auravide auravide

Há algo mais... Um amor. Uma luz - XXIII


Você veio e me disse: "Sem Amor, ninguém segue..."
E me pediu para escrever algo lindo no meio da noite.
Daí, eu fechei os meus olhos e pensei em Jesus.
E lembrei-me do que você me ensinou sobre Ele.
E fiz igual a você: mergulhei em meu coração.
E, ali, na Casa Secreta do Eterno, eu orei a Ele.
Então, desceu uma coluna de Luz aqui...
E uma energia entrou pelo alto de minha cabeça.
Ah, meu amigo, algo doce chegou aqui, em Espírito.
Sim, como uma carícia invisível, e tocou meu coração.
E eu fiquei embevecido - igual criança diante do infinito.
Porque eu vi miríades de outras colunas descendo sobre o mundo...
E eu percebi que era Ele beijando a humanidade com a Luz.
E também percebi que outros corações sentiam o mesmo, algures...
Corações que também oravam, embalados na mesma doçura.
Ah, meu amigo, como escrever sobre isso? O que se sente, e não se explica.
Agora eu sei porque, antes, você ficava tão quietinho e com os olhos brilhando.
É porque, em seu coração, você via algo mais... Um Amor. Uma Luz.
E quando eu lhe perguntava sobre isso, você apenas me olhava com carinho.
E, em seu silêncio, descia uma doçura em mim. E eu via o infinito em seu olhar.
E hoje, como outrora, você veio, e a doçura veio junto - e novamente virei criança.
Sim, criança diante do infinito... Nas ondas de um Grande Amor.
Sabe?... Você veio novamente me falar sobre o vento da esperança...
Que sopra sutilmente, sem que os homens o percebam, e inspira os corações.
Você me falou de Amor e de coisas espirituais - e me fez lembrar de Jesus.
E, agora, o meu olhar ficou igual ao seu, com aquele brilho do infinito.
Ah, Ramakrishna, você sempre esteve certo: "Sem Amor, ninguém segue..."
Há algo mais... Um Amor. Uma Luz. E uma doçura que desceu aqui.
E eu só quero ficar quietinho, pensando n'Ele beijando secretamente o mundo.
Pensando em Jesus, como você me ensinou, em meu coração.
Sim, em meu coração, em Espírito e Verdade.

P.S.:
Sabe?... Você me pediu para escrever algo lindo nessa noite.
Mas eu, novamente, fiquei aqui igual criança diante do infinito.
Sim, embevecido, só sentindo algo mais... Um Amor. Uma Luz.
E, aí, meu amigo, não deu para escrever muito.
Porque eu fiquei igual a você: olhando as colunas luminosas.
E o meu olhar também ganhou o brilho da aurora.
Ah, Ramakrishna**, mais uma vez, valeu!

(Dedicado a todos os corações que sentem um Grande Amor inspirando secretamente suas jornadas, na Terra e além...)

Paz e Luz.
Wagner Borges - mestre de nada e discípulo de coisa alguma.

- Notas:
Esse texto fará parte de um novo livro sobre vida após a morte que publicarei daqui a alguns meses (com diversos textos alusivos à temática da imortalidade da consciência).
** Paramahamsa Ramakrishna: mestre iogue que viveu na Índia do século XIX e que é considerado até hoje um dos maiores mestres espirituais surgidos na terra do Ganges. Para se ter uma idéia de sua influência espiritual, posso citar que grandes mestres da Índia do século XX se referiram a ele com muito respeito e admiração, dentre eles o Mahatma Ghandi, Paramahamsa Yogananda e Rabindranath Tagore.
Obs.: Deixo na sequência um texto antigo em que também falo de Ramakrishna e Jesus.


UM ENCONTRO LUMINOSO

"Enquanto eu caminhava sob as árvores, ele surgiu.
A princípio, pensei que ele era um estrangeiro.
Mas, seu olhar sereno não me deixou dúvidas.
Ele veio e cumprimentou-me.
Fiquei paralisado enquanto ele deu um leve sorriso.
Vi em seus olhos um oceano de doçura.
De súbito, ele entrou em meu peito e foi para dentro do meu coração.
Instalou-se lá e eu submergi no mar do samadhi*.
Ele estava em mim e dizia-me que nós éramos avatares** do mesmo amor."

P.S.:
Foi assim, que Ramakrishna contou-me da primeira vez que encontrou com Jesus.
Da mesma forma, conto-lhes agora, do meu jeito.
Só sei dizer que Ramakrishna e Jesus andam juntos por aí, querendo encher os corações de amor e luz.

Wagner Borges - cara universalista, que não segue nenhuma linha em particular, viajante espiritual bem-humorado, filho da dona Maria Rita e do seu Waldemar, que escreveu esse pequeno texto com os olhos brilhando e com a certeza de que muitos leitores sentirão o toque espiritual no centro de seus corações.)

- Notas:
* Samadhi - do sânscrito - expansão da consciência; estado de consciência cósmica.
** Avatares - do sânscrito - emissários celestes; canais da divindade.


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


wb
Wagner Borges é pesquisador, conferencista e instrutor de cursos de Projeciologia e autor dos livros Viagem Espiritual 1, 2 e 3 entre outros.
Visite seu Site e confira a entrevista.
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa