Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

Você foi vítima de abuso sexual na infância?

Você foi vítima de abuso sexual na infância? Publicado dia 3/22/2018 10:12:22 AM em Psicologia

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Dia 18 de maio é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, e como todos sabem, atendo adultos que sofreram abuso sexual na infância, e as sequelas são muitas. Nem sempre as pessoas relacionam suas dificuldades na vida adulta com os abusos sofridos na infância, o que dificulta a busca por ajuda profissional pelos adultos que sofreram abuso quando criança, mas todos os tipos de abuso infantil (físico, psicológico e/ou sexual) podem resultar em traumas psicológicos e doenças na vida adulta.

Uma dúvida muito comum é como o profissional avalia as sequelas de quem sofreu algum tipo de abuso. Para avaliar o grau do dano, considera-se os sintomas físicos e emocionais, como os fatores citados abaixo.

Fatores que determinam as consequências do abuso sexual:
- A idade da criança no início do abuso sexual: quanto mais nova, maior é o dano;
- Duração do abuso: algumas evidências sugerem que maior duração produz consequências mais negativas;
- O grau de violência: uso de força pelo abusador resulta em consequências mais negativas tanto a curto como a longo prazo;
- A diferença de idade entre a pessoa que cometeu o abuso e a vítima: quanto maior a diferença, mais grave são as consequências;
- A importância da relação entre abusador e vítima: quanto maior a proximidade e intimidade, piores as consequências;
- A ausência de figuras parentais protetoras e de apoio: o dano psicológico é agravado;
- O grau de segredo e de ameaças contra a criança: quanto mais tempo demorar para contar, mais tempo levará para receber ajuda;
- Omissão por parte dos pais: infelizmente há muitos casos de mães omissas: fingem não ver o que seus maridos ou companheiros praticam com seus (suas) filhos(as), colaborando ainda mais para a configuração do trauma psíquico;
- Medo de contar e não acreditarem: pode levar a reprimir e esquecer, mas o corpo irá registrar e posteriormente, lembrar.
 Se você passou por algum tipo de abuso quando criança ou adolescente, rompa com o silêncio que tanto faz sofrer, e busque um profissional qualificado.

Veja mais sobre Abuso Infantil no meu site.

Assista o vídeo abaixo sobre o assunto.



por Rosemeire Zago


Obrigado por votar

O artigo recebeu 249 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Consulte grátis

Mapa Astral   Tarot   Numerologia  


Sobre o autor
Rosemeire Zago é psicóloga clínica CRP 06/36.933-0, com abordagem junguiana e especialização em Psicossomática. Estudiosa de Alice Miller e Jung, aprofundou-se no ensaio: `A Psicologia do Arquétipo da Criança Interior´ - 1940.
A base de seu trabalho no atendimento individual de adultos é o resgate da autoestima e amor-próprio, com experiência no processo de reencontrar e cuidar da criança que foi vítima de abuso físico, psicológico e/ou sexual, e ainda hoje contamina a vida do adulto com suas dores.
Visite seu Site e minha Fan page no Facebook.
Email: r.zago@uol.com.br
Visite o Site do Autor

Veja também
Vencendo os problemas
Quando vai haver algo de realmente novo em você?



Continue lendo
Quando vai haver algo de realmente novo em você?
Como enfrentar e superar as adversidades que a vida nos propõe?
Quem leva quem?
O ópio do povo

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa