auravide auravide

Semeando amor


As ondas do tempo se repetem infinitamente em fluxos contínuos... quando chega o tempo de fechar um ciclo é preciso desapego e coragem... pra deixar ir o que está ocupando espaço de alguma coisa nova que quer se manifestar...

Quando deixamos o que precisa ser deixado... as ondas mágicas do tempo, trazem de novo energias de renovação. É a hora de plantar sementes...

Esse tempo vem com cheiro de recomeço... de novas oportunidades... é quando vamos escolher o que queremos para o próximo ciclo...

Essa escolha deve ser feita com cuidado e de acordo com nosso propósito maior, porque as sementes que plantamos agora vão dar os frutos que mais tarde vamos colher.
Se plantamos sementes de amor vamos colher amor.

Amor é a semente mais bonita de se plantar mas, não é a mais fácil... é, que as sementes de amor às vezes vêm com um tipo de proteção chamado de medo... uma película que reveste aquelas sementinhas e que precisa ser retirado pra que elas floresçam em todo o seu potencial... É preciso coragem pra limpar essas sementes dos medos...

Tem gente que prefere nem plantar sementes de amor só pra não ter que limpar os medos... Mas quando não se planta semente de amor a vida fica assim um pouco sem graça... é como passar um filtro de cor pastel em cima de tudo... então, até o arco-íris fica desbotado e sem brilho...

As sementes de amor, por darem frutos muito preciosos, costumam vir com muitas instruções... muitas regras estabelecidas... então, uma boa dica, é deixar um pouco as instruções de lado e se deixar guiar pelo coração... ele entende melhor essas sementes... e como cada sementinha é única e especial não existe regra que sirva para todas... cada uma tem uma forma única de ser cuidada, porque dá frutos únicos também...

Depois de limpar os medos e as regras é o tempo de semear... semear amor, e com amor...
É um tempo de seguir o coração sem expectativas... é que a nossa expectativa às vezes interfere no crescimento dessa espécie de semente e uma sementinha que poderia dar um fruto maravilhoso, dá aquilo que esperamos... e nem sempre o que esperamos é o melhor que podemos ter...

Depois tem o tempo de cuidar daquelas sementes, precisamos dedicar a elas todos os cuidados que temos com uma plantinha muito delicada, porque amor é coisa muito sensível e preciosa e deve ser tratado assim...

O melhor adubo pra sementes de amor é o próprio amor... por isso, a hora de regar com amor é muito bonita... porque precisamos despertar esse sentimento no nosso coração pra poder dar alimento pra's sementinhas...

Aqui percebemos que o dar amor já implica em receber...
Depois é tempo de colher... esse tempo de colher amor é um tempo de infinita delicadeza e cada sementinha traz uma surpresa nova... que sempre nos encanta pela riqueza de detalhes inimagináveis que o amor nos dá, quando nos damos com amor...

Ilustração de Rubia Americano Dantés - Visite o site


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstar Avaliação: 4 | Votos: 4


rubia
Rubia A. Dantés é Designer, cria mandalas e ilustrações em conexão...
Trabalhos individuais e em grupo, com o Sagrado Feminino, o Dom e o Perdão...
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa