auravide auravide

Teia de Luz...


Pensando sobre as grandes transformações que o planeta e todos nós estamos passando... eu fiquei imaginando qual seria a maneira mais fácil de passar por isso tudo sem que isso tudo nos leve... enquanto pensava assim um reflexo de luz me chamou a atenção em uma parte do jardim.... Me aproximei e vi que era uma linda teia onde os raios do sol brincavam com as gotinhas de orvalho dando àquela teia o aspecto de uma linda mandala de luz...

Me lembrei então, de uma mulher que encontrei um dia... e muitos outros depois... em uma caverna de pedra, que sempre me ensina sobre coisas muito bonitas que trazem mais luz à minha vida...
Naquele dia eu tinha tomado conhecimento de um fato que me deu profunda dor e me tirou do eixo... fiquei um pouco perdida sem saber como agir naquela situação... sem conseguir entender como as coisas podiam ser daquela forma... e assim me vi de novo na presença da mulher na caverna de pedra...

Ela... suavemente, para não me ferir mais, nem de leve... me mostrou uma linda mandala branca... me pediu então para me dirigir ao centro daquela que era a minha mandala....

Imediatamente a imagem da linda mandala branca com raios de luz se expandiu diante de mim e me vi andando em direção ao centro da mandala... enquanto caminhava parecia que as minhas dores iam sendo dissolvidas pelas lágrimas que eu ainda chorava... Assim, mais leve... cheguei ao centro e me deitei na luz branca... e fiquei esperando...

A mulher me falou que a chave consistia em ficar sempre no centro... que ali tudo me seria dado... tudo que eu precisasse estaria ali à minha disposição....

Eu bebia cada palavra que daquele centro parecia ter uma força que trazia um entendimento diferente...

Agora ela só me mostrava, sem falar... eu percebia tudo em um nível muito profundo... Eu podia ver todas as coisas de que precisava chegando ali naquele ponto central, sem que eu precisasse fazer nenhum esforço para isso... mas, cada vez que eu saia dali para buscar fora, eu perdia aquilo que continuava chegando no centro... na hora certa...
Me mostrou, como tantas vezes, eu me deixo levar para fora de mim mesma pelas muitas situações que a vida me apresenta...

A mulher me mostrava tudo só no silêncio... e esse silêncio conseguiu me passar tão profundamente esse ensinamento que eu nunca me esqueci dessa imagem da mandala branca de luz que... por muitas vezes... me fez voltar para mim e encontrar paz e respostas....

Agora... olhando essa teia de luz que me remete de novo àquela mandala branca, eu entendo mais uma vez que o centro é sempre o melhor lugar onde devemos estar para que as coisas não nos levem...
É nele que os nossos maiores tesouros podem ser encontrados...


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


rubia
Rubia A. Dantés é Designer, cria mandalas e ilustrações em conexão...
Trabalhos individuais e em grupo, com o Sagrado Feminino, o Dom e o Perdão...
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa