Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade

O mistério do relacionamento

O mistério do relacionamento
Publicado dia 15/10/2001 10:13:26 em Oráculos

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

O relacionamento é um mistério.
E, por existir entre duas pessoas depende de ambas.

Sempre que duas pessoas se encontram,
um novo mundo é criado.
Justamente pelo encontro,
um novo fenômeno vem à existência –
o qual não existia antes,
o qual nunca existiu.
E através desse novo fenômeno,
as duas pessoas são mudadas e transformadas.

Não-relacionado, você é de um jeito:
ao se relacionar, imediatamente fica diferente.
Uma coisa nova aconteceu.

Uma mulher, quando se torna mãe,
não é mais a mesma.
Um homem, quando se torna pai,
não é mais o mesmo.

Uma criança nasceu,
mas não compreendemos um dos ângulos, de modo algum –
no momento em que a criança nasce, a mãe também nasce.
Ela não existia antes.
A mulher existia, mas a mãe nunca.
E uma mãe é algo totalmente novo.

O relacionamento é criado por você,
mas, por sua vez, ele também o cria.

Duas pessoas encontram-se,
isto significa que dois mundos se encontraram.
Não é algo simples – é muito complexo, é o que há de mais complexo.
Cada pessoa é um mundo em si mesma –
um complexo mistério com um longo passado e um futuro eterno.

No começo, apenas as periferias se encontram.
Mas, se o relacionamento cresce intimamente,
se fica mais próximo, mais profundo,
então, pouco a pouco, os centros se encontram.
Quando os centros se encontram, isto é chamado de amor.

Quando apenas as periferias se encontram, há uma familiaridade.
Você toca a pessoa pelo lado de fora, só no contorno,
então, fica familiarizado.
Muitas vezes, você começa a chamar essa familiaridade de amor.
Então entra numa ilusão.
Familiaridade não é amor.

O amor é muito raro.
Encontrar uma pessoa em seu centro
é passar por uma revolução em si mesmo,
porque se você quiser encontrar o centro do outro,
terá de permitir que o outro,
também chegue ao seu centro,
terá de tornar-se vulnerável,
absolutamente vulnerável, aberto.

É arriscado.
Permitir que alguém chegue ao seu centro é arriscado, perigoso,
porque nunca se sabe o que essa pessoa fará.
E quando todos os seus segredos forem conhecidos,
quando o que está oculto torna-se visível,
quando você tiver se exposto completamente,
o que essa outra pessoa fará, nunca se sabe.

O medo surge.
Eis porque nunca nos abrimos.

Basta uma familiaridade, e pensamos que o amor aconteceu.
As periferias se encontram, e pensamos que nós é que nos encontramos.
Você não é a sua periferia.
Na verdade, a periferia é o limite onde você termina.
apenas a cerca a seu redor.
Não é você!

Até mesmo os maridos e as esposas
que viveram juntos por muitos anos,
podem ser apenas familiares.
É possível que não tenham conhecido um ao outro.
E quanto mais você viver com alguém
mais se esquece
de que os centros continuam desconhecidos.

Portanto, a primeira coisa a ser compreendida é:
Não confunda familiaridade com amor,
Você pode fazer amor,
pode estar sexualmente relacionado,
mas o sexo também é periférico.
A menos que os centros se encontrem, o sexo é apenas
um encontro entre dois corpos não é um encontro.
O sexo também permanece na familiaridade –
física, corporal, mas ainda familiar.

Você só permite que alguém entre em você, em seu centro,
quando você não está com medo,
...quando não está temeroso.

Osho (discurso feito em 16 de maio de 1974)

por Vilma Ruho

Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   horoscopo


Obrigado por votar

O artigo recebeu 1 Votos

Gostou?   Sim   Não  

Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp

Sobre o autor
Vilma Ruho é comunicadora, pratica diariamente meditações ativas
e faz atendimento de Tarô e de Astrologia.
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor







Energia do Dia
Justiça. O dia pede bom julgamento e honestidade. Dê o máximo de si em qualquer situação, tome a direção dos negócios e proceda de maneira segura e eficiente.
Faça sua numerologia

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa