auravide auravide

Os caminhos dos Aromas


O sentido olfativo desperta lembranças e abre portas inconscientes.

O nariz é o elo entre o ambiente e nosso cérebro. Assim um aroma pode afetar profunda e rapidamente nossas emoções (Sistema Límbico) e equilíbrio hormonal (Sistema glandular).

Os óleos possuem uma maior afinidade com o sistema respiratório, linfático, endócrino e a pele.
Para escolher os aromas devemos considerar o estado físico e mental da pessoa. Observar a necessidade de óleos: estimulantes ou calmantes do estado emocional, pensamentos, sexualidade, por exemplo.

Considerando-se o princípio de que a doença física é resultado da desarmonia emocional, mental e espiritual, devemos também lembrar de que as prescrições ou recomendações terapêuticas seguem o pensamento de que trataremos o doente e não a doença, assim avaliando individualmente a pessoa em sua história única.


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


marcia
Márcia Cristina Fernandes é Terapeuta Floral e Aromaterapeuta,
docente e supervisora do curso de Pós Graduação
em Terapia Floral do IBEHE. Conheça o teste dos Florais e
Conheça os auto-testes de Aromaterapia


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa