auravide auravide

Tristeza


Fiquei surpreso quando me dei conta de que a tristeza é uma espécie de raiva adormecida.
Tenho absoluta consciência do estrago que a raiva faz na vida de uma pessoa. Em minha opinião não existe sentimento mais degradante do que a negatividade da raiva.
Viver nesta freqüência, no cultivo do sentimento da raiva, é o mesmo que acionar o controle de uma doença séria que um dia virá. Plantou mal, vai colher coisa ruim. Esta é a Lei da Causa e Efeito.

Conheço muitos casos de pessoas que perderam o controle de suas emoções por perdas materiais e desta forma procuram encontrar os culpados. Esquecem de olhar para as suas atitudes, vaidades desenfreadas, julgamentos, o ganhar na perda do outro e assim por diante. É nestas posturas que irão encontrar a origem de suas perdas.
Passam, desta forma, a viver do passado e na busca de uma justificativa pelo seu insucesso. Se, em seu exclusivo modo de ver, encontram alguma razão ou ainda uma pessoa, começam a descarregar nela toda a sua mágoa, sua raiva. Quem perde com isso?
Eles mesmos. Primeiro ficam tristes, depois, na seqüência, com mágoa e, finalmente, com a raiva adoecem. A pessoa em questão pode estar vivendo em outra freqüência vibratória e assim a raiva não o atinge.
Se você está triste, fique logo com raiva, mas de sua própria tristeza. Saiba viver a vida. Morar no passado nos torna ácidos, azedos, amargos e ninguém quer se relacionar conosco.
Viver no futuro é para sonhadores. Pessoas que jamais serão felizes porque sempre querem mais. Sempre buscam o inatingível e, portanto, são insatisfeitos.

Qual o SEGREDO então?
Saber viver o presente.

Dar forma e vida ao momento. Superar as nossas limitações a cada segundo, como se fosse o último.
Algo deu errado? Ótimo. Não repita, e se fortaleça com o erro. Aprenda com ele e jamais o cometa novamente. Na vida se evolui desta forma.
Meu amigo Vanderlei Peretti sempre afirma: “Pessoal, por favor, erro novo”...
Erro novo é próprio de quem faz, de quem é empreendedor, de que vive a vida com intensidade.
Erro velho é para quem ainda não aprendeu a aprender com seus próprios erros. Na realidade os sábios aprendem principalmente com os erros dos outros e jamais são tristes.
Espero que este conhecimento, de que a tristeza é um estágio da raiva, te faça despertar para uma nova vida.
Já faz muito tempo que eu não fico triste... Bastou descobrir que para acabar com a tristeza eu tenho que ficar com raiva dela. Pronto, dois sentimentos negativos e, um acaba anulando o outro.
Pior que a raiva, só o ódio. Mas, ambos eu bani de minha vida.
Sou feliz.
E você? Bem, agora você sabe o que fazer com a sua tristeza.

Sei que nos veremos.
Beijo na alma





estamos online

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1




saul
Saul Brandalise Jr. é colaborador do Site, autor do livro: O Despertar da Consciência da editora Theus, onde mostra através das narrativas de suas experiências como extrair lições de vida e entusiasmo de cada obstáculo que se encontra ao longo de uma vida.
Visite o Site do Autor


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2021 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa