Autoconhecimento Autoajuda e Espiritualidade
 
auravide auravide

Perfil do Número 22: O Idealista

por Sonia Weil
Perfil do Número 22: O Idealista
Publicado dia 13/08/2004 12:42:03 em Oráculos

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

Ele tem algo de etéreo, e quem o observa com um pouco mais de atenção, percebe que, embora ele se movimente no mundo cotidiano, nunca está inteiramente “aqui” - a sua cabeça está ligada em um outro plano, muito mais perfeito, repleto de sonhos e conceitos de como as coisas “devem ser”, num sentido mais amplo e numa visão ideal de sociedade.

Ele acredita que a vida não se resume a trabalhar, ganhar dinheiro, namorar, casar e constituir família. Ele sente que ela tem um sentido maior, e está sempre em busca de filosofias que respondam às suas grandes questões existenciais, como “porque estamos aqui” e “qual a minha missão”, e mostrem qual é o seu lugar no universo.

Às vezes ele sente uma melancolia profunda, ao ver as pessoas brigando por pequenas mesquinharias, “pensando pequeno”, e desrespeitando umas às outras. Seu coração dói também ao ver as condições difíceis em que muitos vivem, as injustiças sociais e as guerras. Ele “sabe” que a vida não deveria se reduzir a isto, que o ser humano é muito maior e poderia viver de uma maneira mais digna, justa, tranqüila e amorosa num mundo melhor. Porque as coisas não são assim?

No fundo, ele se sente um “outsider”, como um viajante que está de passagem, a serviço de alguma coisa “maior”. Não gosta de ser “enquadrado” em rótulos, pois não se encaixa muito nos parâmetros sociais. Ele se considera um idealista e um “cidadão do mundo”.

E é porque o seu foco está nos valores subjetivos, que ele muitas vezes é um tanto “desligado” e não dá importância às convenções sociais. Não é muito prático, pois não está centrado no lado concreto da vida, e se sente limitado pela obrigação de viver na rotina e ganhar dinheiro.

Ele é muitas vezes um visionário, uma vez que este seu “pensar grande” lhe traz uma visão panorâmica da vida e lhe permite enxergar as possibilidades nos projetos que ainda estão em potencial, e vê-los como já completos e plenamente realizados.

É claro que pessoas muito concretas podem considerá-lo meio delirante nos seus “altos vôos” - imagine um diálogo entre um Perfil Número 4, que privilegia a segurança material e o que é “real”, e só acredita naquilo que pode ver e tocar, e um Perfil 22, cheio de ideais e vislumbrando realizações maravilhosas, mas que no momento ainda estão em projeto na sua mente – o primeiro acha tudo isso uma grande “viagem” do 22, enquanto o segundo considera o 4 muito limitado e não compreende como ele não consegue visualizar as coisas sobre as quais ele está falando, e que lhe parecem tão óbvias...

Essa sua habilidade em ver o “todo” das situações vai torná-lo muito hábil para lidar com projetos mais amplos – um arquiteto com o Perfil 22, por exemplo, vai preferir trabalhar com o planejamento urbano da cidade a construir uma casa; um professor não vai focar apenas as suas aulas, mas se dedicar a buscar as inovações e melhorias para o sistema de ensino. E, é claro, você vai sempre encontrar o 22 ligado a projetos sociais e comunitários, ajuda a creches, campanhas contra o frio, esclarecimento sobre a Aids e em discussões sobre as injustiças e preconceitos contra as mulheres, negros e homossexuais.

Por outro lado, é nas pequenas coisas que ele se perde, como os assuntos a resolver no dia-a-dia, os horários dos compromissos e as datas de pagamento das contas. Portanto, a sua lição mais difícil e importante é estar no mundo, com o “pé no chão”, construindo uma base sólida no plano material para os seus sonhos.

Só a partir desse aprendizado é que esse nosso personagem idealista, filosófico e generoso, pode começar a efetivamente realizar a sua missão - essa missão que ele tantas vezes pressentiu: se tornar um grande construtor, ajudando a criar um mundo melhor para a sua grande família - toda a humanidade.


Lembrete: Como mostrei em várias análises anteriores (vide os perfis dos Números 2, 3, 4 e cinco), não temos apenas um Número, embora possamos nos identificar mais fortemente com um ou outro perfil. Isto ocorre porque temos este Número como resultado da soma das vogais (que mostra a nossa Estrutura Interna), das consoantes (Personalidade), ou como Número-Síntese (conseguido através da soma de ambos, e que reflete a nossa forma de estar no mundo) do 1º nome ou do nome completo.

Nosso nome contém, portanto, um conjunto de Números, que interagem entre si, delineando a nossa maneira de ser e a nossa relação com a vida. Estes Números e tendências terão que ser analisados, portanto, na relação com os outros. Isto é o que veremos com mais profundidade no próximo artigo.


estamos online

Compartilhe

Facebook   E-mail   Whatsapp

starstarstarstarstar
O artigo recebeu 2 Votos

Gostou?   Sim   Não  



Sobre o autor
sonia
Sonia Weil é é professora de Comunicação Social e pesquisadora na área de Numerologia, onde atua com consultas, cursos e palestras desde 1986. Realiza também palestras e workshops sobre a Lei da Atração (do filme O Segredo) em empresas e institutos esotéricos.
Visite seu site para ler outros artigos e saber mais sobre os atendimentos e cursos. Se quiser agendar uma consulta, entre em contato.
Email: [email protected]
Visite o Site do Autor

Veja também
artigo Mensagem Para A+Cor+Dar
artigo Desacelerar
artigo Será que a mãe ou o parceiro abusivo sabe o que está fazendo?
artigo A estrela e a canção: Presentes de Brahman





horoscopo


As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.

auravide

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2020 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa