auravide auravide

Por isso Amo Ho’oponopono... e sou grata!

por Rubia A. Dantés
Publicado dia 22/10/2008 17:13:37 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Quanto mais faço Ho’oponopono mais esse caminho vai se revelando para mim como uma benção ainda maior e vou pouco a pouco percebendo nuances cada vez mais delicadas na forma com que somos tocados pela Divindade. Parece que os véus vão sendo tirados e começamos a ver as coisas de forma mais simples e verdadeira.

Posso notar nitidamente quando estou agindo sob influência de algum padrão e como tudo muda quando faço Ho’oponopono para limpar o que está causando aquele problema.

Quase sempre o medo está na raiz de muitos dos nossos problemas e esse medo faz com que atraiamos mais e mais das situações que tanto tememos.
Não adianta fugir de você mesmo, porque não tem jeito... as memórias que nos fazem atrair os problemas estão dentro e não fora... e quanto mais tentamos esconder ou fugir de algo, mais aquilo nos aparece, às vezes disfarçado em outra situação mas... no final, nos deparamos com o mesmo tipo de problema que tentamos evitar... sempre volta, enquanto tivermos guardadas memórias com aquela vibração.

E quando vem algum medo que identificamos pela nossa reação quase imediata e pela sensação de desconforto e de impotência diante daquilo, a chave é fazer Ho’oponopono para limpar a causa daquele medo.

O medo nem sempre vem explícito, e podemos reagir hora com raiva... hora apáticos, sem entusiasmo ou energia... mas por trás está algum medo antigo, que quase nunca nos permite arriscar o novo...
Às vezes, um sentimento de desconforto diante de uma situação ou uma excessiva proteção e controle, não nos deixam ir de encontro a felicidade.
Enfim temos muitas formas extremamente sofisticadas de nos afastar e de despistar a vida, que têm origem no medo de repetir coisas que foram dolorosas, e a maior parte das vezes, nem temos mais consciência do que causou esse medo... porque o que temos na memória consciente geralmente é só o efeito... a causa está perdida no tempo em memórias que se misturam em intricada teia que só nos prendem cada vez mais.

Por isso, amo Ho’oponopono que limpa a causa dos medos e de todas as coisas que se manifestam nas nossas vidas como problema.

Agora... diante de qualquer problema, venha explícito ou não... logo faço Ho’oponopono, e mesmo quando não tenho nada que me incomode, tenho feito a Oração da Morrnah Simeona, que acho preciosa, porque sei que as memórias, como um filme que passa o tempo todo, estão sempre sendo revividas... quando não estamos operando por Inspiração Divina...

Confesso, que no princípio, quando li que devíamos fazer Ho’oponopono o tempo todo, como respirar, essa idéia me pareceu absurda porque pensei que não conseguiria... Realmente, não consigo o tempo todo, mas sei que a cada dia esse tempo vai aumentando e é extremamente natural e prazeroso estar falando as palavras mágicas mentalmente... e vai ficando mesmo tão natural como respirar, você nem percebe e elas vão fazendo o milagre de limpar tudo que impede a sua Luz...

Com Ho’oponopono a nossa dependência de coisas fora da gente, para resolver os problemas, vai acabando, porque temos nas mãos uma ferramenta que se mostra extremamente precisa para limpar qualquer coisa que nos incomode.

Algumas pessoas têm dúvidas em que situações podem usar Ho’oponopono, se podem usar para mais de uma coisa no mesmo dia e por quanto tempo devem fazer para cada problema.

Vou falar pela minha experiência e pelo que venho observando desde quando comecei.
Uso Ho’oponopono para qualquer situação que de alguma forma, por menor que seja, traga um incômodo, seja um problema bem nítido, um sentimento de desconforto, uma falta de energia, uma resistência em relação a alguma coisa... alguma pessoa, uma dor, uma insegurança diante de alguma situação, qualquer doença, um sonho, algum objeto que estraga... situações que não fluem... algo triste que me chama atenção se estou na rua, ou por alguma notícia que me chega... pergunto à Divindade o que em mim está contribuindo para aquela situação... e faço Ho’oponopono para limpar.

Quando começo a fazer para um problema determinado pode ser que durante o processo eu me lembre de uma pessoa ou situação, insistentemente... Então faço para o que veio, porque entendo que quando começamos a fazer para determinado problema sabendo que ali está só o efeito, e pedimos para limpar a causa, apareçam coisas que fazem parte e que precisam ser liberadas, mesmo que aparentemente não tenham nada a ver.
Quando começo a fazer, sinto que vamos sendo guiados para o próximo passo...

Quando é um grupo de pessoas envolvido, faço para limpar em mim as memórias e pensamentos equivocados sobre aquele grupo e transmutar em pura Luz... e tem dado ótimos resultados, sempre lembrando que só podemos limpar em nós, mesmo que o problema venha por outra pessoa. Reconhecemos que temos memórias compartilhadas e que podemos limpar em nós essas memórias que causam o problema, mesmo que ele pareça que é só do outro.
Ali sempre está uma oportunidade maravilhosa de liberação de coisas que nem temos consciência, mas que com certeza estão atuando silenciosas... interferindo nas nossas escolhas e limitando nossa vida.
O “outro” pode nos trazer a oportunidade de limpar em nós o que não conseguimos perceber... e isso passa a ser um presente quando olhamos dessa forma.

Quanto ao tempo.... faço até sentir que está bom. Já tive experiência de ouvir minha criança falando que não precisava mais fazer para determinada coisa e logo depois ver que realmente a situação estava liberada.... Assim como já parei de fazer porque passei a me sentir bem quanto ao que era o motivo de estar fazendo.

Também entendo que essa liberação para algumas coisas se dá de forma gradativa... liberamos, e depois elas voltam de forma mais suave, liberamos mais um pouco... até que tudo esteja limpo.
A nossa realidade serve como um radar que podemos seguir, fazendo para o que está mais próximo e que nos chama mais atenção no momento.

Sempre lembrando que quem faz a limpeza é a Divindade... nós pedimos à criança para pedir a Divindade para limpar...e a Divindade limpa...

Por isso Amo Ho’oponopono e sou profundamente grata...


estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  



Sobre o autor
Rubia A. Dantés é Designer, cria mandalas e ilustrações em conexão...
Trabalhos individuais e em grupo, com o Sagrado Feminino, o Dom e o Perdão...
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Não se trata do que eu devo nem do que eu quero...
artigo Infeliz
artigo O sagrado
artigo Tenha uma vida afetiva abundante


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa