Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

Perdão

Perdão Publicado dia 12/3/2002 12:59:17 PM em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

O que me incomoda não é o que fizeram com você, mas o que você está fazendo com aquilo que fizeram para você.
Jean Paul Sartre


Esta é uma questão fundamental na vida. O que você faz com aquilo que fazem com você ou em você. E o perdão está associado a isso tudo. Perdoar, aqui, significa resolver a situação, não deixar simplesmente ela de lado e nem tampouco pedir desculpas. Nesse caso que vou narrar eu abordo o fato de termos sob nosso controle o tamanho do problema e sua extensão, examinando-o com nitidez e cuidado.

Eu mudei de residência no ano passado e passei um dia na casa antiga para pegar as correspondências e dentre elas tinha uma multa de trânsito. Na hora fiquei chateado, afinal uma multa é sempre uma despesa extra, desnecessária e que abala nosso orçamento. Pensei isso e fui andando. Como sempre faço, diante de situações novas ou difíceis, comecei a realizar o exercício respiratório. Fiz várias vezes, procurei visualizar conquistas minhas; imaginei-me andando e brincando com meus netos, conversando com minha mulher, enfim procurei trocar as ocupações mentais negativas por outras positivas. E deu certo. Segui meu caminho.

Passados cinco minutos veio de novo a lembrança da multa, só que agora acompanhada de inimigos. Sabe o que veio no meu pensamento? Que aquele dinheiro da multa daria para eu ir com minha mulher na praia, passar um fim de semana muito gostoso ou então daria para comprar os presentes de Natal do Ícaro, do Luccas e do Allan, meus netos.

Aí, eu quase desabei em plena rua. Senti na circulação, nos músculos a reação física que aquelas idéias provocaram. Parei e realizei de novo a respiração, fiz uma oração bem consciente do que estava dizendo não só para Deus mas também para meu corpo, minha essência espiritual e fui lutando até conseguir eliminar aquele monstro de meus pensamentos. Consegui. Segui em frente, trabalhei durante todo o dia e aqui estou, são e salvo.

Na verdade, o fato de pagar uma multa é apenas uma despesa a mais. Mas estabelecer uma relação do dinheiro da multa com um descanso na praia ou com os presentes de Natal dos netos seria uma bagagem muito grande e pesada que eu não iria conseguir carregar.
É exatamente isso que Sartre diz. A multa é pesada, mas o que eu estava fazendo com aquela multa causaria um estrago bem grande em meu universo.

Não sei se alguém soprou essas idéias negativas no meu ouvido, prefiro crer que fui eu mesmo que organizei e dei movimento a este monstro. E como eu o criei, eu o liquidei com paciência e inteligência. E acima de tudo, com muito amor por meus netos, minha mulher e eu mesmo.

Agora , imagine se nos últimos 12 meses você não tivesse jogado fora o lixo do banheiro, da cozinha a poeira acumulada., a sua casa estaria estragada. Pois bem, em sua mente podem estar acumulados “lixos” de muitos anos, causando dores, tumores ou dirigindo suas atitudes.
Poucos de nós fomos educados ou treinados para desenvolver métodos de limpeza emocional ou espiritual.
Na verdade, toda criatura, por sua origem espiritual pode se tornar uma usina de reciclagem para beneficiar e reaproveitar toda a energia, pensamentos e impulsos porventura estragados no seu universo existencial.
E o perdão é o recurso e a ferramenta disponível para esta tarefa. O perdão limpa, depura, recicla e agrega valores em nosso universo.

Realizar o perdão não fragiliza a criatura. Observe isso: o perdão não implica em abrir mão de sua defesa; nem da justiça; na precisa eliminar seu amor próprio (se alguém pisar no seu pé e você sorrir, você está doente).
O perdão significa a utilização do Livre Arbítrio, da sua liberdade de ser um principio inteligente do Universo. Você tem o direito de exercer a sua escolha, removendo esta montanha de mágoas, medos, culpas e lembranças de sua mente.

Observemos um fato interessante. Todos vimos na televisão uma menina sendo queimada e correndo pela rua, na China. A cena era dramática, horrível e ficou na memória dos que executaram o atentado e na memória de todo cidadão terreno.
Recentemente, ela, agora uma mulher formada e militante em grupos de apoio e orientação social nos EUA perdoou aqueles que atentaram contra a sua vida. Recuperou-se física e psiquicamente e é hoje uma mulher livre e feliz, comprometida com suas realizações pessoais e com a defesa dos direitos dos mais fracos. Enquanto isso a sociedade e aqueles que a violentaram continuam com o estigma da violência.

Corrie Tem Boon, escreveu O Refúgio Secreto e Andarilha para o Senhor. De família holandesa, vivia na Alemanha e protegia judeus fugitivos. Sua família foi presa e mandada para os campos de concentração. Um oficial de Hitler foi o responsável pela morte do seu pai e de sua irmã. Ela sobreviveu. Após a guerra incorporou-se a igreja, transformando-se em missionária evangélica. Estava no púlpito terminando uma palestra sobre o perdão, quando um homem se levantou no fundo da sala e veio na direção dela. Naquele instante la está diante do seu passado, suas dores, suas perdas. Esfria seu corpo, como se estivesse morta. Ele vem em sua direção, sem a identificar (ela era uma na multidão, ele era o algoz). O confronto está realizado, o sincronismo se deu. Ela recorre à sua fé e encontra forças para PERDOAR e abençoar o irmão que se dobra de joelhos a sua frente.

Passo a passo do perdão:
Negação: “não, não é possível...”.
Confronto: encarar as perdas, o algoz e integrá-los em seu universo.
Reação: magoe-se, não finja que é forte. Mostre a ferida.
Rendição: deixe-se dominar pela vontade de Deus / pela Lei Divina e por sua vontade de eliminar aquele fato, aquela mancha.
Consciência: eu perdôo, nada tenho que reclamar. Estou livre.A saga de duas almas

O padre Marcelo Rossi revelou, tempos atrás na TV, que até os seus 25 anos de idade não beijava o pai. A relação entre ambos era tumultuada, com bloqueios entre os dois.
Um dia, ele estava numa Igreja assistindo a missa e ouviu uma comovente confissão de um drogado, que se convertera e abolira o vício de sua vida. (O RECADO)

O depoimento o tocou espiritualmente. (O SENTIR) Saiu dali direto para a sua casa a procura do pai. (A DECISÃO)
Ele estava no banheiro se barbeando. Marcelo entrou no banheiro e diante do olhar apalermado de seu pai deu-lhe um beijo no rosto e disse que o amava. (O PERDÃO)

Um grande peso saiu de seus ombros, naquele instante. Sua alma estava limpa, seus pensamentos se iluminaram. A partir daquele momento ele tinha absoluta certeza do que queria e o que fazer com sua vida. Foi para o quarto e chorou copiosamente.

Enquanto isso, no banheiro, o pai se desmanchava em lágrimas e sentia-se levitando, a opressão do peito que tanto o incomodava sumira. Sentia-se amado e amava o filho querido. Com esta atitude Marcelo abriu sem caminho rumo a uma grande missão: tornar-se missionário de Deus.

Oração do perdão

sinceramente
eu perdôo a todas as pessoas, a tudo e a todo o meu passado no universo.
todas as pessoas, tudo e todo o meu passado no universo me perdoam.
e eu me perdôo infinitamente do centro de minha essência atemporal.
toda a minha paz
todo o meu amor universal
toda a minha gratidão e alegria
pela oportunidade de servir.


Exercício do Perdão

O exercício do perdão libera você de mágoas e fixações mentais que podem sobrecarregar seu corpo e sua alma por toda vida.
Saia da passado e viva plenamente o presente organizando, planejando e realizando ações que vão garantir uma trajetória existencial de qualidade.

Demonstre, neste momento, que você acredita em Deus e na Justiça Divina. Elimine do seu coração a idéia de vítima. Assuma o desejo de ser melhor e maior.
Respire, trazendo de dentro do seu corpo ou de sua história existencial a pessoa objeto deste seu exercício.
Sinta-se junto dela, mergulhado no Hálito do Criador. Você está envolvido pelo Amor Divino. Sinta-se amado, tocado pela força Divina.
Inspire esta energia e sinta que esta força circula em seu corpo e alma. Você está, neste momento, envolvido por esta energia superior que é sua, você é Deus.
Diga, agora, com palavras vindas do coração:

Eu me perdôo
Eu o perdôo
Nós nos perdoamos
Deus me perdoa
Deus o perdoa
Deus nos perdoa.
Obrigado, Senhor.


por Wilson Francisco


Obrigado por votar

O artigo recebeu 2 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Consulte grátis

Mapa Astral   Tarot   Numerologia  


Sobre o autor
Wilson Francisco é Terapeuta Holístico, escritor e médium espírita. Desenvolve o Projeto Mutação, um processo em que faz a leitura da alma da criatura e investigação do seu Universo, para facilitar projetos, sonhos e decisões, descobrindo bloqueios, deformidades e medos que são reprogramados energeticamente. Participe do Projeto Mutação confira seus artigos anteriores
Email: wilson153@itelefonica.com.br
Visite o Site do Autor

Veja também
Vencendo os problemas
Quando vai haver algo de realmente novo em você?



Continue lendo
Energias negativas não entram nas pessoas por acaso
Ano novo, vida nova?
Destruindo a felicidade!
Amor narcísico

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa