auravide auravide

Imaginação


“A neve sobre o guarda-chuva
Parece-me leve
Quando penso que é minha“.
Do poema japonês HAICAI:


O Prof. Alberto Barbosa Pinto Dias, em artigo publicado no jornal Alternativas de Atibaia, elucida que ao imaginar, o cérebro tem o nível de energia aumentado em dobro em relação ao que desenvolve quando estamos raciocinando ou simplesmente observando o que ocorre no mundo exterior.

Este processo tem a ver com a utilização dos hemisférios cerebrais. Quando a criatura imagina, ela entra no circuito cerebral dominado pelo Espírito, o direito. Ao raciocinar, utilizamos o lado esquerdo, o da personalidade, onde se encontram muitos bloqueios e impedimentos produzidos pela educação (castradora) ou por ocorrências outras como a interferência da sociedade (costumes).

Daí esta diferença na produção de energia. As ações oriundas do Espírito vêm diretas e com maior potência, enquanto as iniciativas provenientes da personalidade vêm dominadas por moldes limitadores.

Observemos com atenção este fato, para uma avaliação do poder da imaginação.

Um homem estava condenado com a data da execução programada. Um médico hindu conseguiu autorização para realizar com ele uma experiência, que foi aceita pela direção da Penitenciária. O médico iria realizar o seu dessangramento (tirar todo seu sangue) e ele morreria sem dor. O preso aceitou, afinal de contas ele iria morrer, de qualquer jeito. O homem foi amarrado na cama e teve seus olhos vendados. O médico pendurou nos lados da cama quatro frascos de água, deixando-os pendurados sobre bacias no piso. Fez pequenas lacerações nas extremidades do corpo do condenado e em seguida fez com que a água começasse a gotejar. A seguir, o preso foi se debilitando, enquanto o médico explicava que ele estava perdendo o sangue, em voz baixa (o que não era verdade, o que gotejava era a água). Por fim, fez-se silêncio e o gotejamento da água parou. Apesar de jovem e forte, o sentenciado perdeu os sentidos e examinado pela equipe médica que acompanhava a experiência foi constatado que ele havia falecido, sem perder uma gota de sangue.

O poder da imaginação humana é extraordinário. Temos tido exemplos disso, em experiências realizadas, quando as pessoas transformam situações ou mesmo eliminam dores e doenças, através de processos imaginativos.

Walt Disney, com sua inteligência, tornou realidade tudo o que fazia parte do imaginário infantil.

Uma experiência realizada por mim em um dos cursos deu um resultado que surpreendeu aos participantes. O assunto desenvolvido foi sobre Chapeuzinho Vermelho.

Nesse processo, faço a explicação e interpretação, integrando os participantes e depois eu conto a história, com um jeito de contar histórias que integra espiritualidade, magia e criatividade. Terminada esta parte, realizo um exercício onde cada participante faz o papel da menina. O efeito é extraordinário, demonstrando duas coisas muito interessantes: o poder da história e o efeito da imaginação.
Porque, neste processo, as criaturas estão se imaginando numa situação e realizando uma experiência virtual com amplos efeitos em seu psiquismo.

A propósito de imaginação, cabe aqui trazer as experiências idealizadas por Madame Colete, uma senhora de 98 anos, pioneira no trabalho com imagens.

Ela pesquisou e criou alguns exercícios muito bons e cujos resultados são satisfatórios, desde que a pessoa os realize com confiança e disponibilidade. São eles:

Conflito
Feche os olhos e Respire. Expire três vezes.
Veja-se caminhando na beira do mar. Há uma rocha na sua frente. Dentro dela estão seus conflitos. Remova a grande pedra e veja o caminho livre. Respire.

Tristeza
Onde você sente a tristeza, no coração? Então feche os olhos e veja a imagem da tristeza. Desfaça a imagem.

Fossa
Está mal, na fossa?
Feche os olhos e veja-se saindo da fossa.

Obesidade
Está gorda?
Feche os olhos e imagine-se passando pelo buraco de uma agulha e sinta-se massagear o corpo todo.

Alguém dirá, mas as coisas não são tão fáceis assim. Ledo engano. A transformação é rápida se você confia e está disponível. Ela se completa quando quem está aplicando o processo merece de você a convicção de que terá êxito. Basta dar o primeiro passo. Lembre-se, você não é uma massa de carne, que pensa e age. Você é um ser de luz que habita um organismo formado por bilhões de partículas que estão configuradas por sua força mental.

Imagine-se um ser divino e emita o som que vai nortear sua vida: eu sou, eu posso, eu quero. E siga o seu coração.

Você se recorda de Joana D’Arc? Pois é, ela ouviu a palavra divina dos santos da Igreja de Domremy, e imaginou-se a libertadora da França. E ainda menina foi ao campo de batalha defender a sua pátria. Saulo, o doutor da Lei, imaginou-se vendo uma luz na Estrada de Damasco e redirecionou sua vida, transformando-se em Paulo, o defensor público número um do Cristianismo.


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


wilson
Wilson Francisco é Terapeuta Holístico, escritor e médium espírita. Desenvolve o Projeto Mutação, um processo em que faz a leitura da alma da criatura e investigação do seu Universo, para facilitar projetos, sonhos e decisões, descobrindo bloqueios, deformidades e medos que são reprogramados energeticamente. Participe do Projeto Mutação confira seus artigos anteriores
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa