auravide auravide

É Preciso Mudar...

por Saul Brandalise Jr.
Publicado dia 05/08/2005 13:02:49 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Nossa vida pode ser comparada a um circo. Cabe a nós decidirmos qual é o papel que vamos exercer no picadeiro. Um ilusionista, um malabarista, um palhaço, um trapezista ou ainda um domador de animais.

Deus nos deu o livre arbítrio e é com ele que iremos evoluir ou estacionar ou até mesmo, quem sabe, regredir. A opção é nossa. Responsabilizar os outros pelos nossos insucessos é buscarmos lama no deserto.

Posso ser um palhaço e fazer as pessoas rirem. Seria interessante para a sociedade e útil para meus amigos, nada mais faria do que produzir graça. Várias vezes nos comportamos como verdadeiros palhaços de picadeiro e achamos que as pessoas não percebem que nossa conduta é inadequada e inconveniente com o momento que estamos vivendo e da forma como estamos nos comportando.

Poderei ser um ilusionista e correr os riscos de acreditar nas minhas próprias ilusões, deixando assim de entender e aceitar a vida como ela é. Viver de ilusões é a maneira mais fácil de nunca conseguirmos entender o que realmente acontece à nossa volta. Vivemos longe da realidade e distante da verdade.

Poderei ser um malabarista e criar minhas próprias dificuldades e aprender com elas. O malabarismo nos ajuda a vencer o nosso dia-a-dia e a descobrirmos nossas verdadeiras virtudes.

Poderei ser um trapezista e administrar as minhas inseguranças da melhor maneira que a vida pode nos proporcionar. Quando mudo de um trapézio para o outro estarei solto no ar, preso apenas à minha mente e assim aprender que em toda mudança há incerteza.
Aprender que a vida exige exatamente isso: Desafiar a nossa tranqüilidade e nossa forma confortável e cômoda de levarmos as coisas nesta encarnação. Mudar é quebrarmos o maior paradigma de nossa existência: nosso conforto e nossa tranqüilidade. Mudar é entender a lei da evolução. Descobrir o que se faz aqui neste planeta e neste nosso pequeno mundo em que vivemos.

Poderei ser um domador e finalmente domar a fera da insegurança e da incerteza que vive dentro de mim. Combater os dois animais que habitam em meu ser: Um lobo e um cordeiro. Viverá aquele que eu alimentar com os meus pensamentos.

Este é o meu circo, e o seu, já esta montado? Você já se descobriu? É só olhar para o seu interior...
Com ele quero aprender que é preciso mudar sempre, dependendo da circunstância e dependendo da necessidade. Sou o que alimento em meus pensamentos. Vivo conforme o “circo que monto”.

Sei que iremos nos ver.
Beijo na alma



estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  



Sobre o autor
saul
Saul Brandalise Jr. é colaborador do Site, autor do livro: O Despertar da Consciência da editora Theus, onde mostra através das narrativas de suas experiências como extrair lições de vida e entusiasmo de cada obstáculo que se encontra ao longo de uma vida.
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Não se trata do que eu devo nem do que eu quero...
artigo Infeliz
artigo O sagrado
artigo Tenha uma vida afetiva abundante


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa