Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

Um Seqüestro Espiritual

Um Seqüestro Espiritual Publicado dia 3/17/2006 3:01:30 PM em Espiritualidade

Compartilhe

   

No final de 2005, recebi um e-mail de uma amiga, E.C. com a qual não tinha contato há mais de vinte anos, dizendo que ”cheguei sem querer ao seu artigo: "A Força mágica que acelera o crescimento espiritual", no site Somos Todos Um, ao pesquisar sobre Psicoterapia Autógena, a pedido de um professor, aqui da FGV, que tem um filho doente. Gostaria de obter informações sobre o trabalho no instituto e o tipo de assistência que você realiza com doentes.”

Logo depois de ler esse e-mail acima, desliguei o computador e fui para a sala. Senti um cheiro forte de enxofre e uma sensação estranha. Sou sensitivo/médium, mas minha percepção é um tanto frágil, pois sou totalmente consciente. Embora acredite muito na espiritualidade, em todos os processos realizo muitos questionamentos, além do que, gosto muito de investigar a respeito da espiritualidade.
Naquele momento, veio também uma vontade enorme de ler um livro; fui até o móvel e peguei, assim como que por "acaso" o livro “Do Outro Lado do Espelho” ditado pelo Dr. Inácio Ferreira, para o médium Carlos Bacceli. Abri e li um capítulo. E enquanto lia, veio a seguinte intuição: Este caso que a E. C. vai mais tarde contar tem a ver com isto tudo. Escrevi tudo que me veio na cabeça num papel e passei para o computador. O texto / diagnóstico é este:

- Este menino foi raptado por elemental em profundo processo de domínio, atraindo-o para os subterrâneos da Terra (daí o medo e as crises convulsivas);
- Tendência de infiltração tóxica, envolvendo o cérebro em doença contaminativa;
- Assistência energética indicada: banho em água fluidificada, com arruda e rosas brancas;
- Grupo de pessoas em profunda vibração de afetividade para irradiar energias em prol da criança;
- E. C. deve conversar com a criança, (dirigir a conversa para o Terceiro Olho, atraindo a atenção do Espírito que habita aquele corpo infantil) sobre a beleza da vida e sobre o perdão;
- Pedir apoio de um grupo especializado disponível, num Centro Espírita, que tenha abertura e competência para atrair seres não-humanos que estão na atmosfera do doente para realizar o perdão, consciência e desligamento, se permitido;

Depois de escrever tudo isso, sai com minha mulher para visitar uns parentes. Voltei às duas da manhã e senti vontade de informar a E.C. sobre esta minha percepção. Quando abri a caixa de e-mails encontrei mais um recado dela, agora mais completo. Observem o que ela diz:

”Voltando ao assunto, Wilson, eu trabalho ainda na Fundação Getúlio Vargas e converso muito com alguns amigos sobre forças da natureza. Um deles tem um filho doente e ouviu falar em Psicoterapia Autógena, não sei exatamente se do Instituto que você atende. O menino teve Meningite Aguda e tem um comprometimento mental muito sério. Embora sua situação mental seja irrecuperável, a criança é muito nervosa, grita muito, parece a bem da verdade, um animalzinho.
Este meu amigo precisa de algum tratamento que lhe fortaleça a alma para poder continuar a cuidar desta criança... Gostaria de saber se você conhece algum tratamento para este tipo de caso, no Instituto”.


Esta palavra - um animalzinho - foi o código identificador para eu entender que estava certo na minha percepção de que o menino doente referido estava num processo de encarceramento mental que o transfigurava, assemelhando-se a um animal.

Imediatamente, respondi o e-mail informando tudo aquilo que anotei acima e minha amiga E.C. ficou feliz com esta conexão. Como se pode observar tudo foi se desencadeando, como num processo mesmo, no qual cada pessoa e fatos iam se inter-relacionando e dando seqüência para que houvesse a revelação, a captação, o entendimento e a recepção.

Narro tudo isso a vocês para que tenham uma idéia de como o Universo opera em nossa vida. Deus está em nós e cada criatura está em Deus. A compreensão desse consórcio é fundamental para que possamos viver com mais segurança e qualidade.

Mas vamos aproveitar o espaço para fazer uma reflexão mais ampla sobre esse processo de “domínio espiritual”, que foi realizado por seres extrafísicos, envolvendo uma criança. É comum olharmos a criança como um ser indefeso, totalmente impune. É bom lembrar que esta criaturinha é um ser divino que já peregrinou por outras existências, tanto na dimensão espiritual como na física. O corpo vai se desenvolver e o Espírito poderá, com o tempo, manifestar-se integralmente, desenvolvendo projetos, sonhos e talentos.
Então, podemos entender que o seqüestro realizado por elementais, culminando com o aprisionamento do menino em regiões subterrâneas da Terra deve ter sido planejado e praticado em função de fatos vivenciados em vidas passadas ou no tempo que antecedeu a sua “entrada” para o mundo terreno. Esta ação violenta originou o processo de convulsão e medo e até a transfiguração do menino, que submetido pelos algozes se apresentava como se fosse um animalzinho.

A doença mental contaminativa a que me referi, pode ser causada pela ingerência mental praticada por estes seres primitivos, que envolvem a criatura injetando em seu cérebro “vírus energéticos” que causam distúrbios graves.

Em casos desse tipo, o recomendável é procurar um grupo especializado em atividades de desobsessão, para que possa atrair estes seres e realizar negociações e diálogos esclarecedores para que haja o perdão por parte dos vingadores. E é importante que se faça o outro processo, que indiquei para E.C., onde o agente do Bem poderá procurar conversar com o paciente não como uma criatura indefesa ou vítima.
A conversa deve ser feita direcionando a energia para o chakra do terceiro olho e coronário, falando com o Espírito que está habitando aquele corpo infantil e motivando-o ao perdão e a alegria de viver.
Em qualquer processo que você realizar é fundamental resgatar no paciente a alegria de viver e o perdão, porque restaurados estes valores essenciais, a criatura terá força suficiente para reintegrar-se na vida, dando margem a que os Apoiadores Espirituais lhe possam dar o suporte que necessita para desalgemar-se e, liberta, realizar uma nova caminhada.

Como se vê, apesar do mal-estar bastante predominante na Terra, é interessante termos a consciência de que o Bem é mais forte e é um talento que todos possuímos. A partir do momento que utilizamos essa força divina que está em nós, nada nem ninguém conseguirá deter o amor, o perdão, a tolerância e a misericórdia. E com esses talentos em ação, todo Mal se dissipa, para permitir a cura e o renascimento da criatura dos escombros da dor.
Acreditemos nisso e realizemos o Bem, sempre, onde quer que nos encontremos. Este é o melhor caminho para que possamos desencadear uma onda de limpeza e descontaminação da atmosfera terrestre, permitindo que possamos viver em paz e harmonia.


por Wilson Francisco

Consulte agora
Mapa Astral   Tarot   Numerologia  


Obrigado por votar

O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Compartilhe

         

Sobre o autor
Wilson Francisco é Terapeuta Holístico, escritor e médium espírita. Desenvolve o Projeto Mutação, um processo em que faz a leitura da alma da criatura e investigação do seu Universo, para facilitar projetos, sonhos e decisões, descobrindo bloqueios, deformidades e medos que são reprogramados energeticamente. Participe do Projeto Mutação confira seus artigos anteriores
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor







Energia do Dia
4 - KUEI MEI - A JOVEM QUE SE CASA
Evite qualquer decisão ditada pela paixão.
Consulte o I-ching

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa