Somos Todos UM Autoconhecimento
O Portal de

Autoconhecimento

e Espiritualidade

Autoconhecimento


Ter prazer não garante felicidade  
Home > Espiritualidade

Ter prazer não garante felicidade

por Bel Cesar

Compartilhe
   

Uma coisa é ter prazer, outra é ter felicidade. No entanto, o marketing de nossa sociedade consumista quer nos convencer a todo instante que quanto mais prazer tivermos, mais felizes seremos.

Lama Michel Rinpoche comenta em nosso novo livro Grande Amor (Ed Gaia): "Os parâmetros de felicidade que o mundo nos impõe são ilusórios. Basta ver a publicidade. Qual é a imagem de felicidade que se tenta passar? E por meio do quê? Dinheiro, bem-estar econômico, prazeres sensoriais, imagem pessoal, importância social, admiração... Por que comprar tal carro? Porque vão achar que sou legal ou uma pessoa importante. Esta é a imagem ideal da nossa sociedade. A imagem de felicidade baseada no bem-estar econômico é uma grande armadilha, uma grande ilusão". A ficha de que o prazer em si mesmo não gera a felicidade que buscamos já caiu para muitos de nós. Mas, o problema não está em ter prazeres, mas sim em atribuir a eles uma função que não são capazes de cumprir: dar felicidade. Lama Michel esclarece: "A felicidade é um estado de verdadeiro bem-estar no qual a pessoa não deseja que nada seja diferente daquilo que ela está vivendo. É um sincero "tudo bem", que sentimos quando paramos de lutar contra o mundo. Quando estou feliz tenho satisfação, sinto-me bem comigo mesmo e com o mundo à minha volta. A felicidade é um estado no qual você não está em conflito com absolutamente nada. Nesse sentido, é um verdadeiro bem-estar". Enquanto a natureza do prazer é a insatisfação, a natureza da felicidade é a satisfação.

Lama Gangchen Rinpoche nos ajuda a refletir sobre essa questão quando nos alerta: "Sempre achamos que realizar nossos desejos é o nosso maior prazer. Nosso prazer inicial, porém, como lamber o mel no fio de uma navalha, é logo seguido de uma dor profunda e duradoura. Ter prazer nos traz alegria; o desejo nos traz infelicidade. Por favor, percebam essa diferença". O prazer torna-se sofrimento somente quando perturba o equilíbrio de nossa mente.

É fato: todos nós queremos um estado de bem-estar constante. Mas, se não tivermos clareza do que buscamos, poderemos buscar no lugar errado. Lama Michel Rinpoche ressalta: "O bem-estar constante surge da capacidade de reconhecermos nossa satisfação interna. Em tibetano, a palavra para satisfação é tsog-schen. A ideia é não querer mais do que temos, pois já temos o suficiente. Podemos até obter mais; no entanto, não é preciso, já estamos satisfeitos. Apesar de sabermos que a felicidade material, os prazeres sensoriais e a autoimagem são coisas momentâneas, passamos a vida trocando de brinquedos. O problema não está nos brinquedos, mas sim na brincadeira. Não está no dinheiro nem nos prazeres sensoriais, mas no fato de projetarmos neles a ideia de felicidade estável. Isso porque o resultado da satisfação sensorial é a insatisfação emocional. Acabou? Quero mais! Ou pelo menos quero manter o mesmo nível de satisfação, o que não é possível". Então, o ideal é reconhecer o momento em que nos sentimos satisfeitos quando ainda temos prazer. Pois, o problema não está no prazer sensorial, nos bens materiais nem na autoimagem, mas sim no fato de projetarmos neles a nossa felicidade. "Todo bem-estar material é passageiro. O objeto de prazer pode continuar onde estava, porém, chega um momento em que ele não nos traz mais felicidade. Até o carinho físico, quando exagerado, pode nos irritar. A insatisfação vem do fato de termos a expectativa de obter algo que, por si, não se sustenta", complementa Lama Michel.

Em resumo: o prazer é uma experiência sensorial, já a felicidade é o estado mental com que lidamos com esta sensação prazerosa. Por isso, o prazer não garante a felicidade, pois esta depende do significado e função que atribuímos a ele. Não há nada de errado em ter prazeres se soubermos lidar com eles!

Assim como Lama Yeshe enfatiza: "A lógica do Tantra é bastante simples: nossas experiências comuns de prazer podem ser usadas como recurso para a obtenção de uma experiência de totalidade ou iluminação sumamente prazerosa. É natural que qualidades da mente, quando cultivadas, produzam algo similar a elas mesmas, e não opostas. Isto é válido tanto para estados mentais positivos quanto negativos. Do mesmo modo que a insatisfação em si nunca pode se tornar satisfação, a tristeza não se transforma naturalmente em felicidade".




Obrigado por votar

Gostou deste Artigo?   Sim   Não   
Ter prazer não garante felicidade
Avaliação: 5 | Votos: 1

Consulte grátis
     
 
Compartilhe
   


Bel Cesar é psicóloga, pratica a psicoterapia sob a perspectiva do Budismo Tibetano desde 1990. Dedica-se ao tratamento do estresse traumático com os métodos de S.E.® - Somatic Experiencing (Experiência Somática) e de EMDR (Dessensibilização e Reprocessamento através de Movimentos Oculares). Desde 1991, dedica-se ao acompanhamento daqueles que enfrentam a morte. É também autora dos livros `Viagem Interior ao Tibete´ e `Morrer não se improvisa´, `O livro das Emoções´, `Mania de Sofrer´, `O sutil desequilíbrio do estresse´ em parceria com o psiquiatra Dr. Sergio Klepacz e `O Grande Amor - um objetivo de vida´ em parceria com Lama Michel Rinpoche. Todos editados pela Editora Gaia.
Email: contato@vidadeclaraluz.com.br
Visite o Site do Autor
Publicado em: 22/03/2018 10:12:17

Deixe sua opinião sobre este artigo

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo do Site.


Energias para Hoje
terça-feira, 17 de julho de 2018


energia
I-Ching: 18 – KU – A REAÇÃO
Agora é o momento certo para deixar de hesitar e agir. Energia e boa vontade são indispensáveis.


energia
Runas: Raidho
Analise novas oportunidades, mudanças para melhor.


17
Numerologia: Finanças
Dia de disciplinar, organizar, estabelecer planos, ser prudente e enxergar longe. Procure progresso e o atrairá, esteja alerta para possibilidades de ganhos, pois as oportunidades surgirão.




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes




+ Lidos da Semana anterior
1. Se você não se posiciona, não adianta reclamar da inconveniência do outro!
2. Enfrente seus medos
3. Como é um relacionamento ideal para você?
4. Quem são os abusadores emocionais perversos e como agem?
5. Aceite seus sentimentos
6. Falando de chacras e iniciações espirituais
7. Por que Você é assim?
8. Por que há espíritos negativos?



 
© Copyright 2000 - 2018 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade