auravide auravide

O poder dos gestos sagrados: Mudras


Este texto contém trechos dos livros “Ngel So Autocura Tântrica II" do Lama Gangchen Rimpoche (Ed.Gaia) e “Viagem Interior ao Tibete”de Bel Cesar (Ed.Gaia)

A maior parte das pessoas expressa sua energia e suas emoções por meio de gestos físicos. Hoje em dia, há muitas informações sobre a linguagem do corpo, em livros e cursos. Nos países latinos, por exemplo, as pessoas usam muitos gestos para exprimir suas emoções. Na maior parte das vezes, porém, esse uso é quase inconsciente e, com freqüência, os gestos são usados para comunicar emoções e pensamentos negativos. Podemos usar o poder do movimento para criar tanto energias e mentes positivas como negativas.

Os gestos de mão, chamados mudras são usados para aumentar e canalizar positivamente a energia de nosso corpo e mente. Por meio da terapia dos gestos, começamos a ter mais consciência dos movimentos de nosso corpo físico e a usá-los de uma forma mais benéfica.

Os mudras são gestos considerados sagrados por despertar a autocura profunda. Quando movemos os braços e as mãos criamos um circuito de energia sutil eletromagnética. O mandala de nosso corpo contém o mesmo circuito de energia eletromagnética que o planeta. Portanto, o macrocosmo e o microcosmo são reflexos um do outro e, por isso, ao curarmos nosso corpo e mente, curamos também o planeta.

Os mudras usados nas praticas de meditação do budismo tibetano são gestos associados ao potencial das qualidades dos Buddhas. Eles são utilizados como um meio para criar uma ligação com a energia do Buddha sobre o qual se está meditando, recitando mantras e fazendo visualizações. Na prática de Autocura Tântrica II, elaborada por Lama Gangchen Rimpoche, usamos conscientemente gestos para expressar energias e emoções positivas. Concentrando-nos nos cinco gestos básicos dos Cinco Buddhas Curadores para despertar, desenvolver e estabilizar a paz interior.

Quando nos referimos a um Buddha Curador, não estamos nos referindo a um ser específico, mas ao estado mental puro daquele que atingiu a Iluminação. Por exemplo, com o mudra do Buddha Ratnasambhava geramos a energia da generosidade: sentados com as pernas cruzadas mantemos, sobre o joelho direito, a palma da mão direita voltada para cima e a mão esquerda sobre o colo. Com este gesto despertamos em nossa mente uma atitude de abertura e disponibilidade o que nos leva a aprender a dar e receber ao mesmo tempo.

Os gestos sagrados também cumprem a função abençoar. Os mestres tibetanos possuem um conhecimento profundo sobre a natureza sutil dos cinco elementos: o espaço, o ar, o fogo, a terra e a água. Através de visualizações, da concentração correta, dos mantras, mudras e do sopro, eles podem purificar os cinco elementos e imantá-los com energia positiva e poder de cura.

Simplesmente saber cantar os mantras e fazer os mudras não é suficiente. Temos que desenvolver uma profunda experiência interna dos mantras e mudras e de seus significados relativos e absolutos. Se praticarmos continuamente a Autocura, gradualmente aperfeiçoaremos as técnicas e a experiência de profundo relaxamento e regeneração interna autocurativa Ngelso da Ioga do Método e da Sabedoria.


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 3


bel
Bel Cesar é psicóloga, pratica a psicoterapia sob a perspectiva do Budismo Tibetano desde 1990. Dedica-se ao tratamento do estresse traumático com os métodos de S.E.® - Somatic Experiencing (Experiência Somática) e de EMDR (Dessensibilização e Reprocessamento através de Movimentos Oculares). Desde 1991, dedica-se ao acompanhamento daqueles que enfrentam a morte. É também autora dos livros `Viagem Interior ao Tibete´ e `Morrer não se improvisa´, `O livro das Emoções´, `Mania de Sofrer´, `O sutil desequilíbrio do estresse´ em parceria com o psiquiatra Dr. Sergio Klepacz e `O Grande Amor - um objetivo de vida´ em parceria com Lama Michel Rinpoche. Todos editados pela Editora Gaia.
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa