auravide auravide

Despertam no Planeta Terra - Parte 2


novas Técnicas para tratar a saúde e o bem estar dos seres humanos
Parte 2 – ARC (Análise e Reinformação Celular)


Se você acessou este artigo quero que saiba que ele só fará sentido se, antes de mergulhar nesta novíssima informação, você consultar a parte 1 que tem o mesmo título.
Para ajudar a compreender a técnica do ARC (Análise e Reinformação Celular) e do Biomagnetismo, vivenciei uma experiência com o Terapeuta e Master em ARC,
Manuel Alfaia, que prometeu vir a São Paulo em Janeiro de 2008 para falar um pouco sobre estas técnicas .
Manuel Alfaia pratica também o Biomagnetismo e recebeu-me no seu consultório na Calçada da Ajuda (Lisboa-Portugal) onde pudemos falar um pouco sobre algo tão novo, pelo menos para mim.

- Izabel: Manuel, conte para nós de forma bem didática o que é ARC e o que é o Biomagnetismo?
“Antes de tudo quero agradecer este espaço aberto pelo site somostodosum para que cada dia mais pessoas possam compreender e usufruir destas duas técnicas e de muitas outras que levam em conta o indivíduo como um ser holístico.
Agora, respondendo à sua pergunta de forma bem direta, diria que ARC (Análise e Reinformação Celular) é um processo de autoconhecimento. E o Biomagnetismo um processo seguro e eficaz de recuperar a saúde”.

- Izabel: Comece, por favor, falando como a ARC consegue detectar falhas no nosso sistema holístico?
“ Qual é o processo que, progressiva ou brutalmente, nos faz passar de um estado de saúde agradável ao mal-estar? De que modo se encadearam os eventos e os agentes destabilizadores que nos levaram a esse mal-estar, incómodo, doloroso mesmo, mas indefinível em termos clínicos, que nos aflige e que, com o tempo poderá “cristalizar" numa doença - essa sim definível por critérios clínicos, biológicos ou psicopatológicos?
A análise da ARC consiste em detectar os sucessivos passos desse processo de degradação, equilibrar energeticamente as correspondentes memórias patológicas e descrevê-las em linguagem clara - permitindo assim à pessoa entender o que se passa e iniciar o trabalho sobre si mesma, com o objetivo de cessar de alimentar as origens do seu mal-estar”.

- Izabel: Qual é a mecânica da memória dos nossos corpos?
“Quando reagimos de modo inadequado face a um acontecimento, é porque não dispomos, nesse momento, das informações necessárias para o enfrentar e aceitar. As memórias patológicas são o registro dos acontecimentos traumáticos que vivenciamos e de como lhes pudemos fazer face. Agora, sempre que nos acontece algo que entra em ressonância com essa memória, reagimos segundo o mesmo padrão repetitivo, o qual nos afeta e provoca mal-estar.
No exercício da ARC, acontece de recebermos pessoas que já fizeram um intenso e longo trabalho sobre elas mesmas. Inteletualmente entenderam claramente os seus problemas, mas não conseguem evitar de repetir os mesmos esquemas nocivos e sofrer fisicamente as suas consequências. ‘A cabeça entendeu, mas o corpo ainda não sabe’. A memória patológica, instalada ao nível das células, desvia as mensagens de controle e correção. As células lembram-se, respondem automaticamente e pagam o respectivo preço energético sob a forma de disfunções ou mesmo lesões, que mostram que o problema ainda não foi resolvido”.

- Izabel: E o que a ARC faz com estas informações?
“O tratamento energético e a verbalização da informação detectada durante a análise vão reinformar a pessoa em todos os níveis: físico, emocional, mental e inconsciente.
O método de Análise e Reinformação Celular foi criado, a partir das descobertas de auriculomedicina do Dr. Paul Nogier, pelo médico Dr. Michel Larroche e é atualmente ensinado e desenvolvido em vários países europeus” link

- Izabel: E como se aplica uma sessão de ARC?
“Uma sessão de ARC processa-se durante 60 a 90 minutos. O paciente fica confortavelmente deitado e completamente vestido. As informações são obtidas por tomada do pulso e detecção ao nível das zonas reflexas (sobretudo no pavilhão da orelha), usando filtros com banda passante de energia extremamente estreita. O tratamento energético é feito com diapasões. Normalmente, para obter resultados concludentes são necessárias três sessões, regularmente espaçadas ao longo de cerca de três meses”.

Espero que você, caro leitor do site, tenha conseguido entender um pouco mais sobre esta técnica tão revolucionária e que venha compartilhar conosco mais conhecimento sobre o Biomagnetismo, na Parte 3 deste artigo que publicará a continução da entrevista que fiz em Lisboa com o terapeuta e Master em ARC, Manuel Alfaia.
Manuel Alfaia [email protected]



estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


izabel
Izabel Telles é terapeuta holística e sensitiva formada pelo American Institute for Mental Imagery de Nova Iorque. Tem três livros publicados: "O outro lado da alma", pela Axis Mundi, "Feche os olhos e veja" e "O livro das transformações" pela Editora Agora.
Visite meu blog.
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa