Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

Homem Unipaz

Homem Unipaz
Publicado dia 19/04/2001 16:30:51 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Texto 265
Ele estava sentado no jardim da paz meditando.

As flores exalavam um aroma de compaixão e os raios de sol beijavam a grama verdinha enquanto o yin e o Yang da natureza se mesclavam naquela dança multicolorida do Chi expressando pura vida.

Ele abriu os olhos e sorriu ao me ver, logo disse: "Chegou o viajante espiritual. Já sei! Vem cheio de piadas novas! Conta aquela do Buda."
Então, contei-lhe daquele ensinamento budista que diz o seguinte:
- Se durante a meditação você ver o Buda, mate-o!

Esse ensinamento significa que a mente deseja ver o Buda e por isso cria o apego sensorial e só aumenta o ego.
Daí, fiz uma ligeira adaptação e contei para ele:
- Se durante a meditação você ver o Buda, conte-lhe uma piada. Se ele rir, ótimo. Em caso contrário, desapareça com ele e ria sozinho da piada.

Depois, contei-lhe umas outras mais picantes, como sempre.
Já é de praxe rirmos juntos de muitas piadas. Enquanto ele ria, notei uma luz rosa emanando de seu peito. Era a luz da paz brilhando no homem-unipaz.

Ao vê-la, soube que um Buda estava sentado em seu coração. Não o vi, mas meu coração escutou a sua canção pacífica, e o melhor: eu sabia que o Buda estava sorrindo junto.

O homem-unipaz sente a dor do mundo em si mesmo e muitas vezes chora em silêncio, mas suas lágrimas são búdicas. São inspiradas pela compaixão e o lavam internamente. Mas, quando encontra o viajante espiritual, ele ri como menino.

E em seu coração o Buda ri e canta:
OM MANI PADME HUM! OM MANI PADME HUM! OM MANI PADME HUM!

Então, o rosa do amor invade tudo e nós nos abraçamos.

Ele sabe que quando um coração pacífico encontra outro, o resultado é uma fusão de luz rosa e a compaixão emanando por todas as dimensões para todos os seres sencientes.

O homem-unipaz, eu e o Buda invisível do coração éramos ali apenas meninos pacíficos rindo e cantando o OM MANI PADME HUM!

E a compaixão era uma linda menina sutil que guiava nossos corações nas artes da paz imperecível.

(Esses escritos são dedicados ao amigo unipaz Pierre Weill).

- Wagner D. Borges -
Salvador, 31 de janeiro de 2000 às 19:35h.


OM NAMAH SHIVAYA*

(Texto extraído do livro “Viagem Espiritual III” do prof. Wagner Borges)

Leitor (a) amigo (a),

Viva com simpatia e serenidade, firmeza e amor, sorriso e confiança.

Apesar das complicações do relacionamento humano, TODOS SÃO IRMÃOS!

Quando se defrontar com alguém perturbado, lembre-se de que ele é SEU IRMÃO de caminhada terrestre e que precisa de sua compreensão, mas não de sua acidez e crítica.

Pense na paciência que os protetores espirituais têm com você e com seus erros, e procure desenvolver a paciência no trato com todos os seres.

Renove seus passos na vida e honre seus compromissos espirituais e humanos. O caminho do sábio é pacífico. Portanto, desenvolva a paz, o amor, a alegria, a energia e a lucidez o máximo possível.

Proponho-lhe a seguinte prática espiritual:

Todos os dias, durante alguns minutos (no momento que melhor lhe convier), concentre-se com firmeza e suavidade no mantra “OM NAMAH SHIVAYA”, vibrando nos chacras frontal, cardíaco e sacro (baixo ventre).

Faça isso com amor, confiança e vontade de evoluir.

Mude a rota dos pensamentos obtusos e abra a consciência ao perpétuo movimento de renovação do Universo.

O mantra do Sr. Shiva evoca o Amor Divino que rompe os bloqueios espirituais e faz a energia circular em alta freqüência, tanto no corpo quanto na alma.

Trabalhe nisso todos os dias e espere o resultado surgir com paciência.

Seus olhos brilharão mais, sua alegria aumentará, seu amor se expandirá e sua lucidez sintonizará o fluxo de sua vida às dimensões superiores onde O AMOR MAIOR QUE GOVERNA A EXISTÊNCIA o espera, após o término de sua missão na Terra.

Vença o medo e siga em frente.

“OM NAMAH SHIVAYA”

PAZ E LUZ!

- Ramatís e Os Iniciados -
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges)

* OM NAMAH SHIVAYA (do sânscrito): mantra de evocação de Shiva. É um dos mantras mais populares da Índia.

por Wagner Borges

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo


Obrigado por votar

O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp

Sobre o autor
Wagner Borges é pesquisador, conferencista e instrutor de cursos de Projeciologia e autor dos livros Viagem Espiritual 1, 2 e 3 entre outros.
Visite seu Site e confira a entrevista.
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor







Energia do Dia
Responsabilidade. Aguce seu senso de responsabilidade hoje. Conscientize-se do outro mas não assuma responsabilidades desnecessárias, pois os compromissos que assume hoje deverão ser cumpridos até o fim.
Faça sua numerologia

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa