auravide auravide

O armário e o coração...


De novo me vi arrumando o meu armário e tirando um monte de coisas... enquanto fazia isso, não pude deixar de pensar que, desde a última vez que o arrumei, algumas das coisas que deixei guardadas... não foram usadas... ficaram só ocupando lugar... mas, naquela época, por algum motivo, não consegui me desfazer delas...

Acho que o apego me fez encontrar para elas alguma utilidade num futuro próximo... Enfim... na época encontrei muitas razões para não me desfazer delas... Agora me vejo retirando do armário essas mesmas coisas, com a maior facilidade e desapego...
Elas continuam as mesmas... eu é que não dou mais a elas o valor que dava...

Essa mudança em relação ao valor que damos às coisas é o reflexo de uma mudança interior e isso me deixa mais animada a continuar com a retirada de coisas do armário... e a continuar mergulhando profundo nessa busca por mim...

Na medida em que vou retirando essas coisas, vou me sentindo mais leve...
Me lembrei que, faz poucos dias, meu armário estava um verdadeiro caos, pedindo por arrumação... e eu não conseguia fazer isso... até que, depois de mais uma viagem as montanhas e de algumas jornadas ao som do tambor... eu acessei partes minhas que antes não estava pronta para acessar... Me vi mergulhando profundo por espaços interiores... vencendo alguns medos antigos e descobrindo, além dos medos, partes minhas que me deixaram mais próximas de mim...

Percebi como os nossos medos nos impedem de entrar em contato com essas partes que, além da memória do medo... também trazem alguma sabedoria antiga que nos torna mais inteiros... e na medida que estamos mais inteiros não precisamos mais de tantas coisas... passamos a ver a vida com mais simplicidade...
As coisas que nos cercam, e que ocupam espaço no nosso armário, vão mudando
na medida em que também vamos nos transformando interiormente...

Geralmente nos armários e ao nosso redor guardamos coisas que gostamos... mas nem sempre é assim em relação aos sentimentos que guardamos no coração... aí fica guardado não só o que gostamos... mas, também o que não gostamos... por apego ou aversão. E esses sentimentos... que tentamos esconder até da gente mesmo, sempre virão à tona quando menos esperarmos...

Ao limpar os armários, talvez seja uma boa idéia primeiro limpar o nosso coração desses sentimentos, mesmo que isso envolva uma jornada ao mundo das sombras... aquele lugar onde escondemos as coisas que não aceitamos e nem enxergamos em nós mesmos...

Com certeza... depois disso iremos nos surpreender como conseguimos retirar do nosso armário, e da nossa vida, muitas coisas que estavam só ocupando espaço precioso...


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


rubia
Rubia A. Dantés é Designer, cria mandalas e ilustrações em conexão...
Trabalhos individuais e em grupo, com o Sagrado Feminino, o Dom e o Perdão...
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa