Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

E-mails, mulheres e pérolas

por Adília Belotti
Publicado dia 03/12/2004 15:31:42 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Este foi o primeiro texto que escrevi neste espaço. Ao longo destes três anos em que estivemos juntos, vocês com certeza mudaram e eu também mudei. Heráclito, um filósofo grego que viveu no século 6 AC. já ensinava, muito antes de todas as descobertas da física quântica, que vivíamos num mundo em perpétua mudança, num eterno "vir a ser". E se algo parecia estático, isto era apenas fruto de uma ilusão. Alimentado pelo fogo cósmico, o universo fervilhava de constantes e sempre renovadas possibilidades.

Heráclito, tão cheio de razão! No entanto, só para contrariar, às vezes, a gente tem mesmo a impressão de que algumas coisas, sim, são imutáveis ou, pelo menos andam em círculos! A Internet chegou prometendo fazer grandes revoluções na vida da gente. E, ao que tudo indica, está mesmo fazendo isso. Mas pelo menos em um aspecto a grande inovação foi ressuscitar um velho e esquecido hábito: escrever. É, o e-mail está recuperando o gosto das pessoas pela palavra que não é ouvida, mas lida. Esther Dyson, uma superempresária do ramo da alta tecnologia, declarou certa vez para um site na Internet: "As pessoas vão investir em compartilhar conteúdos, em mandar mensagens umas para as outras, em passar momentos juntas. Isso vai ajudar a construir um novo tipo de comunidade". Em vez de trancar cada um de nós na frente da tela do computador, como todos temiam, a Internet está é abrindo possibilidades novas de encontros humanos. Quem sabe? Mas o fato é que aqui na redação a gente recebe e-mails de todo o tipo.

Chegam as dúvidas, os convites, os elogios e as críticas. E entre essas tantas coisas, a gente ganha algumas... pérolas. Eu recebi uma delas de uma amiga querida, que recebeu de uma prima americana, que tinha ganho de uma amiga canadense, que por sua vez... O e-mail tem isso também: em um minuto, o que você escreve se espalha pelo mundo. Pode ser um grito, um poema, uma bobagem, mas escrever um e-mail é um pouco como colocar uma mensagem na garrafa e lançá-la ao mar. O que você digita aqui talvez aqueça o coração cheio de saudades de um brasileiro no Japão ou faça um norueguês dar risada dessa língua engraçada e incompreensível. Chega a dar vertigem pensar nisso, não é? E faz a gente pensar...

Mas aí vai a pérola da minha amiga querida, que eu resolvi traduzir para você.

Toda mulher deve ter
...um amor antigo para onde voltar
e um outro amor, que traga de volta memórias de arrepios e ousadias...

Dinheiro bastante para mudar de vida e alugar um lugar só seu,
ainda que não queira ou nunca precise fazer isso.

Algo simplesmente perfeito para vestir, no caso do homem dos seus sonhos convidá-la para um encontro em uma hora.

Uma adolescência que ela esteja feliz em deixar para trás...

...e um passado saboroso o bastante para que ela possa contar histórias quando envelhecer.

Um conjunto de chaves de fenda, uma furadeira e um sutiã de renda preta.

Uma amiga que a faça rir...

...e outra que acolha suas lágrimas.

Uma peça de decoração que não tenha nunca pertencido a ninguém da família.

Oito pratos e oito copos de vinho impecáveis e uma receita especial, que faça seus convidados se sentirem honrados.

Um senso de controle sobre seu destino.

Toda mulher deveria saber
...como se apaixonar sem perder-se de si mesma.

Como largar o emprego, terminar o romance e discutir com uma amiga sem arruinar a amizade.

Quando tentar e tentar ainda...

...e quando desistir.

Que não pode mudar o comprimento das suas pernas, a largura de seus quadris ou o jeito de ser de seus pais.

Que sua infância pode não ter sido perfeita... mas já passou.

O que faria ou deixaria de fazer por amor.

Como viver sozinha, ainda que não goste da idéia.

Em quem confiar, em quem não confiar e porque nem uma coisa nem outra devem ser tomadas pessoalmente...

Toda mulher deveria saber
Onde ir...

...seja direto para o colo da melhor amiga ou para uma pousada no meio da mata,
quando precisar curar sua alma ferida.

Toda mulher deveria saber
O que é capaz de realizar
...em um dia
...em um mês
...em um ano.

"Apenas a força do Eterno em nós pode ousar
empreender a imensa aventura dessa escalada..."

Sri Aurobindo, no livro Sabedoria de Sri Aurobindo, Editora Shakti


estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  



Sobre o autor
Adília Belotti é jornalista e mãe de quatro filhos e também é colunista do Somos Todos UM.
Sou apaixonada por livros, pelas idéias, pelas pessoas, não necessariamente nesta ordem...
Em 2006 lançou seu primeiro livro Toques da Alma.
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Cuide da sua energia
artigo O Invisível, visível, 2
artigo Quando as Estrelas Descem Para Dançar no Coração do Homem
artigo O poder do desinteresse








horoscopo



As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa