Home > Psicologia

A importância psicológica de reconhecer a existência real do OUTRO !

por Luís Vasconcellos


A percepção da ação e da presença dos Opostos em nossa vida psicológica é o primeiro passo no caminhar da consciência em busca do auto conhecimento. NINGUÉM que seja unipolarizado pode perceber com clareza nem a si mesmo nem a ninguém. Conseguir clareza e abertura de visão para a compreensão do OUTRO é um desafio portentoso para os nossos EGOS (Arquitetos da Realidade ), acostumados que estão em se comprazer de suas próprias criações. Confrontamos o mundo que nos chega com nossos "próprios e pessoais" pontos-de-vista (com origem nas experiências individuais ou coletivas) e, no mais das vezes, rejeitamos tudo aquilo que não nos sirva, tudo aquilo que seja diferente, não familiar, desconhecido, estranho, incompreensível... Assim rejeitamos -"com a maior naturalidade"- possibilidades de experiência, valores, estéticas, concepções, visões, experiências que pessoalmente não tivemos e que assim não podemos compreender, nem aceitar, nem entender ou nem mesmo tolerar... Não apenas rejeitamos "concepções" mas pessoas, instituições, raças, práticas religiosas, teorias e/ou sistemas políticos, torcedores do time adversário, soldados do exército inimigo, nosso cônjuge, nossos familiares, nossos ex-amigos, nossos ex-tudo...
Ao nos afastarmos daquilo que nos incomodou, ao rejeitarmos sua existência e seu sentido, podemos assumir duas posições antagônicas a saber:
1) A passiva, que se traduz pelo reflexo de nos afastar do es-timulo desagradável e
2) A ativa, que nos leva a atacar e destruir o objeto, pessoa ou instituição ameaçadora (....da santa paz de Deus em nossas vidas).
A história da humanidade é a história de um combate incessante entre antagonismos e separativismos egóicos (o que quer dizer, preconceitos de percepção e de julgamento oriundos da experiência pessoal, mas também predisposições de ser, sentir, pensar e agir de origem social / familiar / coletiva, ou seja, adquiridas e desenvolvidas nos lugares em que nascemos e crescemos). Através do empenho sempre redobrado de nossa consciência, vale o esforço para transcendermos estes "pontos-de-vista locais", do nosso sistema de crenças adquirido e um dos mais altos degraus do entendimento é o de CONSEGUIR RELATIVIZA-LO.
Em alguns sentidos este é o único recurso palpável que a nossa consciência tem - e terá - para aplacar o acirramento dos ânimos e possibilitar a convivência dentro do âmbito de qualquer coletividade. Contudo assim que se desenvolvem e se estabelecem estes folclores perceptivos, temos os nacionalismos, os antagonismos de natureza racial, classista, política ou religiosa. De uma esfera pessoal, passamos para uma esfera maior, mais ampla, abarcando um horizonte mais extenso, mas sempre há uma fronteira onde se delimita o FAMILIAR e, para além dela, reside a dimensão do OUTRO, do diferente, do ameaçador, do inimigo. Assim são, no mais das vezes, percebidas e julgadas as Polaridades ( Dimensões / categorias / qualidades ) opostas àquelas com as quais nos identificamos.
Se assim é no âmbito pessoal também assim se comporta a Psique unipolarizada perante o OUTRO. Quer este outro seja um cônjuge, um outro tipo psicológico, um país ou uma organização oponente, o mesmo fenômeno se repete. Não me consta que se possa fazer qualquer alteração ou manipulação psicológica nos conflitos entre países e raças, então, por enquanto o objeto que pode ser "tratado e curado" é o âmbito das relações interpessoais. E aí temos os relacionamentos, suas decorrências, seus palcos, suas cenografias, seus papéis, suas características de espaço / tempo históricos.




Consulte grátis
Mapa Astral   Tarot   Numerologia  
 
Compartilhe
Facebook   E-mail   Whatsapp



Luís Vasconcellos é Psicólogo e atende
em seu consultório em São Paulo.

Visite seu Site
Email: luisvasconcellos@hotmail.com
Visite o Site do Autor
Publicado em: 19/06/2000 22:23:40

Veja também
Conversando com um amigo feliz
O que nos ajuda a tomar uma decisão correta?
Comprometa-se consigo mesmo a melhorar e atingir metas na vida
Por que meus filhos não conseguem ir para a Vida nem ser felizes?
Fracasso ou Sucesso?
Fibromialgia e vidas passadas


Deixe sua opinião sobre este artigo


© Copyright - Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução dos textos aqui contidos sem a prévia autorização dos autores.
As opiniões expressas neste artigo são da responsabilidade do autor. O Stum não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros, conforme termo do Site.


Energias para Hoje
terça-feira, 17 de setembro de 2019

energia
I-Ching: 18 – KU – A REAÇÃO
Agora é o momento certo para deixar de hesitar e agir. Energia e boa vontade são indispensáveis.


energia
Runas: Raidho
Analise novas oportunidades, mudanças para melhor.


17
Numerologia: Finanças
Dia de disciplinar, organizar, estabelecer planos, ser prudente e enxergar longe. Procure progresso e o atrairá, esteja alerta para possibilidades de ganhos, pois as oportunidades surgirão.




Horóscopo

Áries   Touro   Gêmeos   Câncer
 
Leão   Vírgem   Libra   Escorpião
 
Sagitário   Capricórnio   Aquário   Peixes





 
© Copyright 2000 - 2019 Somos Todos UM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa