Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Falando do ser real, além das aparências

por Wagner Borges
Publicado dia 04/09/2020 16:19:27 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

(Apontamentos Conscienciais na Jornada Espiritual)

Ao longo da fieira evolutiva, quantas vezes tivemos que envergar corpos, até chegarmos na presente condição humana?
Quanto esforço para chegarmos até aqui...
Viemos lá de cima, da Casa das Estrelas.
E, no momento, por necessidade de aprendizado, estamos humanos.
Mas não deixamos de ser Seres Espirituais em momento algum!
Não nascemos ou morremos, apenas entramos e saímos dos corpos perecíveis.
Somos bem mais do que imaginamos, e precisamos expandir nossa consciência.
Por isso estamos aqui! Descemos à Terra por um Bem Maior: nossa evolução.
Cada descida do espírito na carne é um sacrifício de sua liberdade...
Mas isso é necessário. E precisamos compreender melhor os motivos disso.
Estar aqui é muita coisa! Bem mais do que sabemos. E há tanto a aprender...
Viver não é só respirar, comer, beber, copular, dormir e morrer sem sentido.
Além de aprender e trabalhar, também é preciso pensar e sentir...
Pois há algo mais além do que nós somos e supomos... algo além dos sentidos.
Ah, viver é algo que não se explica. É mais do que imaginamos. É Ser!
Então, eu, que estou aqui, pergunto a vocês, que também estão aqui:
Vocês já descobriram o seu próprio mistério?
Vocês já quebraram as espadas de sua antiga violência (de outras vidas)?
Vocês já descobriram como é importante estarem aqui nesse momento?
Vocês já sabem como enfrentar o aguilhão da morte com o discernimento?
Vocês agradecem ao Alto pela chance de estar numa trilha consciencial sadia?
Vocês tem consciência que conhecimento profundo não cabe numa mente rasa?
Vocês tem a noção correta que um Grande Amor não cabe num coração miserável?
Vocês já erradicaram o desejo de vingança de seus corações?
Vocês são iniciados em fazer o Bem sem olhar a quem?
Vocês carregam o brilho das estrelas no olhar?
Vocês reverenciam a Vida, em todos os planos, sem medo?
Vocês estão aqui, mais uma vez... e estão fazendo essa viagem valer a pena?
E eu também estou aqui, para aprender e trabalhar, como o Alto decidiu.
E essas perguntas também são para mim mesmo (pois essa é a nossa senda).
Como dizia Fernando Pessoa, “tudo vale a pena se a alma não é pequena!”
E vocês viajam por mais essa vida com que tipo de alma? E valorizam o que?
Viemos das estrelas. Estamos aqui. Então, vamos fazer valer a pena!
E não importa se estamos aqui pela milésima vez... O que vale é o presente!
Vale mais o que estamos fazendo aqui e agora (sem espadas e sem arrogância).
Não somos homens ou mulheres; somos consciências!
Não somos altos ou baixos; somos o Eterno na carne.
Não somos brancos, negros, vermelhos ou amarelos; somos estelares.
No momento, estamos homens ou mulheres, altos ou baixos, em alguma raça.
Mas viemos da Casa das Estrelas. E nossa origem comum é a Luz! Somos o Ser!
O planeta é nossa sala de aula nesse momento (e a vida é nossa professora).
O corpo é uniforme. E todo dia é de aula. Assim como cada vida é sagrada.
Ah, estamos aqui, sim. E tomara que essa vida seja a melhor de todas!
Vamos fazer valer a pena mais essa descida na carne, sem alma pequena.
Porque o lance real não é ter, mas, sim, Ser!
Estamos todos nós aqui para aprendermos isso.

P.S.:
Espiritualidade é Consciência.
É Amor.
É Alegria.
É fazer o Bem sem olhar a quem...
Enfim, é Paz e Luz.

- Dedicado a Estrela Prânica* que paira secretamente sobre a cabeça daqueles que trabalham por climas melhores na existência, e ao Senhor de todos os Darmas, de onde ela vêm.

(Enquanto eu escrevia essas linhas, rolava aqui no meu som a linda música “A Ilha” - do CD “Alcatrazes” -, do meu grande amigo Aurio Corrá. Então, para quem quiser apreciá-la também, deixo na sequência o seu link no site do Youtube: link

Wagner Borges – mestre de nada e discípulo de coisa alguma.
São Paulo, 24 de março de 2015.

- Nota:
* Estrela Prânica - do sânscrito, prana - a força vital; a energia - no contexto iogue é a estrela espiritual, manifestação do plano divino (ou seja, significa uma técnica iogue de concentração no olho espiritual. Consiste na visualização de uma estrela energética dentro de um círculo azul, que, por sua vez, está situado dentro de outro círculo amarelo dourado. Isso é visualizado no ponto energético entre as sobrancelhas - próximo ao ajna chacra, o chacra frontal).
Essa técnica foi ensinada por Krishna a Arjuna - e também é ensinada pelo sábio espiritual Vyasa. A estrela prânica também pode ser visualizada em qualquer um dos chacras principais, com destaque para o chacra cardíaco.
Para melhor compreensão sobre isso, sugiro ao leitor ver o texto "A Canção das Estrelas-Bebês", no seguinte endereço específico do site do IPPB:
link
Obs.: Enquanto eu passava a limpo esses escritos, lembrei-me de um texto que escrevi num dia especial no ano de 2012. Então, para enriquecer esse texto de hoje, disponibilizo o mesmo na sequência.



ESTRELA-GUIA - LUZ NA SENDA...

Minha estrela-guia...
Que brilha no céu do meu coração.
Que ilumina minha senda...
E faz os meus olhos brilharem tanto.

O seu nome é Amor.
A sua Luz é a Fé.
O seu brilho é de Deus.

Minha estrela-guia...
Que faz a canção acontecer em mim.
Que me fala do eterno Bem...
E faz do meu peito um sol.

O vento do Supremo passou por aqui...
E me sussurou o seu nome - e disse-me:
“Menino, reverencie quem ilumina seu caminho.”

Ah, minha estrela-guia!...
Que me ama incondicionalmente.
Que me conhece melhor do que eu mesmo.
E faz o meu coração voar, por aí...

Eu sinto o seu abraço secreto.
E sei que sempre foi assim...
Invisivelmente, bem mais do que eu imagino.

Minha querida estrela-guia...
Que me guarda em silêncio.
Que me inspira a sempre pensar no melhor...
E faz o Amor guiar a minha Fé.

E, aqui e agora, eu sigo a ordem do Vento do Supremo...
E agradeço-lhe, por tudo – hoje e sempre.
Em Espírito e Verdade.

P.S.:
Gratidão é um estado de consciência.
Assim como o Amor, a Espiritualidade e a Fé.
Simplesmente, é!
Não se explica, só se sente.
(Sim, como a estrela-guia, sempre brilhando...)

(Dedicado aos mentores extrafísicos*, que são as estrelas-guias que iluminam o céu do coração de todos os trabalhadores espirituais – de todas as linhas e lugares.)

Paz e Luz.
Wagner Borges – mestre de nada e discípulo de coisa alguma**.
São Paulo, 17 de junho de 2012.

- Notas:
* Mentores Extrafísicos – guias espirituais, amparadores extrafisicos, benfeitores espirituais, protetores extrafísicos.
** Enquanto eu escrevia essas linhas, rolava aqui no meu som o CD “Os Anjos de Wiona” (lançamento nacional da gravadora Lua Music – link, do meu querido amigo Aurio Corrá, que é uma das grandes referências mundiais da música new age. E para quem quiser escutar uma de suas lindas músicas – e curtir belas imagens -, basta acessar o seguinte endereço específico do site do Youtube: link


estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 40 Votos

Gostou?   Sim   Não  



Sobre o autor
wb
Wagner Borges é pesquisador, conferencista e instrutor de cursos de Projeciologia e autor dos livros Viagem Espiritual 1, 2 e 3 entre outros.
Visite seu Site e confira a entrevista.
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Cuide da sua energia
artigo O Invisível, visível, 2
artigo Quando as Estrelas Descem Para Dançar no Coração do Homem
artigo O poder do desinteresse








horoscopo



As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa