Somos Todos UM Autoconhecimento
O Portal de

Autoconhecimento

e Espiritualidade

Autoconhecimento


Home > Oráculos
Quais são os nossos desafios?

Quais são os nossos desafios?

por Sonia Weil


No penúltimo artigo “A Importância da Data de Nascimento”, mostrei que ela indica (Juntamente com o nome) alguns dos nossos potenciais e, principalmente, a direção do nosso aprendizado mais importante.

Até agora vimos as características pessoais trazidas pelo nome e pela data de nascimento. Os nossos traços de personalidade, os pontos fortes que temos.

Mas a data revela ainda outro aspecto: os nossos desafios. Quais são as nossas lacunas? Onde estão as nossas fragilidades? O que precisamos trabalhar em nosso caráter, para nos tornarmos mais completos?

Embora possamos calcular com facilidade os Números de nossos desafios (o que vou lhes mostrar posteriormente), quero antes lembrar que eles não podem ser vistos separadamente do seu mapa pessoal, uma vez que é sempre necessário contextualizar em que sentido eles vem indicados.

Muitas vezes temos um mesmo Número várias vezes repetido, trazendo qualidades que se tornam muito fortalecidas, exigindo, então, o equilíbrio – como no caso de um nome que contenha duas ou três vezes o Número 22, altamente idealista e visionário, e um desafio Número 4, pedindo que se desenvolva um lado mais “pé no chão” também, para que se possa estruturar uma base sólida para que os grandes projetos possam se realizar efetivamente.

Outras vezes encontramos um conjunto de Números que, embora não sejam iguais, trazem tendências semelhantes, o que também pode fortalecer demasiadamente algumas características. É necessário, assim, buscar os traços complementares (que geralmente vem indicados nos desafios), para que não se corra o risco de ficar excessivamente fixado em alguns pontos, deixando de vivenciar outras qualidades do mapa.

Vou exemplificar com um caso real de uma pessoa que atendi. Ela tinha um 7 na Síntese Interna das Vogais e um 9 na Síntese da Personalidade, com um 16/7 na Síntese Final - todos os Números trazendo, embora de maneira ligeiramente diferente, uma tendência à introspecção, à necessidade de pensar muito antes de agir e a querer uma vida mais tranqüila e sossegada. Eles não são negativos em si mesmos, mas no conjunto trouxeram um perfil muito fechado, cauteloso e uma certa falta de iniciativa para se lançar em coisas novas, fazendo com que ela se limitasse, embora se sentindo frustrada, à uma vida sem grandes novidades ou acontecimentos.

O curioso é que ela tinha vários outros Números do mapa que lhe traziam grande capacidade de realização, mas por estar muito fixada em apenas alguns Números, os outros ficavam apenas como potencial, e não eram dinamizados na prática.

Mas quando ela começou a trabalhar o seu desafio 10, que dizia “pense em você mesma, tome iniciativas, saia do conhecido, aja mais rapidamente”, e o desafio 5, que lhe mostrou a necessidade de “sair da concha” e se relacionar mais com as pessoas - de não pensar tanto nas coisas e se deixar levar um pouco mais pelos acontecimentos - ocorreu uma mudança de qualidade na sua vida. Pois ela não apenas neutralizou um pouco a excessiva introspecção e necessidade de planejamento trazida pelos repetidos 7 e 9, mas com isso também abriu espaço para que os outros Números do seu mapa (ou seja, outras qualidades pessoais) também começassem a “participar” mais ativamente, ampliando a sua rede de habilidades na maneira de lidar com a vida.

Em pouco tempo, conseguiu definir um novo rumo para a sua vida, fez vestibular, entrou no curso de Direito e ainda buscou um novo trabalho.

Houve alguma mágica? Não, ela apenas trabalhou os seus desafios, não se permitindo mais ficar paralisada pelas suas dificuldades pessoais, ativou outros potenciais que já estavam ali, embora semi-adormecidos, e passou a utilizar o seu mapa de maneira mais completa.

Como nos cabe - a todos - fazer.

Obrigado por votar
Gostou deste Artigo?   Sim   Não   
Quais são os nossos desafios?
Avaliação: 5 | Votos: 1


Consulte grátis
     
 
Compartilhe
   



Leia Também:

  A Importância da Data de Nascimento


Sonia Weil é é professora de Comunicação Social e pesquisadora na área de Numerologia, onde atua com consultas, cursos e palestras desde 1986. Realiza também palestras e workshops sobre a Lei da Atração (do filme O Segredo) em empresas e institutos esotéricos.
Para ler outros artigos e saber mais sobre os atendimentos e cursos, visite seu site
Se quiser agendar uma consulta, entre em contato.
Email: soniaweil@uol.com.br
Visite o Site do Autor
Publicado em: 29/10/2004 18:48:26

Deixe sua opinião sobre este artigo

© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo do Site.


Energias para Hoje
sábado, 18 de agosto de 2018


energia
I-Ching: 13 – TUNG JEN – COMUNIDADE COM OS HOMENS
A união e a confraternização trazem sucesso. Unindo-se a outros, você poderá realizar coisas importantes.


energia
Runas: Isa
Espere o momento oportuno, planos em suspenso.


18
Numerologia: Compaixão
Diga uma palavra terna, faça uma boa ação, enriqueça a vida dos que estão à sua volta com um gesto de carinho. Compartilhe generosamente seu conhecimento, seja compreensivo e ofereça ajuda.




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes




+ Lidos da Semana anterior
1. Você está preparado para as notícias ruins?
2. A violência online, a violência cibernética
3. Rompendo padrões
4. Viver vale a pena
5. Insatisfação é uma bênção
6. Você é uma mulher única?
7. No escuro de si mesma
8. O que eu posso aprender com esse desafio?



 
© Copyright 2000 - 2018 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - Política de Privacidade