Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Conexão entre o ego e o poder universal

por Fernando Bueno
Publicado dia 10/02/2003 12:34:01 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Capítulo 15

Toda consciência individual é a própria consciência universal.
Chamamos de ego separado a parte de nós que se esquece da sua conexão com o princípio da vida.

Quando começamos a tomar consciência do principio da vida, descobrimos que ele sempre esteve ali, mas nós não o percebíamos por que estávamos sob a ilusão de que existíamos separadamente.

No processo de evolução pessoal a consciência universal não se ¨manifesta¨, ela é a nossa essência em constante expressão. A evolução é o dar-se conta dela, entregar-se a ela e perceber que nós e o princípio da vida criadora somos uma coisa só.
No Plano da humanidade existe um conflito básico entre o anseio e o temor do Eu Verdadeiro, e em última instância todos os problemas psicológicos derivam deste conflito.

O nosso Ego cria a ilusão de que existimos separadamente e desta ilusão nascem os nossos medos e dúvidas que levam à batalha interior.
O termo religião significa religação e teria como função religar o Ego, hoje separado, à Essência. Por questões conhecidas, a função da maioria das religiões foi justamente a oposta. Utilizando-se do medo e da culpa ampliaram a separação, alimentando a ilusão de que a vida é o próprio Ego. Dividir para dominar.

Lamentavelmente esta manipulação se estendeu à educação, à economia, à política e a toda nossa cultura. Como conseqüência da ilusão da separação, tivemos também a falsa visão da dualidade. Nos colocamos na vida de maneira dualista e excludente e na obrigação de fazermos escolhas que na realidade são desnecessárias. Exemplos: optar pela razão ou pelos sentimentos, corpo ou alma, prazer ou dor, profano ou sagrado, etc.
Estas escolhas, a vivência de um OU outro, nos afastam da essência.
No plano unificado o “OU” é “E”.
A nossa verdadeira essência contém razão e sentimentos, corpo e alma, prazer e dor e tudo o mais que ilusoriamente dividimos. Apenas a Luz dentro de nós é real. E esta Luz nos causa mais medo que as trevas, pois estas nos são familiares.

A idéia de que possamos de fato ser bons o bastante, é uma ameaça tão grande ao Ego que ele saca suas mais poderosas armas para se defender. Nossa defesa contra a Luz é sempre uma forma de culpa que projetamos em nós mesmos ou nos outros.
Esquecemos que somos capazes de amar e sermos amados infinitamente, que o universo é capaz de nos sustentar eternamente. Quando sabemos que o amor é uma fonte infinita, que há todo tipo de abundância para todos e que ganhamos apenas o que damos aos outros, em vez de denegrir as outras pessoas passamos a abençoa-las e estaremos assim abençoando a nós mesmos. Acreditar que os recursos são finitos é uma maneira de viver no inferno.

Uma pessoa que obtém sucesso em uma área está apenas criando mais possibilidades para que os outros também consigam o mesmo. É nesse ponto do nosso desenvolvimento que nos ligamos à energia criadora, perdemos o medo de SER e entramos no fluxo da vida.

Diz o poeta Chico Buarque “... e pela minha lei a gente era obrigado a ser feliz...”
Não será esta a única lei do “poeta” que criou este mundo?!
A felicidade é mais um dever do que um direito!
Temos de aprender a pensar apenas pensamentos divinos. Anjos são os pensamentos da Essência e no paraíso os seres humanos são como anjos.
Anjos iluminam o caminho. Anjos não regateiam nada a ninguém, anjos não destroem, anjos não competem, anjos não controlam, anjos não contraem seus corações, anjos não temem. É por isso que cantam e é assim que voam.
Nós, claro, somos anjos disfarçados.
Abram suas asas...

SOMOS TODOS UM
Fernando Bueno

Leitura recomendada:
Um Retorno ao Amor
Marianne Williamson - Ed. Novo Paradigma



Segue abaixo o comentário de Sandra Torres

Deus mistério insondável, quando fez surgir a vida preencheu-a de tudo o que é perfeito para que fossemos eternamente felizes e não nos preocupássemos em gerar nada. Apenas usufruir gratuitamente de todas as maravilhas criadas.

Para que estabelecêssemos um contato com Ele, nos deu também o raciocínio e nossa consciência. Esta seria nossa voz interior, com a qual poderíamos manter o diálogo com Ele e perpetuar nossa aliança incondicional. Mas o ser humano em sua natureza instável, não soube lidar com a liberdade e a generosidade da vida. Com a sua imaginação, acabou criando um mundo de fantasias e ilusões distorcidas que dividiram o seu coração, portal direto do Amor, a Energia Pura. Este, dividido, ficou perturbado e assim não soube mais distinguir qual de fato era a sua realidade: a das ilusões ou a do Amor Real. Para se defender, aprendeu a articular mirabolantes planos de controlar os outros e a si mesmo, querendo tomar as rédeas do seu destino abruptamente, excluindo Deus de seus planos, ou pior, tratando-O como um ser punitivo.

Na sua rebeldia, distanciou-se cada vez mais da amorosidade divina...

Mas Deus continua Ele: gratuito, disponível, justo e misericordioso. Atento ao nosso chamado de perdão e compreensão. Porém nós estamos muito emaranhados em nossos achados e triunfos pessoais para perceber o que Deus quer de nós: que sejamos absolutamente responsáveis pela Felicidade que nos presenteou a Todos igualmente...

E Ele não tem culpa se avaliamos essa felicidade por valores materiais limitados...É necessário abrir a mente e se ver na perspectiva correta e, assim entrar em sintonia com os sentimentos elevados. Como num rádio, quando escolhemos a freqüência que queremos ouvir.

É preciso preparar-se, estar atento, despojar-se, livrar-se das perturbações mentais para começar a ouvir a doce melodia do coração que entra em ressonância com a leveza das coisas puras.

Quando Deus criou o mundo deu um sopro de luz em cada ser. Cada um de nós recebeu esta luz brilhando na mesma intensidade para que pudéssemos viver iluminados no Reino Rosado do Amor. Permitiu também que fizéssemos trocas sutis com as multicores que essa luz única (nossa aura) emana para que expandíssemos essa energia gerada por essas trocas e multiplicássemos seus efeitos por todos os cantos do universo infinito. Acontece que alguns seres não exercitaram bem as suas trocas e começaram a diminuir a corrente de energia que os fazia vibrar num todo harmonioso e com isso veio o desequilíbrio.
Alguns seres sugando a luz dos outros seres e outros tantos resguardando-se para não serem sugados. Sendo que sobraram apenas alguns que continuam fazendo valer a missão que Deus lhes deu com tanto amor...

Somos seres de Luz e temos o poder de obliterar a escuridão! Esse é o grande segredo, o grandioso mistério! Essa descoberta, num átimo de lucidez, nos enche de alegria, de infinitas possibilidades de evolução e também nos cientifica de que Deus é Amor, nos ama sem reservas e está consistentemente disponível para nos acolher a qualquer momento de nossa caminhada. Independente do que achamos que somos neste momento, Ele nos quer assim mesmo, exatamente como estamos: frágeis ou inteiros...

O Amor está em você, em cada gesto, palavra, sem receio...

Reconecte-se com Deus e não tenha medo da Felicidade!
Sandra Torres



- Formula de Florais do Cap. 15
Veja clicando aqui o artigo e a Formula Floral sugerida por Thais Accioly



- A meditação sugerida por Rúbia Americano Dantés para o Cap. 15:
"Da minha ligação com a Terra e com o Céu se manifesta a totalidade de quem sou".
Para Meditar sobre essa frase, clique aqui




- Exercício de Imagens Mentais do Cap. 15:

É fundamental que você esteja sentado num ambiente calmo e tranqüilo. Os pés devem estar firmes no chão, as mãos colocadas sobre as pernas e os olhos fechados do começo ao fim. Antes é preciso respirar até conseguir um estado de tranqüilidade e depois desta tranqüilização devemos fixar nossa meta colocando a atenção na intenção do exercício. Ou seja, responder mentalmente: porque estamos fazendo este exercício e o que queremos com ele.

Fazendo a conexão entre o ego e o poder universal

Veja, sinta, perceba-se sentado num rio que tem exatamente a sua largura.
Sinta que seu corpo represa e retém a água do rio.
Na sua frente nada. Nas suas costas muita água represada.

Esta imagem representa de que maneira atitudes mentais viciadas podem interceptar a força da vida, a Luz da Fonte Divina, os movimentos de mudança.

Respire uma vez e veja o rio expandindo-se para os lados, criando caminho para essas águas.
E agora sim faça por você, lavando todos os seus medos e levando todas as suas duvidas.

E sentindo-se livre entregue-se à água que vem do Divino...

E então respire e abra os olhos

Izabel Telles


estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Leia Também

Consciência: fascínio com a criação




Sobre o autor
clube Fernando Bueno é colaborador do Site.
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Cuide da sua energia
artigo O Invisível, visível, 2
artigo Quando as Estrelas Descem Para Dançar no Coração do Homem
artigo O poder do desinteresse








horoscopo



As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa