auravide auravide

Verdades - Parte 2

por Saul Brandalise Jr.
Publicado dia 17/04/2008 18:00:36 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Achei oportuno acrescentar que gerei dúvida em um texto passado a um de meus leitores. Devo esclarecer o que tenho como a minha verdade. Faço questão de evidenciar que se trata exclusivamente da minha verdade, pois cada individuo tem um espaço singular em sua evolução. Cada um precisa dar vazão aos seus pensamentos e, conseqüentemente, às suas verdades. Só assim vai evoluir.
Na realidade quando achamos que temos todas as respostas o Universo muda as perguntas.
O e-mail fazia a seguinte colocação:

Olá Saul!!!
"Dar amor, esmola e carinho indistintamente é demagogia de religião”.
Minha dúvida é a seguinte: é preciso dar amor, esmola e carinho distintamente?
É preciso escolher as pessoas para dar amor, esmola e carinho?
Um abraço
Amor a quem efetivamente acho que merece. Posso até me equivocar no julgamento, mas é assim que faço.
Esmola para quem me pede.
Carinho e perdão indistintamente?...


Pelo que aprendi, jamais devemos ajudar quem não nos pede. Isso significa interferir no karma da pessoa e as conseqüências para nós não são agradáveis.
É preciso que, primeiro, a pessoa entenda e aceite que estamos em processo de evolução e que o Bem e o Mal não são Deus e o Diabo respectivamente. Não viveremos uma única vida aqui na Terra. Cada vida pode ser comparada com um ano escolar na grande Faculdade da Evolução.
O Bem e o Mal são nossas colheitas, fruto do que plantamos com nossos pensamentos e nossas atitudes. O Deus Pai não existe. O Diabo dominador e maléfico igualmente. O que existe é o retorno de nosso plantio.

NÓS É QUE NOS PERMITIMOS SERMOS DOMINADOS por pensamentos equivocados O conforto e o excesso de vaidade desta vida criam isso. É bem mais fácil ser vadio, ocioso e não fazer nada. É bem mais fácil jogar a culpa nos outros ou até no diabo mesmo. É bem mais fácil enganar os outros e se achar ótimo. O duro depois é entender a razão da má colheita. O difícil é lutarmos contra o nosso pior inimigo, nós mesmos...
Esmolar indistintamente é COPIAR algum modelo e, quando copiamos alguém, deixamos de sermos nós e estacionamos. Paramos de aprender e de, conseqüentemente, evoluir na busca de nosso centramento e de nossa LUZ.

Sim, precisamos saber a quem damos ou hipotecamos os nossos sentimentos. Fazer indistintamente, repito, é demagogia de religião. Temos que respeitar a opinião de todos e só prestar ajuda a quem nos pede. Mesmo assim analisando se devemos ou não.
Seguir o coração é o caminho.

Jamais, neste plano terreno, a evolução será coletiva por conta desta ou daquela religião. O caminho é singular, espiritual e nunca material (jamais confundir com espiritismo - isso é religião). Falo de espiritualidade, de reencarnação, de evolução em cima de nossos próprios erros e tentativas. Jamais de desistência. O maior caminho que temos de percorrer não será com os pés e sim com a mente.

O que devemos sim é respeitar o Universo, o Ser Humano e a lei que rege uma vida. Causa e Efeito. A palavra chave é respeito. Ninguém consegue ver a mesma coisa olhando para o mesmo cenário. Não significa que um está certo e os demais errados. Não há erro no processo evolutivo. Há o estágio em que cada um se encontra. Portanto, cuidado com o que se planta. Este é o segredo de uma boa vida. Certamente iremos colher.

O centramento, o controle de nossas emoções, abre o sexto chakra e com esta atitude vemos coisas, percebemos ações, que, caso tenhamos o chakra afetado, não teremos condições de avaliar.

Estamos vivendo esta encarnação para aprender alguma coisa. A nossa família, o meio em que vivemos e nossos amigos são os nossos PROFESSORES. É importante ressaltar que nós escolhemos viver neste meio. Isso é merecimento e é assim que é a vida. Cada um tem exatamente o que precisa ter para se achar e se reciclar durante uma existência. É desta forma que funciona, portanto, não devemos ter pena de ninguém. Temos sim é que RESPEITAR o momento de cada um.
Jamais este planeta será, para decepção de comunistas, religiosos e socialistas, um espaço de igualdades.
Aceitar esta verdade e torná-la parte de minha vida me deixou bem melhor e com uma existência mais tranqüila e feliz. Muitas pessoas querem voltar no tempo. Eu não quero. Hoje tenho o que posso chamar de felicidade plena.
Esta é a minha verdade. Se ela te serve, ótimo. Caso contrário... Busque a sua. Mas busque com fé e se encontre.

Cuide-se
Beijo na alma – Sei que nos veremos.


estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Leia Também

Verdades




Sobre o autor
saul
Saul Brandalise Jr. é colaborador do Site, autor do livro: O Despertar da Consciência da editora Theus, onde mostra através das narrativas de suas experiências como extrair lições de vida e entusiasmo de cada obstáculo que se encontra ao longo de uma vida.
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Treinando a não-mente
artigo Horário
artigo Ativação dos sentidos interiores
artigo Amigos extrafísicos


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa