auravide auravide

Permaneça...


Ontem à noite tive uma experiência bastante forte de permanecer em mim, diante de um sentimento de angústia e tristeza, sem aparente motivo. Aliás, o que não falta é motivo nesses tempos, porque parece que tudo resolveu vir à tona para ser liberado... mas motivo claro não tinha... não era causado por nenhum problema conhecido... era só uma sensação de angústia sem nome...
Entre as muitas coisas que poderia fazer, estava colocar alguma coisa no lugar e fingir que não era comigo... me distrair com alguma coisa para desviar do assunto...
Sei que já fiz isso outras vezes, mas agora é bem claro para mim que o assunto sou "eu".

Um eu que não quer mais ficar escondido nem deixado de lado por outra coisa "melhor". É que existem algumas partes na gente que julgamos que não são boas e que não merecem ser vividas, aquelas que nos lembram das dores, das culpas, dos medos... do não merecimento... e por aí vai...

Mas não podemos eternamente fugir dos assuntos que não gostamos se eles vão sempre insistir em se fazer presente, de uma forma ou de outra, até que tenhamos coragem de encará-los de frente.

E nesse dia, não sei por que cargas d'água resolvi olhar, de cara limpa, sem nenhuma maquiagem ou escudo de proteção... Olhar até o fim para o que me incomodava e seguir firme sem desviar o olhar nem virar o rosto, adiando para depois...
Dessa vez nem ho´oponopono, peça e receba...

De alguma forma, minha Alma me pediu silêncio absoluto para receber aquilo... e deixei a angústia livre... a opressão no peito aumentar o quanto quisesse, permaneci observando, só observando, sem julgar se era bom ou ruim e sem tentar fazer qualquer movimento para apressar ou retardar aquele processo.
A angústia aumentou um aperto na garganta veio fazer companhia e... permaneci...

Ali era eu comigo e com a determinação de não fugir... Quanto mais permanecia, mais os sintomas aumentavam e parece que de alguma forma inesperada, minha força para suportar também aumentava... Até o ponto em que senti que nada podia me afastar de olhar para o que fosse preciso.
De repente, vi-me saindo de mim, como se fosse duas e essa que saiu virou de frente e voltou me transformando em uma de novo.
Só isso

Mas um isso extraordinário que teve o efeito de substituir o que era mal-estar por bem-estar. Bem simples assim, mas fundamental assim...
Algo inesperado e tão rápido que me deixou um bem-estar tão simples, que fiquei ali... só me sentindo bem e observando esse bem-estar se ampliar... uma leveza, um espaço grande no coração que vibrava com uma energia acolhedora e ao mesmo tempo expansiva.
Eu e o meu redor nos tornamos mais íntimos como se tudo fosse uma coisa só...

Depois desse dia, fiquei mais forte... não sei como, mas parece que ao estar disposta a permanecer e olhar de frente sem fugir, perdi um medo de seguir onde fosse para dentro de mim, ultrapassei alguma barreira e fui além...
E o ir além era só voltar para mim de uma outra forma.

Bom, mas sei que hoje me surpreendi ao não reagir a uma situação onde reagiria e isso me gerava sofrimento... permaneci tão tranquila que a situação se dissolveu.
Fiquei pensando, então, em como nos permitimos merecer tão pouco "nos sentir bem" e como nos acostumamos a tanto "nos sentir mal".
O que nos impede de ir além do ponto em que estamos presos?

Tantas coisas nos distraem de nós mesmos que é bem mais fácil fugir do contato do que permanecer e mergulhar em busca da liberdade.
Mas sempre é hora de começar... permaneça mais um pouco quando a vontade é fugir e espere para ver o que você tem a revelar para você mesmo...


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


rubia
Rubia A. Dantés é Designer, cria mandalas e ilustrações em conexão...
Trabalhos individuais e em grupo, com o Sagrado Feminino, o Dom e o Perdão...
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa