auravide auravide

Pesquisa sobre a Música


Segundo pesquisadores, musicólogos e historiadores o Vodu foi para a América transformado no Blues e no Jazz, ramificando-se mais tarde no Rock and Roll.
Tendo os negros a consciência mais escravizada que o próprio corpo, utilizavam-se dos cânticos para se comunicar e para expressar tristeza, melancolia e revolta.
Houve influência também na linguagem, com a introdução de palavras de origem africana, como: okay, rapi e hippie.

Cyril Scott - compositor e poeta - afirma que o jazz foi introduzido por Forças das Trevas e alterou o comportamento humano. Em l920 era sinônimo de crime e sexo.
Etnólogos informam que jazz e rock and roll são palavras que se referem ao ato sexual.
Na década de 1890 Buddy Bolden criou o jazz tocando-o primeiramente nos bordeis e bares. Em 1906 ficou louco, deixando o corpo em 1931.

O Funk, na atualidade, resgatou por um breve tempo a degradação do comportamento humano menosprezando a mulher e banalizando a dança.
Os Beatles, ao contrário dos Mamonas Assassinas e dos grupos de Funk conseguiram através do Rock realizar uma transformação na juventude, sem banalizar e degradar o comportamento dos moços e moças na época.

A musica pode modelar o caráter e alterar o nível de consciência do ser humano. Afeta plantas e animais. Experiências atuais, realizadas por Dr. Earl Flosdorf e Leslie Chambers comprovam que sons agudos projetados num meio liquido, coagulam proteínas.

O bater do coração, o fluir do sangue, o movimento dos músculos, as pulsações da respiração fazem a sinfonia do corpo.
Um Coral formado por pessoas que passaram pelo AVC (derrame), deu resultados surpreendentes, tanto na articulação da voz como na própria movimentação das pessoas.

A derrubada das muralhas de Jericó foi conseguida com as pessoas soprando chifres de carneiro. No ato final todos juntos emitiram um único som e as muralhas ruíram.
Alfred Tomatiz, otorrinolaringologista francês tem estudos sobre o uso de freqüências altas. Segundo ele, os cantos gregorianos têm freqüência altas e estas freqüências conseguem recarregar o córtex cerebral, massageando-o e por conseqüência todo o corpo.

A canção indígena e outras que utilizam o tambor provocam o transe.

Dr. Lee Salk, num berçário de Hospital, nos EUA aplicou música contendo batimento cardíaco de uma mãe. Resultado: as crianças dormiram. Logo após, colocou música com batimento cardíaco de uma pessoa nervosa, excitada. Resultado: as crianças acordaram chorando.

A música, o som tem um efeito extraordinário sobre o psiquismo humano.

Por isso, utilizamos em nossas vivências e cursos a música new age, os cantos gregorianos e mantras com a intenção de alterar e melhorar a qualidade auditiva das pessoas, possibilitando-lhes realizarem seus eventos existenciais com plena atenção e qualidade de percepção que facilitem a leitura da vida e dos seus semelhantes.


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


wilson
Wilson Francisco é Terapeuta Holístico, escritor e médium espírita. Desenvolve o Projeto Mutação, um processo em que faz a leitura da alma da criatura e investigação do seu Universo, para facilitar projetos, sonhos e decisões, descobrindo bloqueios, deformidades e medos que são reprogramados energeticamente. Participe do Projeto Mutação confira seus artigos anteriores
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa