Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Como ver luz na sombra

por Bel Cesar
Como ver luz na sombra
Publicado dia 07/02/2007 17:41:31 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Nada é totalmente negativo. Há pouco tempo, perguntei ao meu mestre, Lama Gangchen Rinpoche, o que ele achava sobre a previsão do calendário Maia que vê o final do ciclo atual no ano de 2012, quando tudo se extinguirá para o início de uma nova era: um período de regeneração, com o surgimento de tecnologias não-materialistas e ecologicamente harmônicas. As previsões maias dizem que mudanças climáticas e geográficas vão começar a ocorrer, e que em 2012 entraremos num período de grande paz. Rinpoche disse que já havia ouvido falar sobre esta previsão, e que gostaria até mesmo de concordar com ela, mas a natureza da realidade relativa é sempre dual: o positivo e o negativo estão sempre presentes.

Desde que escutei este comentário de Lama Gangchen Rinpoche, tenho procurado reconhecer o a natureza positiva das situações extremamente negativas. Busco fazê-lo sob uma leitura justa da realidade e não como o "jogo do contente" conhecido pela história de Polyana, que buscava ver sempre o lado melhor das coisas, iludindo-se sobre a realidade.

Quando algo negativo ocorre inesperadamente, inevitavelmente passamos por um período de choque paralisante no qual dificilmente podemos perceber como aquela situação caótica poderá nos trazer algo positivo.

Mas, depois de superado o choque, quando já temos condições de olhar para trás e analisar o caminho desde então percorrido, podemos avaliar como este fato aparentemente terrível foi capaz de catalisar acontecimentos muito positivos. Afinal, “graças a ele” conexões positivas foram ativadas, como contatos com pessoas capazes de nos trazer novas forças, um novo olhar sobre a vida.

Desta forma, podemos reconhecer a presença do positivo diante de um inesperado negativo, isto é, podemos incluir em nossa consciência a percepção de que nada é totalmente negativo. Desta forma, começamos gradualmente a relaxar para encontrar uma condição mais suave diante de uma crise aparentemente aguda e sem saída.

Recentemente, ao visitar uma amiga muito querida que sofreu um forte AVC, percebi esta capacidade de nos soltarmos diante da dor. Apesar de todas as dificuldades, no momento em que não estávamos mais julgando a situação como certa ou errada, encontramos espaço para relaxar e sentir o amor de nossa amizade: choramos juntas a dor presente naquele momento. Depois ela me disse: “É tão bom poder me sentir inteira nas emoções”.

Diante da precariedade, há uma força natural que ajuda a nos manter de pé e seguir em frente.

Se você quiser saber mais sobre estas previsões de 2002 a 2013, consulte o item Nova Era na página do site link Mas o ponto que eu quero ressaltar neste artigo é sobre a importância de sabermos reconhecer a natureza positiva diante da negatividade, a luz diante da escuridão...


estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  



Sobre o autor
bel
Bel Cesar é psicóloga, pratica a psicoterapia sob a perspectiva do Budismo Tibetano desde 1990. Dedica-se ao tratamento do estresse traumático com os métodos de S.E.® - Somatic Experiencing (Experiência Somática) e de EMDR (Dessensibilização e Reprocessamento através de Movimentos Oculares). Desde 1991, dedica-se ao acompanhamento daqueles que enfrentam a morte. É também autora dos livros `Viagem Interior ao Tibete´ e `Morrer não se improvisa´, `O livro das Emoções´, `Mania de Sofrer´, `O sutil desequilíbrio do estresse´ em parceria com o psiquiatra Dr. Sergio Klepacz e `O Grande Amor - um objetivo de vida´ em parceria com Lama Michel Rinpoche. Todos editados pela Editora Gaia.
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Transcomunicação Instrumental
artigo A liberdade de ser
artigo Você sabe quais os benefícios de um atendimento de radiônica?
artigo Do Oran Mor aos corações apaixonados pela Luz





horoscopo


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa