Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Viajando Espiritualmente no colo de Krishna...

por Wagner Borges
Viajando Espiritualmente no colo de Krishna...
Publicado dia 05/08/2020 00:01:39 em Espiritualidade

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Krishna, nas asas da canção, eu vejo Você.
Sim, eu vejo o Seu Sorriso por entre os planos...
E, em meu coração, eu sei o motivo.
Talvez, por causa de outros corações - que estão tristes.
Porque eu aprendi a sua lição direitinho, em Espírito e Verdade.
E quando sinto a dor do mundo, eu penso em Você.
Faço como aprendi: diante do sofrimento, eu oro a Você.
Diante do cadáver de uma criança, eu penso em Você.
Imagino Você pegando-a no colo e entrando na Luz...
E diante do cadáver do ancião, eu também penso em Você.
Imagino-O cantando um mantra em sua intenção e acalentando-o.
Ah, Govinda*, eu aprendi o que Você me ensinou.
E sei que Você conhece muito bem o coração dos homens.
E também conhece todas as canções de Amor - e a Luz delas...
Sim, eu vejo Você. E sinto o Seu Abraço silencioso no mundo.
E sei que o Seu sorriso está varrendo a tristeza de muitos corações.
A criança e o velho estão no seu colo, por entre os planos...
Você está levando-os para casa, lá em cima, na forja estelar.
E eu sei porque Você me deixa ver isso, Meu Amigo.
É porque, diante da dor do mundo, eu penso em Você.
Então, o meu pequeno coração voa nas asas de um Grande Amor...
Até o Seu Colo, junto com a criança e o ancião, na Luz do Eterno.
E, ali, por entre os planos, a viagem do Samadhi acontece...
Enquanto Você sorri e o Amor acontece.

P.S.:
Ah, Gopala, eu vejo Você!
E não é por causa de alguma doutrina oriental.
É por causa de um Grande Amor.
Eu penso em Você, e algo acontece...
É noite, mas os meus olhos têm o brilho da aurora.
E, agora, além da criança e do velho, eu vejo o mundo no Seu Colo.
Sim, eu vejo o Amor acontecendo, enquanto Você sorri...
E, mesmo no centro da noite, o Sol do Samadhi desponta em meu coração.
E eu fico aqui, com os olhos iguais a diamantes, pensando em Você.
Nessa noite, onde a criança e o ancião estão voltando para casa - na Luz.
Nessa noite, que é manhã no meu coração...**

Gratidão.
Paz e Luz.
Wagner Borges - mestre de nada e discípulo de coisa alguma, contente, nas ondas do esclarecimento e da asistência espiritual...***

- Notas:
* Govinda (ou Gopala) - são epítetos de Krishna, considerado como o "Pastorzinho divino", que tangencia os seres na direção da Bem-Aventurança (Ananda), e da consciência cósmica (o Samadhi, a expansão da consciência, muitas vezes associada ao despontar da aurora dissolvendo as trevas - o ego - e fazendo a atmosfera dançar na luz).
Govinda e Gopala também são considerados como mantras de dissolução de climas psicofísicos densos. Trazem alegria e espantam as confusões e equívocos.
** Escrevi essas linhas para registrar o Grande Amor que, mais uma vez, desceu aqui, em meu pequeno coração. Algo que não se explica, só se sente... E que deixa o meu lar cheio de Luz. Ah, isso não tem preço. E eu sou só gratidão... Nessa madrugada, que é linda manhã em meu coração.
Obs.: Enquanto eu escrevia, rolava aqui no meu som a linda canção "The End Will Come" (faixa 3 do CD "The Big Picture", do ano de 1997), do Elton John, um dos grandes vocalistas da pop/music inglesa. Inclusive, para quem quiser escutá-la, basta acessar o seguinte endereço no site do Youtube: link
Aliás, esse CD também tem outra canção muito linda: "I Can't Steer My Heart Clear Of You" (faixa 10 do disco) - e também pode ser ouvida no Youtube, nesse link:
link
*** Enquanto eu passava essas linhas a limpo, lembrei-me de um texto antigo, que escrevi sob a influência espiritual de um certo filósofo brasileiro desencarnado. Então, deixo o mesmo na sequência, para abrilhantar esses escritos de hoje.


UNIVERSO

O Universo
É Uni verso.
É verso do Uni.
Plenitude... Em verso do Um!

O Todo em tudo está!
Mas nem tudo percebe o Todo.
O verso pode não perceber o Uni,
Mas o Um faz o verso no Todo.
Ele escreve no tecido cósmico
Com as letras das estrelinhas.
Ele é o Sol dos sóis.
Na vida cósmica, o Uni verso!

Nos sonhos do Todo,
O Multiverso.
Em cada ser, o verso
Escrito pelo Um em todos!

Na Multiverso, um show de versos.
Tantos planos e dimensões,
Tantos seres e estrelas,
Tudo verso desse Um.

Em cima e embaixo, à esquerda e à direita,
Na frente e atrás, versos...
Seres vivos, formados nas estrelas...
Versos do Um, escritos nos céus.

Quantas saudades das estrelas!
Lembranças de outros versos,
E de antigos colóquios com os sóis,
Versos nucleares do Um em fogo.

Quantas saudades dos irmãos siderais,
Versos do Todo em outros orbes.
Versos-Irmãos do fogo estelar
Que crepita junto - no coração do Um!

Não parece, mas estamos juntos!
Os versos são do Uni.
Universo... Uni verso.
Tudo é Um!

Estrelas e homens, versos vivos...
Forjados no fogo que crepita
No coração da vida universal.
Todos somos Um!

O Uni... Os versos... Os seres...
As estrelas e os homens... Fogos vivos.
O Multiverso, a interdimensionalidade...
O Um em tudo!

O Todo é!
Em tudo.
O Uni verso
Verso do Todo em nós!

Wagner Borges - eterno neófito do Todo...


estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  



Sobre o autor
wb
Wagner Borges é pesquisador, conferencista e instrutor de cursos de Projeciologia e autor dos livros Viagem Espiritual 1, 2 e 3 entre outros.
Visite seu Site e confira a entrevista.
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Transcomunicação Instrumental
artigo A liberdade de ser
artigo Você sabe quais os benefícios de um atendimento de radiônica?
artigo Do Oran Mor aos corações apaixonados pela Luz





horoscopo


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa