auravide auravide

Toques xamânicos para visualização e reflexão


São 18h40min. Estou digitando no laptop que está no meu colo, dentro de um carro dirigindo-me para a cidade de Suzano, aonde vou realizar a 2a aula do curso de "Carma e Reencarnação".

No veículo também estão mais três pessoas: na direção, o meu amigo Ricardo (também conhecido como o "Gafanhoto de Suzano"); no banco do carona, o rabino Mizael Halevi (1); no banco atrás do motorista, o meu amigo César (projetor e clarividente); e eu no banco atrás do carona.

Como roubaram o aparelho de som do rádio do carro, o Ricardo arranjou um aparelho portátil para ouvirmos um som na viagem. O mesmo ficou no colo do César. Coloquei um belo Cd xamânico (2) para ouvirmos.

Em meio ao tráfego carregado de São Paulo, na hora do rush, nós quatro viajamos num som xamânico maravilhoso e contamos diversas piadas (o rabino e o César são impagáveis e divertidíssimos).

Entramos na Marginal do Tietê e começamos a conversar sobre a beleza daquela música xamânica. O rabino e o César estão maravilhados com ela e já estão pedindo que eu empreste o Cd depois.

O tráfego melhora e pegamos a estrada para Suzano. As janelas do carro estão abertas por causa do calor. O vento agradável bate no rosto enquanto olho para as luzes do aeroporto de Guarulhos, à minha direita.

Fecho os olhos para curtir o vento da noite. O laptop continua ligado aqui no meu colo. Carreguei-o comigo na esperança de poder adiantar algumas coisas de trabalho nele durante a viagem.

Em dado momento, percebo a figura imponente de um xamã extrafísico na minha tela mental interior. Ele está acompanhado de um puma extrafísico. (3)

Os dois são meus velhos conhecidos. Percebo que ele quer dizer-me alguma coisa. Abro os olhos para digitar o que ele passar.

Então, ele diz o seguinte:

"Meu filho, a orientação espiritual está na ar, é só captá-la.
Jogue a rede espiritual e capture-a em seu coração.
Abra as asas da humildade e peça a inspiração do irmão vento.

Ele intercederá junto à Mãe Natureza para que você receba a mensagem do Povo Invisível para os seus irmãos de jornada terrestre.

Agradeça ao Grande Espírito pela oportunidade de servir espiritualmente aos homens da Terra. Essa é a maior honra que existe. É a grande riqueza!

Não pertence ao homem, pois é talento espiritual emprestado pelo Céu para que ele equilibre sua própria jornada.

Escute o som do irmão vento, respire a luz e carregue os escritos com a força do puma, a visão da águia e a alegria do golfinho.

Jogue a rede, e escreva..."

Sigo a sua orientação e procuro captar algo para escrever concentrando-me no vento que bate no meu rosto. Porém, devido ao movimento do carro e o balanço do mesmo, não é fácil escrever.

Olho para o lado e o César está de olhos fechados prestando atenção na música. A essa altura, já estamos perto de Suzano.

Ele abre os olhos e diz: "Wagner, eu estou vendo um xamã extrafísico aqui dentro do carro. Cara, que maravilha a energia dele".

Eu não havia falado nada para ele sobre o xamã. Então, falo que também estou percebendo sua presença espiritual e que ele quer que eu escreva algo, mas que não estou conseguindo por causa do balanço do carro.

Fecho os olhos e fico quieto até chegamos a Suzano.

* * *

Após ter arrumado o retroprojetor para a aula, fico sentado junto a mesa que fica no palco do salão em frente a turma que está chegando (cerca de 170 pessoas) Ligo o laptop novamente e penso: "Quem sabe se não escrevo alguma coisa nesses vinte minutos que ainda faltam para o início da aula?"

Lembro-me da figura imponente do xamã e fecho os olhos. Penso no irmão vento e na responsabilidade de escrever algo para a melhoria dos outros.

Então, surge a inspiração e percebo que a mensagem é para a própria turma que está aqui no curso comigo, e que é hora de usar o talento espiritual que o Grande Espírito emprestou-me por um tempo de vida.

Entro naquela sintonia espiritual apropriada para a captação de idéias criativas, e escrevo o que chega em minha consciência (revestindo tudo com as minhas próprias palavras e o meu próprio jeito de expressão):

- Uma das maneiras do homem urbano combater a depressão é recuperar o verde da natureza no corpo. Isso pode ser feito mediante a visualização de um ambiente coberto de grama verdinha, ou da imagem de cachoeiras vigorosas visualizadas em torno da pessoa (como se ela estivesse cercada por várias cachoeiras)

Que a pessoa sinta-se em meio ao verde, cercada de cachoeiras, e estenda as mãos para frente (com as palmas viradas para cima, como se estivesse segurando um prato em cada mão).

A seguir, que ela mexa as mãos alegremente e pense na vitalidade da luz que está no ar a sua volta. Que ela sinta a vida pulsando em suas energias.

Que a sua criança interior possa ser resgatada. Que ela permita a dança da luz em si mesma, e torne-se plena de amor.
Que as suas mãos sejam as patas poderosas do puma!
Que os seus olhos de águia vejam além...
Que a sua criança interior seja possuída pelo espírito do golfinho.

E que ela salte alegremente, que cante, que dance, que brilhe, que viva, que sorria, que medite, que se supere, que nade nas águas da vida com galhardia e sabedoria.

O olhar firme da águia, a garra do puma e os saltos alegres do golfinho...

Que os homens aprendam com a natureza a arte de fluir naturalmente pela vida, sem tantas angústias dilacerando seu mundo íntimo, sem ódios e contendas, apenas vivendo e agradecendo ao Grande Espírito por tudo.

Os homens são espíritos-filhos do Grande Espírito e hóspedes da Mãe Terra.

Tudo o que vive é seu irmão. Toda coisa ou ser é manifestação da LUZ.

Homens vermelhos, brancos, negros ou amarelos, todos espíritos-filhos, todos aprendizes da vida, e irmãos da mesma aventura fantástica chamada vida.Que todos eles percebam que são espíritos dentro do espírito da vida, manifestações do Grande Espírito, vivendo na luz do espírito...

Que eles percebam o "espírito da coisa".
Que eles se permitam ser felizes... GOLFINHO!
Que eles vejam com discernimento... ÁGUIA!
Que eles caminhem com garra em seus objetivos de vida... PUMA!
Que a criança interior sorria sempre.

PS: Foi isso que capturei do irmão vento ao jogar a rede no ar.

Espero que seja útil para as pessoas, e que o xamã que me sugeriu escrever essas linhas esteja contente de ver que os talentos espirituais emprestados pelo Céu estão sendo bem distribuídos entre os homens da Terra.

Paz e Luz.

Suzano, 29 de outubro de 2002, às 20h11min

Notas:
1. O rabino Mizael Halevi é nosso amigo e um exímio contador de piadas. Ele é o orientador da Sinagoga da cidade de Suzano. Está sempre de bom humor e adora rock progressivo (sua banda preferida é o Yes) e a série Star Trek.
Nós estávamos vindo da Editora Mythos, onde o rabino concedeu uma entrevista (que sairá num dos próximos números da revista "Sexto Sentido" ou na "Espiritismo e Ciência"). Oportunamente, vou fazer uma entrevista com ele especialmente para o nosso site sobre a reencarnação no contexto da Cabala.

2. O Cd é o maravilhoso "Shoshone Dream" do músico inglês Medwyn Goodall.
Esse disco inspirado é da gravadora holandesa Oreade Music.

3. O leitor poderá encontrar outros textos inspirados por esse amparador xamã em nosso site na seção de textos projetivos e espiritualistas (textos 290 e 319).


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


wb
Wagner Borges é pesquisador, conferencista e instrutor de cursos de Projeciologia e autor dos livros Viagem Espiritual 1, 2 e 3 entre outros.
Visite seu Site e confira a entrevista.
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa