auravide auravide

Descortinando cenários - vidas passadas


Vidas passadas, sonhos e cenários de realidade: a "magia" da transformação pessoal.

Todos nós vivemos em meio a inúmeras situações que disparam sentimentos e sensações de difícil compreensão. A procura por conhecer vidas passadas está intimamente relacionada com o desejo da revelação de algo obscuro, mas que emocionalmente nos afeta. Mesmo quando acreditamos sermos levados por "mera" curiosidade, nesta instigante busca do desconhecido pelas viagens às vidas passadas, jamais escapamos dos obscuros conteúdos que nos ativaram para tal intento.

Tenho um conceito bastante amplo sobre regressão e, pelas pesquisas desenvolvidas, penso ser um tremendo equívoco como muitos a percebem. Vida passada, para mim, é como acessar apenas mais um dos muitos cenários existenciais/emocionais em que vivemos. Vou explicar melhor: se por acaso, você está numa situação de vida que a angustia, certamente estará inserido em algum cenário físico que simultaneamente dispara as tais sensações.
A questão maior será decodificar o simbolismo do suposto cenário, reprocessando-o no intuito de libertar-se de uma constante perturbadora clausura emocional. Inconscientemente, estamos buscando soluções para algo que incomoda, porém, sem compreensão. A partir daí, pouco importa se o acesso a estes cenários são as tais "vidas passadas", ou algum "sonho" importante ou mesmo por meio de um cenário concreto de vida, posto que absolutamente todos estes se apresentam como formas psíquicas e criativas na tentativa de auto-superação das questões emocionalmente conflitivas.

A magia da transformação pessoal ocorre no descortinamento das cenas, no advento da consciência e no reprocessamento de tudo aquilo que em algum momento nos provocou alguma sensação, pensamentos e sentimentos disfuncionais a cerca de nós mesmos e da realidade que nos cerca.
O EMDR promove este tipo de acesso sem o perigo de deixar traumas, porque a função dessa abordagem é justamente a oposta, curar traumas e reprocessar situações perturbadoras.
Já presenciei diversos pacientes fazerem "viagens" às vidas anteriores, paralelas, sonhos e mesmo se reinventarem em cenas reais ocorridas ou não. Vi-os saindo do túnel do reprocessamento, totalmente mudados e transformados, inclusive em suas linhas de tempo.
Imagine, por exemplo, uma pessoa que não consegue falar em público e que acessa por conta do protocolo utilizado no EMDR algo muito distante do seu agora, onde supostamente toda essa dificuldade teve início. Acessa uma cena distante que dispara a mesma sensação emocional da timidez de agora...

Vejam que a cena acessada, muitas vezes, é um cenário totalmente diferente dos dias de hoje. Neste caso, o paciente, lembrou de um evento em que havia levado uma bronca contundente do pai, por ter derrubado café na mesa... Observem, isso não é uma coisa tão incomum de ocorrer nas famílias e como tudo na vida, pode afetar emocionalmente alguns e outros não. No caso, este paciente lembrou uma série de passagens diferentes de sua vida que iam reforçando entendimento inconsciente de que deveria se retrair. Acessou a professora de infância reclamando de suas notas, acessou, enfim, o seu medo de errar... Acessou sonhos recorrentes e todos vieram por associação espontânea e rápida por conta da eficiente dinâmica EMDR. Este paciente conseguiu reprocessar seu conteúdo emocional em relação a tais eventos, bem como os pensamentos disfuncionais e crenças alteradas sobre si mesmo e por aí reprogramou toda a sua linha temporal de existência, transformando-se de modo totalmente inovador o modo que estava habituado a ser em seu presente.

Para mim, fica uma pergunta de física quântica... O que acontece com a rede de memória da pessoa se a matriz do acontecimento muda totalmente não o afetando mais? A linha do tempo e todos os significados emocionais transformam-se simultaneamente. Todos os eventos difíceis que a pessoa teve em relação ao tema ao longo da vida perdem o sentido e até parece que nem existiram, embora se saiba. A pergunta que fica é: o que é o tempo quando podemos nos transformar e nos auto-superarmos nesta amplitude?



estamos online   Facebook   E-mail   Whatsapp

Gostou?   Sim   Não  
starstarstarstarstar Avaliação: 5 | Votos: 1


silvia
Silvia Malamud é colaboradora do Site desde 2000. Psicóloga Clínica, Terapias Breves, Terapeuta Certificada em EMDR pelo EMDR Institute/EUA e Terapeuta em Brainspotting - David Grand PhD/EUA.
Terapia de Abordagem direta a memórias do inconsciente.
Tel. (11) 99938.3142 - deixar recado.
Autora dos Livros: Sequestradores de almas - Guia de Sobrevivência e Projeto Secreto Universos

Visite o Site do Autor

Saiba mais sobre você!
Descubra sobre Psicologia clicando aqui.


Veja também

As opiniões expressas no artigo são de responsabilidade do autor. O Site não se responsabiliza por quaisquer prestações de serviços de terceiros.


 

Voltar ao Topo

Siga-nos


Somos Todos UM no Smartphone
Google Play


© Copyright 2000-2022 SomosTodosUM - O SEU SITE DE AUTOCONHECIMENTO. Todos os direitos reservados. Política de Privacidade - Site Parceiro do UOL Universa