Home > Espiritualidade
Uma Viagem Espiritual num Raio de Cristal

Uma Viagem Espiritual num Raio de Cristal

por Wagner Borges

(Transcrição, na íntegra, do programa "Viagem Espiritual" do dia 19 de dezembro de 2000 - Rádio Mundial de São Paulo - 95,7 FM*)

Ontem, durante uma experiência fora do corpo**, eu encontrei um amigo extrafísico e conversamos sobre muitas coisas, pois fazia tempo que eu não o via. Ele é meu conhecido de muitas vidas e me passou alguns toques espirituais interessantes, algumas coisas bem ponderadas.
Enquanto eu conversava com ele, uma luz fluiu sobre nós e houve uma espécie de fusão, comunicação mente a mente, coração a coração, e um diálogo especial se estabeleceu entre nós dois.

Ali, flutuando no ar, fora do corpo, olhando para o espaço sideral coalhado de miríades de estrelas brilhando demais, surgiu um facho de luz, que veio de uma consciência superior, descendo sobre nós. Um raio branco, parecendo um feixe de cristal bem largo, envolveu a nós dois e muitas idéias foram comunicadas, para serem posteriormente passadas para as pessoas, mediante textos ou palavras projetadas aqui pela rádio.
Então, aquele raio de luz, inspirando-nos, comunicou-me algumas idéias. Eu e o meu amigo, flutuando ali no ar, escutávamos, no silêncio do coração, as idéias profundas chegando, junto com um amor incomensurável e inspirador de altos ideais.
Dois amigos, um desencarnado e o outro projetado para fora do corpo, numa ligação espiritual sutil, e um raio de luz orientando. Em determinado instante, eu e meu amigo olhamos para o céu cheio de estrelas (já era fim da madrugada, de ontem para hoje), e nossos olhos extrafísicos marejavam.

As lágrimas fluíram espontaneamente, diante da visão do espaço sideral. Fora do corpo, o brilho daquelas estrelas parecia muito maior, e me pareceu que o próprio espaço sideral estava permeado por uma luz rosa de puro sentimento. E, dessa imensa massa de amor, fluiu aquele raio de luz branca sobre nós dois ali no ar. Então, dentre aquelas idéias comunicadas a nós dois, surgiu uma que eu faço questão de dividir com vocês, aqui e agora, no programa Viagem Espiritual.

Uma idéia que espero inspire em vocês algumas coisas boas, em nível de reflexão, de ponderação bem suave, bem equilibrada, em relação à própria vida.
Eu apenas vou compartilhar o ensinamento que me foi passado fora do corpo nesta madrugada e espero que isso, de alguma forma, possa servir de presente para vocês, da mesma forma que foi um presente para o meu amigo e para mim mesmo. Vou deixar uma música rolando de fundo e vou tentar explicar com as minhas próprias palavras o que aquele raio de luz projetou em nossas consciências durante a saída do corpo, tentando dividir com vocês, com o meu próprio jeito de falar, uma idéia que não é minha, mas que veio do Alto.

***
"A luz que brilha nas estrelas é a mesma luz que brilha dentro de cada coração. A mesma essência que criou toda aquela imensidão sideral coalhada de estrelas é a mesma consciência que mora dentro de cada ser.
Ao olhar para a vastidão do tapete sideral, vendo aqueles zilhões de astros brilhando em contraste com a imensidão escura do espaço, surge espontaneamente uma intensa admiração pela Grande Estrela que gerou todas as outras estrelas, O Grande Arquiteto do Universo que elaborou tudo isso.
Pelo fruto conhece-se a árvore. Observando o brilho das estrelas, o fruto, conhece-se, então, a árvore, ou seja, A Grande Estrela que gerou todas as estrelinhas-frutos. E nós também somos essas estrelas.

Ao olhar para o espaço sideral, com zilhões de astros, os problemas humanos tornam-se pequenos e se reduzem à sua devida proporção: são apenas dificuldades de uma raça que evolui no planeta Terra, ainda bem pequena no contexto sideral da vida, onde muitas coisas ocorrem. Há eventos grandiosos que escapam à compreensão do intelecto humano. E, também, eventos minúsculos que os olhos humanos não percebem.
A vida, em sua vasta manifestação no Universo, os seus orbes, as muitas humanidades viventes, algumas delas mais avançadas do que a humanidade terrestre, outras iguais à nossa, e outras ainda inferiores, evolutivamente falando, ao homem da Terra. Há pessoas iguais a nós, inferiores e superiores a nós, espalhadas por todo o Universo.
Ao olhar a abóbada sideral e o brilho das estrelas, aquelas miríades de luzes piscando, diminui tanto a dor dos problemas humanos, pois se percebe que, muitas coisas que as pessoas valorizam demais, são tão pequenas quando comparadas com aquela vastidão.
Então, por obra de uma inspiração sutil, por obra de uma Causa Superior, abre-se o canal no próprio ser humano e, surpreso, ele descobre zilhões de estrelas dentro do universo do seu próprio coração.

Inspirado por instâncias invisíveis superiores, ele percebe que o universo exterior não é maior do que o universo interior de si mesmo. E que os universos, exterior e interior, são permeados pela mesma luz, pela mesma essência.
Essa essência é puro amor, não fala, mas comunica-se de alguma maneira no silêncio da própria alma.

Ao observar a abóbada celeste, com zilhões de estrelas brilhando, qual é o ser humano que poderá achar que é deserdado da luz?
Olhando para o espaço sideral, diminui a arrogância humana diante do infinito e isso faz pensar numa grandeza maior, além de qualquer medida humana. Faz pensar naquela vastidão de consciência que gerou tudo isso e que, ao mesmo tempo, é mais simples do que o mais simples que está dentro de cada um. A mesma essência sutil, que permite que todo universo funcione ativamente, é a mesma essência que está no coração de cada ser.
Triste é a humanidade que não percebe a luz viajando dentro de seus corpos e almas. Sim, paradoxalmente, tão rica de luz por dentro. Tão luminosa e tão estelar, mas sem perceber a riqueza que carrega em si mesma.

O espaço sideral é, portanto, nosso irmão. As estrelinhas que brilham são nossas irmãs, e todos os outros seres humanos (brancos, negros, vermelhos e amarelos), também fazem parte da mesma raça do universo: a raça da luz, a raça das estrelas.
Essa é a verdadeira raça da humanidade, a raça das estrelas. Somos todos cidadãos cósmicos (encarnados, desencarnados, terrestres e extraterrestres; todos, sem exceção).
Crianças, velhos, adultos, mulheres, homens e pessoas de todas as religiões são estrelas oriundas da Grande Estrela, que é quem faz o brilho da vida acontecer em todos os planos de manifestação."

***
Essa foi a mensagem de um raio de luz branca cristalina que me tocou fora do corpo esta madrugada, e a um amigo também. E, quando o raio de luz se foi, de volta para o seio das estrelas, ficamos eu e meu amigo ali no ar, olhos marejados, olhando um para o outro e, ao mesmo tempo, admirados e agradecidos pela mensagem, pelo toque espiritual que nos foi passado.
Daí, o meu amigo abraçou-me emocionado e se despediu em silêncio. Foi para o plano espiritual, talvez dividir aquela mensagem com outros espíritos desencarnados da sua própria frequência espiritual, enquanto eu voltei para o corpo físico adormecido no leito.
Eu guardei a mensagem e a estou repassando aqui para vocês. Porque ela foi passada justamente para que nós a repassássemos, ou seja, o meu amigo a está passando do lado de lá, e eu repassando-a do lado de cá. E espero que essa mensagem possa ser uma inspiração real e que, de alguma maneira, faça vocês perceberem que há uma estrela dentro de cada um, igual a todas as estrelas do universo. E que a Causa Cósmica da vida não pertence a religião alguma nem a nenhuma raça em especial. Ela está em tudo e todos!
E que isso possa levá-los a uma reflexão sadia, a uma meditação profunda em cima da própria existência, levando-os, talvez a novos rumos, a novas considerações para a vida... Para crescer, discernir, amar e rir mais, e trabalhar de acordo com as circunstâncias, fazendo o melhor possível em cada situação.
Procurando, entre acertos e defeitos, dia a dia, evoluir, sempre tentando o melhor. Muitas vezes, tropeçando aqui e ali, mas se erguendo de novo, e tentando novamente, entre trancos e barrancos, sem nunca desistir.
Tentando crescer, tentando fazer o melhor possível. Às vezes, vocês conseguirão isso; outras vezes, não. Mas, pelo menos, haverá a dignidade de terem tentado fazer o melhor possível dentro das circunstâncias existenciais apresentadas.
Há uma Nova Era começando, e ela nada tem a ver com o calendário humano, com a mudança de data entre os homens. Nova Era é a cada instante em que vocês modificam algum padrão antigo, desgastado, por alguma idéia nova.

A Nova Era ocorre a cada vez que vocês dissolvem emoções antigas, presas, magoadas, e colocam novos sentimentos, colocam alegria, tesão por viver, e amor pela existência. Isso é a Nova Era! Nada tem a ver com calendário de nenhum povo e de nenhuma hora. Renovação é toda hora!
A cada instante, nós estamos morrendo e renascendo. A cada instante morre o velho, o antigo, o enferrujado dentro de nós mesmos, e renasce um ser brilhante, dourado, consciente, desperto, e amoroso. Isso é Nova Era.
Muitas pessoas falam de Nova Era em livros e palestras, entretanto, ainda carregando velhas encrencas dentro de si mesmas. E como falar de Nova Era com velhas encrencas dentro do coração? Espíritos velhos e encrenqueiros falando de Nova Era?
O que nós precisamos é de uma Nova Era dentro de nós, a cada instante, a renovação de nossas consciências em favor de algo melhor, em favor da união, da paz mundial, ou de alguma coisa boa que possa fluir da nossa manifestação na vida, em favor do progresso de todos e de nós próprios também.

Que a nossa passagem pela vida seja virtuosa, benigna, como seres humanos sadios. Nenhum de nós conseguirá ser mestre e nem é essa a pretensão. Mas podemos chegar ao nível de bons seres humanos, razoáveis, inteligentes, criativos e amorosos. Com defeitos, sim, porém, também, com muitas qualidades e tentando crescer a cada dia, diminuindo os defeitos e aumentando as qualidades gradativamente.

Nós somos estrelas morando dentro de corpos carnais. Nós temos o melhor e o pior dentro de nós próprios. Somos capazes de tomar uma atitude incrível em um instante, seguida de uma atitude medíocre logo no momento seguinte.

Nós todos oscilamos muito emocionalmente. Então, que possamos, de alguma forma, aumentar as qualidades e, gradativa e suavemente, e com muito esforço, diminuirmos as nossas encrencas. Não dá para fazer tudo numa vida só. Mas dá para caminhar bem em cada vida... Dá para seguir, fazendo o melhor possível em cada situação.
E qual é a missão de cada ser humano?
Crescer e fazer o melhor em cada situação. Essa é a sua missão, e a minha também. Não há missão especial. Eu, você, ou qualquer outro ser humano, não somos escolhidos divinos, extraterrestres ou espirituais. Somos seres humanos, cheios de defeitos e encrencas, tentando crescer ao mesmo tempo.

Todos nós vamos ao banheiro todos os dias. Precisamos comer, beber e dormir. Temos as necessidades biológicas que nos mostram a dependência ainda da vida na carne.
Agora, ao mesmo tempo, temos o potencial das estrelas brilhando dentro de nós. Então é possível emergir esse potencial luminoso e fazer alguma coisa criativa e boa.
Nenhum de nós será perfeito numa vida só. O que nós poderemos conseguir, talvez, seja o equilíbrio, a harmonia, tornar-se um ser humano bacana. Se nós conseguirmos isso ao longo de uma vida, será muito interessante, será muito legal. Ou seja, temos muito a caminhar, muito a viver e muito a aprender.

Nossa arrogância precisa quebrar, nosso ego tem que se partir ao meio. É preciso emergir de nós um amor fantástico, uma luz maravilhosa, que já existe dentro de nós, que não pertence a ninguém e nem a nenhuma doutrina. Mas que está dentro de nós, como potencial.

Temos o Divino dentro de nós, e não interessa se o homem é materialista, budista, católico, judeu, muçulmano ou de qualquer outra religião. O que importa é que a Essência cósmica está em todos. Podemos chamá-la por qualquer nome: Alá , Deus, Brahman, Jeová, Papai do Céu. Tanto faz, pois é mesma Essência, o mesmo Grande Arquiteto Do Universo, que estende o potencial de si mesmo a todos os seres criados, a todas as estrelas criadas, oriundas d'Ele mesmo.
A única coisa que eu sei é que essa Grande Estrela -geradora de todas as estrelinhas, que também somos nós--, sempre apresenta oportunidades para todo mundo.

Essa é a única coisa que eu sei, de certo, de concreto, seja para nós aqui na Terra, ou mesmo para os povos extraterrestres: é que todo mundo precisa crescer.
Só quem sabe tudo é o Grande Arquiteto Do Universo. Então, precisamos evoluir bastante, mas é bom termos a certeza de que já temos estrelas brilhando dentro de nós, porque essas luzes somos nós mesmos. E se a abóbada sideral está coalhada de estrelas, com certeza nossa consciência e o nosso coração também estão coalhados de estrelas brilhando no universo de nossas vidas. E eu espero, sinceramente, ter conseguido passar a mensagem necessária para vocês.
Paz e luz a todos vocês!

- Notas:
* O programa Viagem Espiritual é apresentado aos domingos, das 12h30min às 13h, na Rádio Mundial de São Paulo - 95.7 FM. O mesmo está no ar desde 1999 e conta com expressiva audiência na grade de programação da emissora.
** Projeção da consciência - é a capacidade parapsíquica - inerente a todas as criaturas -, que consiste na projeção da consciência para fora de seu corpo físico.
Sinonímias: Viagem astral - Ocultismo.
Projeção astral - Teosofia.
Projeção do corpo psíquico - Ordem Rosacruz.
Experiência fora do corpo - Parapsicologia.
Viagem da alma - Eckancar.
Viagem espiritual - Espiritualismo.
Viagem fora do corpo - Diversos projetores extrafísicos e autores.
Emancipação da alma (ou desprendimento espiritual) - Espiritismo.
Arrebatamento espiritual - autores cristãos.

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   Numerologia  
 
Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp


Obrigado por votar
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   
Avaliação: 5 | Votos: 1
Atualizado em 22/03/2018 10:12:00

Wagner Borges é pesquisador,
conferencista e instrutor de cursos de Projeciologia
e autor dos livros Viagem Espiritual 1, 2 e 3 entre outros.
Visite seu Site e confira a entrevista.
Email: eippb@uol.com.br
Visite o Site do Autor

Veja também
Procuram-se trabalhadores dedicados a fazer o Bem
Aqui se faz, aqui se paga...
Você é amor, mas não sabe disso
Onde está a Saúde?
O Toque que cura
A fé


Deixe sua opinião sobre este artigo


© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo do Site.


Energias para Hoje
sexta-feira, 18 de outubro de 2019

energia
I-Ching: 13 – TUNG JEN – COMUNIDADE COM OS HOMENS
A união e a confraternização trazem sucesso. Unindo-se a outros, você poderá realizar coisas importantes.


energia
Runas: Isa
Espere o momento oportuno, planos em suspenso.


18
Numerologia: Compaixão
Diga uma palavra terna, faça uma boa ação, enriqueça a vida dos que estão à sua volta com um gesto de carinho. Compartilhe generosamente seu conhecimento, seja compreensivo e ofereça ajuda.




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes





 
© Copyright 2000 - 2019 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa