auravide auravide

Viajando espiritualmente na lua do amor

por Wagner Borges
Publicado dia 23/12/2008 01:44:25 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

(Conversando com um Amigo no Firmamento da Sabedoria)

Dentro do silêncio, nós nos tocamos.
De coração a coração, a compreensão fluiu...
De espírito a espírito, nós rimos juntos.
E você me lembrou de uma canção mística.
Em sua beleza, ela fala de um Grande Amor.
Ela diz que, no firmamento da sabedoria,
Está surgindo a Lua do Amor.
E você está dentro dela, meu amigo.
Eu sinto sua alegria, em meu coração.
Você está se sentindo como criança novamente.
Em sua nova jornada de vida, não se esqueça de mim.
Porque eu não o esquecerei.
Nossa amizade continua firme, por entre os planos.
E, quando der, por favor, apareça para um papo.
Traga uma canção do Céu para mim.
E aí, eu a guardarei em meu coração.
Para, depois, transcrevê-la com alegria e luz.
Sim, no firmamento da Sabedoria,
Está surgindo a Lua do Amor.
E você está dentro dela, porque merece.
Então, meu amigo, desfrute, igual criança.
De espírito a espírito, um grande abraço.

(Dedicado ao meu amigo Waldemar Ciglione, ex-diretor de programação da Rádio Mundial de São Paulo, que desencarnou recentemente, aos 89 anos de idade, e agora anda igual criança arteira, fazendo novas amizades no Astral, feliz da vida.)


NADANDO NAS ÁGUAS DO CÉU

(Uma Balada Para os Espíritos)

Existem riachos extrafísicos, de águas cristalinas,
Por onde os espíritos passam, entre os planos.
Ali, eles nadam contentes, rumo ao Templo das Águas.
Sim, rumo ao Templo das Águas...

Enquanto eles nadam, as estrelas passam...
Nas águas que correm, eles escutam o eco de mil vidas.
Sonhos e recordações passam velozes,
Enquanto eles se curam nas águas do Céu.

Ah, eles estão voltando para casa, mais uma vez.
Enquanto eles nadam, os mundos giram suspensos no infinito.
E eles vêem miríades de sóis passando...
Nas águas que correm para o Eterno.

Eles são como crianças brincando nas águas,
Mas estão cheios de lições que a vida lhes ensinou.
Nadam livres, sem medo algum,
Para o Templo das Águas.

Dizem que essas águas jorram do Coração do Eterno.
Por isso elas curam e alegram os espíritos.
Nascem na Fonte Imanente da Vida Universal.
E correm por entre os planos, acima dos mundos e sóis.

Ah, eles estão voltando para casa, mais uma vez.
São de todas as raças e idades,
E as águas cristalinas limparam seus corpos espirituais.
Eles nadam livres de antigas dores, rumo ao Templo das Águas.

Enquanto eles nadam, as estrelas passam...
Em seus olhos, o brilho da imortalidade.
Em seus corações, as lições de vida.
Sim, eles estão vivos, e rumam para o Templo das Águas.

P.S.: Eu vi os espíritos nadando nas águas cristalinas, bem no meio do Céu.
E me deu vontade de nadar lá também. Contudo, um deles me disse:
“Tudo tem seu tempo. Os caminhos da vida são múltiplos e variados.
Por ora, apenas descreva essas visões para os seus irmãos da Terra.
O Espírito Supremo permite essa abertura, a você e a outros, para dar esperança aos que estão nas lides da carne. Então, continue escrevendo sobre as coisas do espírito entre os homens.
Viva com alegria e, cada vez mais, abrace as pessoas e irradie luz para o bem de todos. E, quando quiser, voe para (Projeção da consciência – é a capacidade parapsíquica - inerente a todas as criaturas -, que consiste na projeção da consciência para fora de seu corpo físico.
Sinonímias: Viagem astral – Ocultismo.
Projeção astral – Teosofia.
Projeção do corpo psíquico - Ordem Rosacruz.
Experiência fora do corpo – Parapsicologia.
Viagem da alma – Eckancar.
Viagem espiritual – Espiritualismo.
Viagem fora do corpo – Diversos projetores extrafísicos e autores.
Emancipação da alma (ou desprendimento espiritual) – Espiritismo.
Arrebatamento espiritual - autores cristãos.) fora do corpo(*) e visite novamente o Templo das Águas curativas e renove suas energias.
E, depois, escreva novamente, pois isso ajuda a muitas pessoas que precisam de força e esperança em suas jornadas de vida na Terra.
Viva feliz, meu amigo. Cada dia é uma dádiva.”
Então, enquanto os espíritos nadam nos riachos celestes, eu sigo escrevendo por aqui... Eu sei que o Grande Amor que gerou a todos os seres e àquelas águas cristalinas, é o mesmo Amor que ilumina o meu pequeno coração.
É por Ele que escrevo, sem esperar entendimento de ninguém. Os motivos, só Ele é que sabe.
Enquanto os espíritos nadam, bem vivos e livres, as águas correm acima dos mundos e sóis, e eu sigo escrevendo, por causa daquele Grande Amor, que não se explica, só se sente.

(Dedicado a Antonio Eduardo Mafra e Tieko Oka Kondo, que hoje nadam nas águas do Céu, para o Coração do Eterno.)

Paz e Luz.


estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  



Sobre o autor
wb
Wagner Borges é pesquisador, conferencista e instrutor de cursos de Projeciologia e autor dos livros Viagem Espiritual 1, 2 e 3 entre outros.
Visite seu Site e confira a entrevista.
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Não se trata do que eu devo nem do que eu quero...
artigo Infeliz
artigo O sagrado
artigo Tenha uma vida afetiva abundante


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa