auravide auravide

Sua vocação e o seu lugar na empresa


O trabalho é visto muitas vezes na cultura brasileira no sentido associado à sua raiz latina tripalium (instrumento de tortura), herança da época da escravatura, onde os escravos eram obrigados a trabalhar. O vemos, assim, como uma obrigação à que temos que nos submeter para podermos sobreviver, geralmente recebendo um salário e um reconhecimento bem abaixo do que merecemos.

Mas quero enfocá-lo de maneira diferente: como o campo em que podemos nos realizar e expressar a nossa vocação.

Vocação vem do latim vocatione, e significa chamamento, predestinação (segundo o Novo Dicionário da Língua Brasileira, de Aurélio Buarque de Holanda Ferreira).

No sentido maior, ela responde à uma das grandes questões do ser: qual a minha função ? O que vim realizar nessa vida?

Num nível mais simples, ela pode se referir às aptidões para determinadas atividades. Onde podemos utilizar os nossos talentos naturais? Que atividades podemos realizar com legítimo prazer?

Sim, porque o nosso verdadeiro trabalho é feito com alegria, e não por obrigação; ele flui de maneira “fácil” para nós, sem esforços desmedidos. E, embora possamos ter que passar por treinamentos, é apenas para aperfeiçoar os potenciais que já estão em nós.

Em minhas consultas, faço sempre um questionário no final, e uma das perguntas é: quais os seus hobbys e suas atividades de lazer? Quando a pessoa responde que o seu trabalho também é lazer, sei que ela está na atividade e lugar certo.

O mapa numerológico mostra as aptidões e talentos que vão ser utilizados no campo profissional. Embora para isto tenha que ser analisado o nome completo, com todo o seu conjunto de tendências, é principalmente na soma total das vogais (que mostra o que buscamos profissionalmente), e, principalmente, das consoantes (como agimos na prática, que talentos usamos) e na síntese final (como é a nossa vida profissional) que verificamos a nossa atuação na área de trabalho.

Aqui vão alguns elementos dessa análise:

Uma pessoa que tenha o Número 10 ou 1 nessas posições do mapa vai buscar sempre papéis de liderança, já que precisa de liberdade para agir, e detesta ser comandado. É inventiva e gosta mesmo é de criar novas oportunidades e buscar novos desafios. Ela é a pessoa ideal para abrir uma nova filial em outro lugar, mesmo sob condições adversas, ou para iniciar uma nova atividade ou setor dentro da empresa. Mas não lhe peça para simplesmente cumprir funções estabelecidas, dentro da rotina, ela morreria de tédio e não renderia nada, pois se sentiria sufocada e sem motivação.

As profissões mais desejáveis são as que exigem essa atitude independente e pioneira, e uma energia rápida de ação. Educação Física, esportes e competições ou até mesmo a área militar podem ser campos favoráveis.

Um funcionário que tenha o 2 ressaltado no mapa é excelente colaborador, e pode ser colocado em funções onde seja necessário conciliar e agir diplomaticamente. É sensível e empático, está sempre presente, pronto para auxiliar, mas prefere estar em segundo plano, em posições onde não seja necessário se expor muito. Portanto, não lhe peça para fazer palestras, mesmo que ele tenha realizado todo o trabalho, ou verá uma pessoa que é normalmente muito competente em situação de “timidez explícita”.

Um 2 sentirá-se bem em profissões onde esta sensibilidade ao outro seja desejável, como diplomacia e psicologia.

Um 3 é a pessoa certa para fazer contatos e costurar apoios, uma vez que é um comunicador nato. Gosta de falar e trocar idéias com as pessoas, e geralmente tem facilidade de expressar seus sentimentos. É uma pessoa criativa, dinâmica e gosta de colocar seus projetos em ação rapidamente.

Pode sentir prazer em atuar como jornalista, artista, homem de tv, escritor, publicitário ou no campo das vendas. A sua capacidade de expressão pode se manifestar também por outros meios, como as artes plásticas, teatro ou música (Caetano Veloso, por exemplo, tem um 3 na Síntese Total do seu mapa).

O 4 tem grande senso prático e é o típico “pé no chão”. Ele é capaz de trabalho duro e às vezes se prende à burocracia ou às regras, sendo chamado de “quadrado”, quando não gosta de se arriscar em grandes mudanças. Sua função é montar e organizar estruturas de maneira sólida e estável. Pode utilizar essas aptidões em várias áreas: como escriturário, arquivista ou responsável pelo almoxarifado. Pode ainda lidar com contabilidade, ou então trabalhar como administrador ou economista. Muitas vezes lida mais diretamente com a terra e seus produtos, sendo agrônomo ou agricultor, ou mesmo como pedreiro, marceneiro, construtor ou engenheiro.

Mas, por outro lado, se este 4 vier de um 13 , ele buscará profissões que lhe permitam criar e manipular e transformar estruturas, como por exemplo, o dentista, que modifica a estrutura óssea dos dentes, assim como o fisioterapeuta, que reorganiza o esquema corporal. Cozinheiros costumam ter um 13 também, pois também criam pratos, através da modificação e combinação dos alimentos. Os grande criadores – mesmo um tanto desorganizados – atuam a partir do 13, tanto na moda, na publicidade ou outras profissões que exijam a capacidade de inventar soluções novas. Lidar com produtos químicos ou quaisquer materiais criados através de um processo de transformação também está no campo de atuação do 13, portanto ele pode ter uma fábrica de desinfetantes, estopa ou mesmo um ferro-velho .


Todo 5 é um ser social por excelência, e, de maneira semelhante ao 3, gosta muito do contato com as pessoas. Curioso e inquieto, está sempre buscando novos conhecimentos. Lida bem com todo tipo de público, adaptando-se a todos os ambiente com facilidade. Alegre e agitado, tem facilidade para realizar muitas atividades ao mesmo tempo, já que detesta rotina e prefere estar em movimento. Coloque-o na rua, ou em contato direto com as pessoas, e num dia-a-dia sempre renovado e cheio de novidades, e o verá trabalhar feliz. Mas não espere dele grande senso de organização ou um foco muito direcionado – pois, como uma criança, ele está sempre antenado em muitas coisas diferentes.Todas as profissões relacionadas ao contato com o público estão favorecidas, como recepcionista, corretor de imóveis e toda a área de vendas (esta de maneira especial, já que adora viajar). Atividades ligadas à turismo, restaurantes, moda, promoção de eventos, divertimentos e artes , além do ensino e contato com crianças também são positivas.

Um funcionário regido pelo 6 é metódico, perfeccionista e um excelente sistematizador dos processos e rotinas da empresa. Se você precisa de alguém para “botar ordem na casa”, ele é a pessoa certa! Gosta de organizar passo-a-passo as atividades do dia a dia e as cumpre escrupulosamente. Prefere trabalhar em equipe, e gerencia bem o grupo.

Seu senso coletivo pode leva-lo à profissões como sociólogo e assistente social; e seu amor pela estética pode conduzi-lo às profissões ligadas à beleza, como esteticista, decorador ou paisagista. A preocupação com o equilíbrio corporal pode liga-lo à áreas da medicina, como enfermeiro, médico e nutricionista. Sua ligação com crianças pode leva-lo muitas vezes à carreira de pediatra.

Se o Número 7 estiver destacado, a necessidade será de buscar profissões que lhe permitam realizar pesquisas mais profundas e análises minuciosas. É muitas vezes um especialista na sua área.O 7 prefere ambientes silenciosos e tranqüilos, onde possa se concentrar com calma, já que é muito perfeccionista e atento. Em qualquer campo, ele será sempre um estudioso, o planejador, que prepara as suas ações com cuidado.Como o Número 2, ele também prefere não se expor muito e trabalhar de maneira mais reclusa.

Todas as profissões ligadas às pesquisas biológicas estão favorecidas, assim como a Psicologia, já que ele tem uma facilidade natural para perceber os outros. Sua ligação com os estudos e a pesquisa o leva muitas vezes à carreira de professor. Sua atenção aos detalhes o faz gostar de desenhar. Pode também lidar com a natureza, como guarda florestal, com uma loja de plantas e flores, com uma chácara em que cultive agricultura natural ou, quem sabe, tendo uma pousada sossegada nas montanhas ou praia. Sua ligação com as artes é forte também, especialmente com a música e dança. Sua natural religiosidade o leva muitas vezes à profissões ligadas à espiritualidade, como terapeuta holístico ou de reiki, astrólogo ou numerólogo.

O 8 é o típico homem de negócios – tem senso prático e uma visão concreta da realidade. É o homem das decisões, e elas devem ser colocadas em ação rapidamente. É o organizador da empresa, fazendo com que ela possa ser conduzida com eficiência, trazendo resultados a curto ou médio prazo.

Gerentes e administradores geralmente têm um 8 no mapa. Assim como engenheiros e construtores. E advogados, já que a sua capacidade de julgamento rápido muitas vezes o faz buscar atividades ligadas à Justiça. O seu senso prático também o leva à profissões como comerciante, corretor da Bolsa de Valores ou gerente de banco.

O funcionário 9 é sempre o “homem sério” da empresa, e atua muito melhor como conselheiro do que em funções que exijam ação rápida (não lhe peça para se lançar rapidamente em novos empreendimentos arrojados, isso é tarefa do 10 !). Cauteloso e prudente, avalia sempre todas as alternativas antes de tomar decisões. Sua memória cataloga toda a informação disponível, e prefere se basear na experiência passada a agir de maneira inovadora.

Atua muitas vezes em profissões onde pode repassar o seu conhecimento, e muitos consultores fiscais ou financeiros têm um 9 no mapa. Assim como juízes, que precisam também utilizar essa capacidade de avaliação profunda da situação. Sua ligação com o passado o leva muitas vezes á carreira de historiador, professor de história ou museólogo. Pode trabalhar também com objetos antigos, como num antiquário. Essa mesma busca da memória do passado pode liga-lo à fotografia ou cinema, ou à carreira de professor. O 9 muitas vezes atua em atividades que exijam uma disponibilidade para abrir mão de si para “servir à humanidade”, como padre ou voluntário em orfanatos ou casas assistenciais.

Gostaria de lembrar que os elementos aqui mostrados estão muito simplificados, já que estou me referindo à apenas um número, e a análise vocacional vai ter que levar em conta, no mínimo, os 3 Números finais, como mostrei no início do artigo – não separadamente, como aqui fiz, mas em todas as suas inter-relações.

Desta forma, uma pessoa que tenha um 4 (com a sua necessidade de segurança) na soma total das consoantes, e um 10 nas vogais (buscando novas estruturas), será, bem mais arrojado e inovador em seus projetos - mesmo mantendo o pé no chão - do que alguém que tenha um 4 na mesma posição, mas associado à um cauteloso e previdente 9 nas vogais.

É, portanto, nas várias combinações e nas relações estabelecidas entre os Números que se definirá mais claramente de que maneira atuará este 4 ou este 10.

Assim, uma análise mais cuidadosa tem sempre que verificar a dinâmica do mapa completo.


estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


sonia
Sonia Weil é é professora de Comunicação Social e pesquisadora na área de Numerologia, onde atua com consultas, cursos e palestras desde 1986. Realiza também palestras e workshops sobre a Lei da Atração (do filme O Segredo) em empresas e institutos esotéricos.
Visite seu site para ler outros artigos e saber mais sobre os atendimentos e cursos. Se quiser agendar uma consulta, entre em contato.
Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Oráculos clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa