auravide auravide

Leis da Natureza


Na medida que vamos prestando a devida atenção, a Natureza torna-se uma grande escola. Existem algumas regras que, se observadas, fazem com que a nossa vida torne-se mais fácil de ser entendida. Ser bem interpretada não quer dizer mais fácil de ser vivida. Não podemos nos esquecer de que o que passamos, merecemos...

Hoje, olhando para o passado entendo porque as forças me conduziram para a Argentina, recentemente. Fica claro, também, porque passei o que passei nos Estados Unidos quando do ataque às Torres Gêmeas. Eu precisava saber interpretar o que um povo passa quando é agredido em sua integridade como também, quais as reações quando se vive uma realidade virtual. Assim foi com os Estados Unidos agredidos, assim é com a Argentina com sua realidade virtual.

Em Villa La Angustura, perto de Bariloche conversando com o Portenho Jorge di Carlo, tomei conhecimento de uma definição que mostra bem a situação. Jorge me disse que conversando com um Francês ele comentou:

Vocês Argentinos são estranhos, querem ter uma qualidade de vida Européia, com o conforto AMERICANO de só apertar botões em suas máquinas caseiras, mas, sua mão de obra possui a produtividade Sul Americana...

Assim viveram os Argentinos por mais de uma década. Bem a seu feitio, na maneira como foram definidos pelo Francês. Outras definições vão lhe ajudar a entender e a concluir melhor em cima desta situação.

Os Uruguaios dizem: Se você quiser ficar rico de imediato compre um Argentino por seu valor real depois venda-o pelo preço que ele pensa que vale.
Um Americano disse: Os Argentinos são uns Paraguaios que falam Espanhol.
Um Brasileiro definiu assim: Os Argentinos não possuem a palavra humildade em seu dicionário.

E por fim a definição de um policial rodoviário Argentino: Senhor, aqui na Argentina os mapas e as placas dizem uma coisa, mas a realidade é outra...

Lamentavelmente veremos uma futura dura realidade. A acomodação e o ajuste de um sonho para o que realmente existe vai custar muito caro. Tudo absolutamente tudo tem um custo. Na Argentina foi o preço de uma economia que esta estraçalhada. Nunca o peso poderia ter paridade com o dólar Americano. Estamos falando de realidades distintas e de situações completamente opostas. Seria muito bom que um decreto alterasse o nosso ritmo de vida. Todos sabemos que é muito fácil planejarmos uma empresa com lucro. O duro é executarmos o plano conforme ele foi posto no papel.

Nossa vida funciona da mesma maneira. Não resolve querermos mudar. Precisamos merecer e também entendermos a nossa situação. Quais as razões que nos levaram para aquele resultado? A resposta a esta pergunta nos coloca diante de uma realidade de efetiva evolução espiritual.

Os Argentinos levarão alguns meses para entenderem o que realmente aconteceu com a sua economia e depois uma década para chegarem próximos ao seu desejo. Nossa vida pessoal também funciona assim...

Nos veremos.
Um beijo na sua alma.


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 2


saul
Saul Brandalise Jr. é colaborador do Site, autor do livro: O Despertar da Consciência da editora Theus, onde mostra através das narrativas de suas experiências como extrair lições de vida e entusiasmo de cada obstáculo que se encontra ao longo de uma vida.
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa