auravide auravide

Impermanência...


É muito estranho o sentimento que tenho hoje... parece que estou nitidamente em um intervalo entre tempos... entre ciclos... Sinto a mudança já se manifestando e sei que tudo vai ficar diferente... mas... isso não me deixa triste como já deixou um dia...
Penso nos castelos da areia na praia se desmanchando ao sabor das ondas do mar e nos outros castelos... de sonhos e de realidades... que também se desmancharam ao sabor da impermanência...
Lembro do tempo que passou e vejo como a impermanência cumpriu sua função silenciosa... mas constante e implacável...

Penso no futuro e sei que ele também vai ser tocado pelas asas da impermanência... que não podem ser detidas assim como as ondas do mar também não podem...
Mas agora eu até gosto desse movimento da vida... da mudança... Acho que acostumei com isso e agora ficou natural...
Aceitar a impermanência não foi tarefa fácil e o primeiro contato com ela me assustou e me fez querer distância... a possibilidade de mudança me assustava... Mas mesmo a minha vontade por permanecer não pode impedir o movimento da vida que levou e trouxe coisa e pessoas... com alegrias... com dores...

Trouxe a certeza de que não temos certeza de nada... e trouxe o aprendizado do eterno fluir...
Houve um tempo quando eu queria que tudo ficasse para sempre como estava... e onde pensava que tudo se repetiria... que eu teria todo o tempo do mundo para encontrar as pessoas queridas e para falar daquelas coisa que a gente sempre adia para uma hora mais especial... só que essa hora pode nunca chegar...

Parece que não damos muito valor ao que o Universo nos dá de presente dia após dia... Porque muitas vezes ficamos só contando o tempo... esperando por coisas que nunca vão acontecer de novo... ao invés de viver o que está acontecendo bem na nossa frente...
Hoje sei que aceitar a impermanência nos faz ter a consciência de que cada momento é único... cada encontro é único... portanto devemos estar inteiros em cada um se queremos desfrutar da vida...

Cuidar com carinho de cada pessoa que encontramos... fazer com amor o nosso trabalho de cada dia... olhar para as experiências do dia-a-dia... não como uma coisa que se repete sempre igual... mas como um eterno fluir de momentos únicos e especiais... que podem se tornar mágicos se nos abrirmos para essa possibilidade...


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


rubia
Rubia A. Dantés é Designer, cria mandalas e ilustrações em conexão...
Trabalhos individuais e em grupo, com o Sagrado Feminino, o Dom e o Perdão...
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa