auravide auravide

Viajando Espiritualmente no Grande Coração de Shiva


(Quando a Luz do Olho Espiritual Dissolve as Brumas da Ilusão)

Quando eu me levantei acima das brumas da ilusão, vi uma Luz.
Sim, a Luz d'Ele, que me esperava com um sorriso nos lábios.
Então, Ele me disse: "Seja bem-vindo à consciência real.
Que bom que você voltou ao caminho de (Ananda - do sânscrito - bem-aventurança; êxtase espiritual.) ananda(*).
Em muitas ocasiões, Eu tive que jogar duro com você.
Porque a sua arrogância era grande e tinhosa demais.
E sua mente estava cheia de teorias e técnicas de como viver.
Mas, isso não é assim. Porque viver é muito mais do que se imagina.
E não há manual que ensine alguém a amar realmente.
E nem diploma que cure as feridas do coração.
Você me deu trabalho, mas, finalmente, o seu ego capitulou.
E o resultado é essa Luz que você agora vê claramente.
Agora você sabe que conhecimento não é sabedoria!
E que o Amor real não é emoção doentia nem frieza afetiva.
Que bom que você está aqui, acima das artimanhas de ( Maya - do sânscrito - ilusão; tudo aquilo que é mutável, que está sujeito à transformação por diferenciação.) Maya(*).
E o seu coração está tão lindo, mais parecendo um sol.
Você soube extrair lições das provas que eu lhe enviei.
Transformou reclamações descabidas em lindas canções.
E aprendeu a valorizar as coisas simples da vida, como um sorriso.
Eu sei que não foi fácil para você. Mas, nunca é - para ninguém.
Porque, muitas vezes, o orgulho bloqueia o discernimento e o Amor.
E o preço disso é muito alto: a cegueira do coração e a empáfia no comando!
Por isso, muitas vezes, Eu sou obrigado a agir de forma dura e direta.
Então, as pistas do Ser se inflamam e o pressionam a mudar...
Sim, sou Eu que faço isso. Projeto as mudanças profundas e verdadeiras.
E, embora o ego seja renitente, Eu nunca desisto. Porque, tudo muda.
E, mesmo em meio à dor de suas provas, você sempre foi abraçado por Mim.
Eu esperei o seu despertar, como um Pai espera a volta do filho que se perdeu.
E, agora, você sabe: O Amor é! E sempre transmutará toda ignomínia e perfídia.
E, com Ele, sempre vem a Luz do despertar real, fazendo o coração virar sol.
Meu filho, que bom que você voltou, nas asas de um Grande Amor."
E foi ali, acima das nuvens da ilusão, que eu O reencontrei.
Sim, reencontrei Shiva, o Senhor de todas as transformações.
E Ele me abraçou como quem abraça um filho querido.

P.S.:
Ah, eu retornei dos escombros do meu ego e voltei para casa.
Porque o meu verdadeiro lar é no Grande Coração d'Ele.
E, ali, o Amor e a Luz também fazem sua morada.

Om Namah Shivaya!*

- Notas:
Shiva - na Cosmogonia hinduísta, é o aspecto da divindade que opera todas as transformações; O Senhor das energias; O Poder Divino da Transmutação; O Dançarino Divino, que, em seu movimento secreto, dilui as brumas da ilusão e faz ver o real.

* Om Namah Shivaya - do sânscrito - é um dos mantras evocativos de Shiva e Seu Poder de Transmutação. Para melhor compreensão sobre isso, ver o texto "Shiva - O Mahadeva", postado no link do IPPB.
Obs.: Nas notas desse texto está postada uma coletânea de textos relativos à Shiva, postados antes como textos periódicos do site ao longo dos anos - link



estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


wb
Wagner Borges é pesquisador, conferencista e instrutor de cursos de Projeciologia e autor dos livros Viagem Espiritual 1, 2 e 3 entre outros.
Visite seu Site e confira a entrevista.
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Espiritualidade clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa