auravide auravide

Educando a Mente


Esta semana encontrei na sala de espera uma mãe com uma menina de uns 8 anos. A menininha, muito simpática, olhou para mim e disparou uma porção de perguntas que eu nem sabia bem como começar a responder.

A mãe então falou para ela:
- Fica quieta... você é muito faladeira!
Sentei-me calmamente ao lado da mãe e falei para ela, olhando para a criança,
- Ela é comunicativa!
Quando pude estar a sós com a mãe tentei fazê-la ver que quando ela chama a filha de faladeira a mente desta criança vai imediatamente procurar no seu arquivo central uma referência do que é ser faladeira e, se não encontrar, vai abrir um novo arquivo ligando a palavra à condenação ou repressão; com coisa negativa e inapropriada. E, toda vez que estiver falando vai se lembrar, inconscientemente, que é faladeira e que ser faladeira não é uma coisa boa. Portanto, é melhor parar de falar, parar de perguntar ou se interessar pelos outros e pelo mundo. Sendo que um espírito curioso é muito importante para o desenvolvimento e aplicação da inteligência. Já pensou o que seria do mundo se os inventores, cientistas e poetas não fossem curiosos?

Aproveitei para mostrar como a mente funciona e que, por não ter julgamento ou valores fixos, a mente opera por analogias e conexões de informações e sensações.
Então, fiquei muito surpresa quando ela me perguntou:
- Quer dizer que ao invés de dizer que ela é gulosa, morta de fome, posso dizer que ela tem um apetite por coisas gostosas, por exemplo?
Respondi que era isso mesmo que eu queria dizer.
Aí, juntas, começamos a criar umas versões novas para os velhos padrões de tratamento com as crianças.
E ficou mais ou menos assim:

invés de dizer
Molenga
Sempre cansada
Não gosta de estudar
Morre de medo
Não faz nada sozinha
Perguntadeira
Dependente
diga
tem um ritmo mais lento
precisa de mais tempo
prefere atividades lúdicas
precisa que entendam...
gosta de ser ajudada
interessada, pesquisadora
gosta de estar acompanhada

Confesso que esta pequena amostra nos deixou bem entusiasmadas com um novo caminho que podemos começar a partilhar usando conceitos que educam a mente, as crianças (e os adultos) e enriquecem os relacionamentos no respeito e na educação.



estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstar Avaliação: 3 | Votos: 2


izabel
Izabel Telles é terapeuta holística e sensitiva formada pelo American Institute for Mental Imagery de Nova Iorque. Tem três livros publicados: "O outro lado da alma", pela Axis Mundi, "Feche os olhos e veja" e "O livro das transformações" pela Editora Agora.
Visite meu blog.
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa