auravide auravide

Ramana Maharishi - Um gigante-menino nas flores do eterno - Parte 4


Nas ondas espirituais, eu o vejo, mais uma vez.
Ele está numa região extrafísica muito densa.
À sua frente, está uma massa de energia escura.
Parece uma enorme gosma cheia de tentáculos escuros.
Eu olho aquilo, abismado, pois sei que é uma coisa criada no mal.
Sim, aquilo é uma massa de maldade criada por mentes tenebrosas.
Mas ele caminha tranquilamente para a frente... E os seus olhos brilham de amor.
E a massa vai recuando, agitada, guinchando, e diminuindo, temerosa da luz dele.
Ele avança e movimenta suas mãos, aplicando passes energéticos suaves.
Eu olho e fico admirado, pois, mais do que energia, eu vejo amor fluindo de suas mãos.
E vejo, também, pairando por cima dele, a imagem de uma grande estrela prânica**.
Então, ele me vê, por entre os planos... E o seu doce olhar me enche de amor.
E eu percebo que ele está me dando a chance de ver a ação do amor dissolvendo as trevas.
No seu olhar silencioso, ele fala ao meu coração, e eu me sinto tão pequeno.
Porque, ele está trabalhando ali, no meio de um plano pesado e, mesmo assim, ainda me vê.
E me olha, como só o amor olha... Amando incondicionalmente, nas ondas espirituais.
E eu recebo e agradeço o seu carinho (que é muito mais do que mereço).
E ele segue em frente, serenamente... Limpando as fossas umbralinas, por amor.
E eu fico aqui, admirado, me sentindo bem pequeno, porque é amor demais para mim.
Fico quietinho, grato a ele, pela atenção e carinho, e penso no infinito...
Então, surge uma estrela prânica pairando acima de mim. E eu sei que é um presente dele.
E aí, mais do que nunca, eu me sinto uma criança diante do infinito...
Porque eu sei que sou apenas uma pequena chama inflamada pelo fogo do Espírito Universal.
E o que vejo e sinto espiritualmente é muito maior do que o que eu acho e sou.
E, quando o coração fala ao coração, não há mais nada a dizer...
E ele, Ramana Maharishi, mais uma vez, falou ao meu coração, só com o seu doce olhar.

P.S.:
Ah, Ramana!***
Como posso lhe agradecer?
Essa estrela aqui em cima não tem preço.
E eu espero sempre ser digno do seu olhar.
Porque só um coração amoroso reconhece o amor.
E só a luz reconhece a luz...
E eu sei da responsabilidade disso.
E ver você trabalhando só me faz querer melhorar também.
E eu fico me perguntando, como você aguenta tanto amor em seu coração?
Porque, só o pouco que sinto já me arrebata, e eu fico quedado e admirado.
E eu fico aqui, pensando nas pessoas que amo e nos grandes amigos que tenho.
E também penso no Rama, o meu cachorrinho.
Sim, eu fico aqui, pensando e sentindo...
Esse amor, que não se explica, só se sente.
Meu querido Ramana, muito obrigado.
E que o seu doce olhar esteja nessas linhas...
Abençoando a quem lê-las.

Paz e Luz.

- Wagner Borges - cada vez menor diante de um Grande Amor.

- Notas:
** Estrela Prânica - do sânscrito, prana - a força vital; a energia - no contexto iogue é a estrela espiritual, manifestação do plano divino. Para melhor compreensão sobre isso, sugiro ao leitor ler o texto "A Canção das Estrelas-Bebês", no seguinte endereço específico do site do IPPB: link
*** Bhagavan Sri Râmana Mahârshi (30 de dezembro de 1878 - 14 de abril de 1950), mestre de Advaita Vedanta e homem santo do sul da Índia. Considerado um dos maiores sábios de todos os tempos, tornou-se conhecido no Ocidente especialmente através do livro "A Índia Secreta", do jornalista e escritor inglês Paul Brunton, que retratou os ensinamentos de Ramana, transmitidos, na maioria das vezes, em silêncio absoluto, aos seus discípulos.
Shri Ramana Maharshi foi o grande representante da sabedoria milenar da Índia no século XX. Isso não significa que ele foi um acadêmico que sabia de cor e salteado os textos sagrados da religião, mas sim que viveu e mesmo personificou, à perfeição, tal sabedoria. Na verdade, ele não escreveu nenhum livro. Ensinava o jnana, "via do conhecimento espiritual" mais puro. Ao mesmo tempo, ressaltava que as outras duas outras grandes vias espirituais, a do karma (das ações) e da bhakti (devoção) estavam contidas no jnana.
Obs.: Carl Gustav Jung escreveu um extenso texto sobre Ramana Maharshi, que pode ser acessado no excelente site link, no seguinte endereço específico: link


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


wb
Wagner Borges é pesquisador, conferencista e instrutor de cursos de Projeciologia e autor dos livros Viagem Espiritual 1, 2 e 3 entre outros.
Visite seu Site e confira a entrevista.
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa