auravide auravide

Saudações Espirituais


A educação terrestre recomenda, corretamente, que, ao nos dirigirmos a uma pessoa, com uma finalidade específica, em primeiro lugar devemos cumprimentá-la atenciosamente, manifestando gentileza e interesse em estabelecer uma boa relação.

Por isso, o convencionalismo social da humanidade criou os tradicionais cumprimentos: "Bom dia", "Boa noite", "Como vai?", "Tudo bem?", "Tudo azul?", "Olá", etc.

As saudações, em sua base, são positivas. Carregam em seu bojo uma egrégora benéfica, se forem proferidas com um real sentimento de amistosidade. Porém, em sua grande maioria, os homens cumprimentam-se maquinalmente e, por vezes, até irritadamente, traduzindo na saudação seu desequilíbrio interior e projetando inconscientemente por meio desta, a sua energia negativa, muito embora, aparentemente, a pessoa esteja sorrindo e mostrando-se atenciosa.

Como o corpo físico, devido às suas vibrações lentas, não reflete o que a consciência manifesta em seu corpo mental, constituindo-se em uma verdadeira máscara densa, as pessoas não notam, embora pressintam, que a outra pessoa não está bem.

Ao deixar o corpo físico, por ocasião da projeção temporária, que ocorre no sono comum, ou por ocasião da projeção final, chamada morte, a consciência manifesta-se através do corpo astral e está desvestida da sua "máscara de carne", que disfarçava na vigília física seus sentimentos e pensamentos. É nessa hora que se pode ver o nível real da pessoa, pois cada um leva para fora do corpo sua egrégora real, plasmada indelevelmente em seu veículo astral, retrato vivo do seu "hálito espiritual".

Logo, ninguém muda ao sair do corpo. Não é melhor nem pior que ninguém; está apenas fora do corpo. As qualidades e vícios são os mesmos.

Baseado nisso, nas escolas espirituais do "Astral" costuma-se usar o binômio "PAZ e LUZ" como saudação fraterna.

"PAZ" significa equilíbrio emocional e "LUZ" significa equilíbrio energético.

A reunião de "PAZ e LUZ" como saudação espiritual é simplesmente a síntese, em apenas duas palavras, de um potencial mantrânico* que reflete o equilíbrio espiritual.

Portanto, essa saudação possui uma egrégora positiva que é evocada no momento do cumprimento e que manifesta em sua essência o desejo de viver em "PAZ" e de brilhar na "LUZ", como espírito equilibrado no Bem.

Paz e Luz!
Ramatís


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


wb
Wagner Borges é pesquisador, conferencista e instrutor de cursos de Projeciologia e autor dos livros Viagem Espiritual 1, 2 e 3 entre outros.
Visite seu Site e confira a entrevista.
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa