Home > Espiritualidade

MORTE, a transição para uma nova dimensão

por Wilson Francisco

MORTE, a transição para uma nova dimensão

"A morte deveria ser assim: um céu que pouco a pouco anoitecesse e a gente nem soubesse que era o fim", diz Mário Quintana.

Hellen Wambach, psicóloga e pesquisadora, faz um depoimento contundente. Minha mãe, transitando entre a lucidez e os devaneios de seus 84 anos, após viver uma vida segura, estava ali na minha frente, a dizer: - Minha filha, vou morrer. E suas ossudas mãos, trêmulas, dominaram as minhas. Fiquei ali parada, olhando aquela preciosa vida que se esvaia. Eu a perdia, sentindo-a ir-se irremediavelmente. Só nosso amor permanecia ali, unindo nossas almas.

Esta experiência dolorosa e enigmática deu-me um caminho a seguir. Renovei minhas idéias, refiz planos e decidi desvendar o que acontece nos bastidores da vida, do corpo, para saber o que é ou quem é este ser inteligente criado por Deus.

Segundo Allan Kardec, codificador da Doutrina Espírita, a morte representa a cessação da vida orgânica; ao nascer a criatura teria uma quantidade de fluidos, o combustível da vida, que serve para ela realizar a sua vivência na Terra. Este "quantum" de energias determina o fatalismo da morte.

A inevitabilidade da morte por acidente, em tragédias se daria em razão de cristalizações mentais arquivadas na história existencial da pessoa, informam pesquisadores holisticos.

A experiência traumática tem sido um caminho para se saber ou sentir o que é a morte. Há pesquisadores no Brasil e noutros países que realizam experiências cuja meta é colocar a pessoa em "contato" com a morte, através daquilo que denominam projeção astral ou desdobramento psíquico.

- D. Philó atravessou as fronteiras entre vida e morte quando teve uma parada cardíaca. Sentiu-se num salão de festas e de repente, recompondo sua consciência, disse: "Este aqui não é o meu lugar". Com esta frase/comando, ela voltou para o corpo. Ela e outras pessoas que viveram a experiência da "quase morte" ou "morte aparente", informam que após este acontecimento modificaram suas vidas, alterando radicalmente os valores existenciais. Estão hoje com uma qualidade de vida muito superior a de antes.

- Em agosto/2000, um cientista que passou pelo fenômeno da "quase morte" confirmou que realmente toda sua vida se modificou após este incidente. Sua visão da vida é outra, agora. No entanto, ele atribui tudo isso a um efeito neurológico ocorrido por ocasião do choque acontecido no seu cérebro.

A morte pode deixar resíduos na consciência ou na atmosfera energética do SER, dando como resultado "doenças" ou "roteiros de vida", para as próximas experiências.

Ocorrências que podem se dar na vida presente, oriunda de "mortes passadas":

a) - enforcamento/estrangulamento: dores no pescoço e ombros;
b) - fumaça/gás: problemas pulmonares, alergias;
c) - fracasso: sinusite
d) - carga de culpa: dores nas costas
e) - quando inesperada: a pessoa não se arrisca
f) - falhas sérias: não sou suficientemente bom
g) - erro fatal: tudo é minha culpa

Pesquisas nos dão conta de que 62% das mortes são tranqüilas, sem conseqüências ruins para o futuro, enquanto 10% são trágicas.

- Uma moça era muito ciumenta, insegura em relação ao futuro casamento, sem que o namorado desse razão para atitudes desse tipo. Realizada a regressão verificou-se que em vida passada ambos tiveram um relacionamento e o rapaz morreu num acidente. Então, com a aproximação do casamento a moça estava, por causa de seu desequilíbrio emocional, deixando fluir o "medo" do passado.

Com a terapia, reviveu e tomou consciência daquela situação e ficou curada.

Sem os recursos da regressão, a solução seria a moça ter plena consciência de que não iria perdê-lo, amando-o e acreditando na reciprocidade desse sentimento.

- Doação de órgãos por ocasião da morte: Cristina, moça de 28 anos teve colapso cardíaco e morreu. Ainda em vida, dizia para sua mãe que queria doar os órgãos. Ficou decidida a doação. Fui com minha mulher a convite da mãe para acompanhar o processo. Ficamos na casa dela, aguardando informações do hospital. Na hora que os médicos tiravam o órgão, a sua mãe sentiu uma forte dor no peito (órgão doado: coração) e a Maria minha esposa sentiu toda aflição do Espírito, naquele momento. Fui conversando com a duas e sintonizado com a Cristina / essência espiritual e o processo se concretizou sem danos para a doadora, agora habitando a dimensão extrafísica e as cooperadoras, nesta dimensão: a mãe e a Maria.

Na ilha de Bali, na Indonésia, o ritual que se realiza quando alguém morre significa a preparação para uma nova vida. É uma atração para os turistas, que tem acesso, junto aos familiares e amigos para assistir às homenagens ao morto. O corpo é colocado numa torre enfeitada de papéis coloridos e luzes, músicos tocam o gamelão (instrumento de bambu e metal). Eles comem bolinhos de arroz e banana enrolados em folhas de bananeiras.

Eles acreditam que com a cremação a alma é liberta do corpo e pode subir ao céu para depois retornar a Terra.

A morte, como se vê, é um mistério para muitas criaturas provocando medo e dores no ser humano. No entanto, ela é simplesmente uma transição. Você deixa o corpo e vai para outra dimensão. Seu corpo se desfaz na terra ou é cremado e você, ser/essencial atravessa os portais da espiritualidade para habitar uma região que combine com seus pensamentos e sentimentos. Uns dão o nome de céu e inferno, outros mudam a etiqueta, porque na verdade, ao deixar o corpo terreno você continua mais vivo do que nunca.

Exercícios de apoio:

Dormir:

Você todas as noites morre, isto é, você deixa o seu corpo e vive plenamente a vida psíquica. Este exercício permite que você se habitue com a idéia de que a morte, como fim de tudo, não existe. Você não perde, com a morte e nem desfaz sonhos, ambições e projetos.

- Banho: dirigir a limpeza dentro e fora do corpo. A água é fonte de energia.
- Exercício respiratório pelo nariz e abdominal.
- Pensamentos positivos e calmantes
- Oração consciente: é o som da vida e permite a conexão com Deus.
- Realize a visualização, olhando a janela, porta ou um quadro com uma bela paisagem.
- Dê uma ordem para si mesmo e para seu corpo: Vou repousar.
- Estou livre e pronto para um grande vôo, uma atraente viagem.

Ressuscitação: provoca um efeito catártico muito importante para a criatura.

Savasana - De Lázaro para a Vida
sava: cadáver, asana: postura

Desenvolvimento:

1ª fase - deitado, concentrar-se nos braços e pernas, relaxando-os;

2ª fase - Comece pelos pés. Relaxar as áreas secretas do corpo humano: pés, canelas, rótulas, tornozelos, abdômen, plexo solar, parte superior do tórax, espinha dorsal, mãos, antebraço, braços, garganta, nuca, queixo, olhos e couro cabeludo.

3ª fase - sou Lázaro. Sinta-se dentro de uma gruta, sobre uma mesa.

4ª fase - você é enfaixado totalmente, tudo está escuro. Você morreu. Sinta a sensação da morte, da finalização da existência

5ª fase - Uma luz surge na gruta. Você ouve a voz de Jesus, dizendo: Lázaro, você dorme...

6ª fase - Tire as faixas, levante-se e ande. Siga em frente, tire a pedra e saia da gruta. Há sol, flores e um caminho para você percorrer.

7ª fase - Diga Obrigado, Senhor. Renasci. Hoje estou numa nova vida. Sinto uma energia nova e forte circulando em meu corpo. Vou caminhar.


Consulte grátis
     
 
Compartilhe
   



Wilson Francisco é Terapeuta Holístico, escritor e médium espírita. Desenvolve o Projeto Mutação, um processo em que faz a leitura da alma da criatura e investigação do seu Universo, para facilitar projetos, sonhos e decisões, descobrindo bloqueios, deformidades e medos que são reprogramados energeticamente. Participe do Projeto Mutação confira seus artigos anteriores
Email: wilson153@itelefonica.com.br
Visite o Site do Autor
Publicado em: 22/08/2002 13:08:28

Veja também
O Autoconhecimento tem muito a ver com o seu bolso
Amai os vossos inimigos!
Dicas espiritualistas para o bem viver em Dezembro de 2018
A Iniciação Maior
As dores do corpo e os sofrimentos da alma
A dor que cura!


Deixe sua opinião sobre este artigo


© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo do Site.


Energias para Hoje
sábado, 15 de dezembro de 2018

energia
I-Ching: 14 - TA YU – GRANDES POSSES
A bondade é a única arma segura e certa para conquistar. Apenas aquele que for suave e calmo alcançará o sucesso.


energia
Runas: Naudhiz
Evite tensões e seja tolerante. Pratique a paciência.


15
Numerologia: Dedicação
Aconselhe se for necessário, liquide casos pendentes e empenhe-se em ver feita a justiça, advogue causas justas. Mantenha o equilíbrio e a harmonia pois o dia é afetuoso e compensador




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes




+ Lidos da Semana anterior
1. O que fortalece a sua autoestima e não te deixa ficar num relacionamento abusivo?
2. Será que ele realmente me ama?
3. 3 Exercícios para ser uma mulher (mais) autêntica
4. Meu coração está cheio de Luz
5. Você é um leão ou um carneiro?
6. Não conheço meu horário de nascimento: Posso fazer um mapa astral?
7. Como é e o que fazer quando se é filho de pais narcisistas perversos?
8. O medo de ir mais longe

 
© Copyright 2000 - 2018 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa