindus chamaram carma. Suas repercussões na vida dos seres e seus atos podem ser denominados de consequências cármicas.
Obs.: Enquanto eu passava essas linhas a limpo, rolava aqui no meu som uma linda canção da vocalista Ajeet Kaur, evocativa do mantra “Om Gam Ganapathaye Namah” (associado na Cosmogonia Hindu às vibrações de Ganesha, filho de Shiva e removedor dos obstáculos.) Então, deixo, na sequência, o seu link no YouTube.
link


estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 164 Votos

Gostou?   Sim   Não  



Sobre o autor
wb
Wagner Borges é pesquisador, conferencista e instrutor de cursos de Projeciologia e autor dos livros Viagem Espiritual 1, 2 e 3 entre outros.
Visite seu Site e confira a entrevista.
Email: eippb@uol.com.br
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Pontes Imagináveis
artigo Auto avaliação
artigo Recado espiritual de um Amparador Budista
artigo O que significa viver no presente?


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa