auravide auravide

Pense...


Pense nas grandes massas, ainda sem o acesso ao esclarecimento espiritual.

Pense em quantas pessoas estão urdindo, agora mesmo, planos maquiavélicos na intenção de outras pessoas.

Pense naqueles que acalentam o ódio no coração e vertem o fel emocional pelo olhar ensandecido de ego.

Pense em quantos estudantes espirituais você já viu se afastarem do caminho por causa de questões ridículas, que nada mais eram do que arroubos de personalismo dos envolvidos.

Pense em quantas vezes você viu pessoas com excelente potencial espiritual desistirem por causa da falta de empenho e dedicação em seu próprio desenvolvimento.

Pense em quantas vezes você viu companheiros emanando farpas psíquicas contra outros colegas de senda espiritual, muitas vezes por questões tolas, que os levaram a projetar formas-pensamentos doentias, filhas de seus egos feridos.

Pense em quantas vezes você viu colegas encarnados projetando emoções e energias pesadas na direção de alguém, e agindo pior do que muitos espíritos desencarnados obsessores.

Pense em quantas vezes você viu colegas doutrinando espíritos e pedindo-os para perdoar os adversários, sem que eles mesmos praticassem o perdão que tentavam exigir dos outros.

Pense em quantas vezes você viu estudantes espirituais chorando no cemitério por uma perda que nunca existiu, pois eles sabem que ninguém morre.

Pense em quantas vezes você viu médiuns com medo de espíritos.

Pense em quantas vezes você viu componentes de grupos espirituais faltarem levianamente às reuniões que participavam.

Finalmente, pense em quantas oportunidades foram perdidas ao longo da vida, e quantas chances de crescimento espiritual foram deixadas de lado.

Pense nas pessoas que se arrastam pela vida apenas sobrevivendo, sem pensar, sem sentir, sem poder levantar o véu das coisas espirituais, e sem conseguir sair do atoleiro material ou emocional em que se enfiaram.

Pense nisso tudo, e erga os pensamentos ao Alto, que lhe deu a chance de perceber que há algo a mais do que apenas comer, beber, dormir e copular cegamente pela vida, e agradeça por todas as oportunidades de aprendizado, mesmo aquelas que lhe foram provas difíceis na jornada.

Pense que a vida está passando e a morte não tem hora para chegar... Não sabe quanto tempo lhe resta...

Pense... E agradeça!

PS. Logo após eu digitar essas linhas, surgiu um dos espíritos da Cia. Do Amor e me ditou o seguinte:

"Quem martela demais a mente, amarrota os pensamentos.
Quem pisa demais nos sentimentos, deixa pegadas de dor por onde vai.
Quem pisa na bola espiritualmente, perde a jogada, e faz gol contra.

Quem pensa e agradece ao Papai do Céu pelo trabalho espiritual que abraçou com amor e coração, não faz bobagens, pelo contrário, só faz golaços e joga bem nos campos da vida.

Os seus 'passes' são luminosos, é craque da vida, e a toda hora dribla o mau humor e enfia a bola por entre as pernas do ego.

Quem não corre do jogo espiritual, nem nega fogo no serviço pelo qual é responsável, é craque de Deus.

E a bola das experiências continua rolando pelos campos da vida...

O craque não pisa nela, e ela gosta dele, pois os seus 'passes' são luminosos."

(Esses escritos são dedicados aos trabalhadores e estudantes espirituais, de todas as linhas, que batalham sem esmorecer por climas melhores na existência, e que não fogem da senda espiritual por motivo algum, pois sabem que sem isso todo o resto ficaria muito pobre e sem viço.).

- Wagner Borges -
São Paulo, 28 de março de 2004, às 02h39min.





MENSAGEM DO GASPARETTO

Viver, como se fosse o último dia...
Trabalhar, como se fosse para Deus...
Gostar de todos, como se fosse amor...
Libertar-se, como se estivéssemos no fim de todas as dores.
Olhar tudo como se fosse obra de arte.
Caminhar, como se estivéssemos nas nuvens.
Abraçar a todos, como se fossem nossos filhos.
Perdoar, como se nunca tivéssemos sido ofendidos.
Desapegar, como se não tivéssemos mãos.
Cooperar, como se não houvesse luta.
Sorrir, como se tudo fosse uma brincadeira.
Recomeçar, como se fosse a última chance.

Em qualquer ação, o importante é fazê-la com classe, como se fosse pela
primeira vez, consciente de que o tempo não volta e que tudo é para sempre.

- Luis Antonio Gasparetto

- Nota de Wagner Borges: Gasparetto é meu amigo e colega de Rádio Mundial. É
psicólogo, terapeuta, espiritualista, autor de vários livros de auto-ajuda e
médium de pintura mediúnica (psicopictografia) internacionalmente conhecido.


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 2


wb
Wagner Borges é pesquisador, conferencista e instrutor de cursos de Projeciologia e autor dos livros Viagem Espiritual 1, 2 e 3 entre outros.
Visite seu Site e confira a entrevista.
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa